App conecta pacientes com câncer a voluntários para caronas e acompanhamentos

702

O acesso universal à saúde – presente nas metas do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável #3 da ONU – depende tanto da complexa disponibilização dos serviços de saúde quanto da capacidade de cada paciente em chegar a sua unidade de tratamento. Em tratamentos de longa duração, o segundo ponto é sempre um grande desafio e, muitas vezes, o motivo para que o paciente interrompa o tratamento. Para resolver esse latente problema de saúde pública foi criado o ‘Hey Amigo’, aplicativo que conecta pacientes de oncologia/reabilitação com voluntários que possam prestar auxílio de forma segura e gratuita. Em sua versão 1.0, será possível solicitar caronas e acompanhamentos em procedimentos médicos.

Há dois anos, a artista multicultural Haikaa e seu marido Mercuri passaram a vivenciar o dia a dia do tratamento oncológico, ela como cuidadora e ele como paciente. No hospital, testemunharam situações muito duras vividas por outros pacientes e decidiram usar sua experiência em projetos humanitários globais – como ‘Work of Art Global Project’ e ‘Hello Mahalo’, que tratam de diversidade e inclusão – para contribuir de alguma maneira. Assim nasceu o ‘Hey Amigo’.

Com base em suas próprias experiências e por meio de conversas e pesquisas com outros pacientes, cuidadores, profissionais da área médica, TI e terceiro setor no Brasil, Japão, Alemanha e Estados Unidos, identificaram dois grandes obstáculos para a realização dos tratamentos médicos: a falta de carona e falta de acompanhante. Assim, definiram os dois tipos de assistência a serem oferecidos na versão 1.0 do aplicativo. Juntaram-se a Haikaa e Mercuri os desenvolvedores Seiji Himoro e Danilo Salvador, além do médico Leandro Iuamoto. Após quase dois anos de trabalho voluntário, a plataforma ‘Hey Amigo’ está pronta.

COMO FUNCIONA

O ‘Hey Amigo’ é uma ferramenta digital de humanização que contribui para o acesso universal a saúde, auxiliando o paciente de maneira direta e efetiva a realizar seu tratamento de longa duração. A implementação da plataforma consiste em três etapas: 1) instituições interessadas recebem acesso ao site administrativo e passam a divulgar o App internamente para seus membros; 2) membros interessados (pacientes e voluntários) baixam o App e preenchem seus cadastros; 3) as instituições recebem, conferem e aprovam os cadastros pelo site administrativo e liberam o uso do aplicativo.

SEGURANÇA

A plataforma foi estruturada priorizando a segurança. O App não é aberto ao público em geral e conta com três ferramentas: site administrativo, um App para pacientes e outro App para voluntários, ambos disponíveis no Google Play e App Store. O site administrativo é utilizado pelas instituições – Hospitais e ONGs – para aprovação de cadastros,  monitoramento das assistências e conexão entre as partes.  Os Apps serão utilizados por pacientes e voluntários para efetuar cadastro, solicitar e prestar assistências.

IMPACTO

O ‘Hey Amigo’ atua na promoção do engajamento de instituições (Hospitais e ONGs) e indivíduos (pacientes e voluntários) para que juntos possam contribuir para o acesso universal a saúde. Já existem diversos grupos de voluntários e acompanhantes que se revezam e oferecem auxílio aos pacientes na forma de carona. No entanto, a atuação desses grupos geralmente se concentra em torno de uma única instituição hospitalar, fica restrita geograficamente e limitada à disponibilidade de recursos para financiar os enormes custos de transporte. O ‘Hey Amigo’ traz uma proposta inovadora e inédita, pois permite que o crescimento da base de voluntariado, embora gradual e orgânico, seja, teoricamente, infinito. Por meio do App, voluntários e acompanhantes poderão visualizar as solicitações de pacientes no mapa, o que permite a conexão com aqueles que estão mais próximos.

O App beneficia todas as partes envolvidas de maneiras distintas. O paciente recebe auxílio direto na realização do tratamento, além de poder desfrutar de um aumento na conexão social. Por sua vez, o voluntário conta com uma ferramenta tecnológica que possibilita a prática do micro voluntariado – fazer a diferença com o menor investimento de tempo possível. As ONGs podem se beneficiar de um aumento do impacto social da organização devido a um maior número de ações realizadas. Por fim, hospitais tem a possibilidade de maximizar seus recursos com o aumento da taxa de comparecimento dos pacientes e da possibilidade de maior eficácia dos tratamentos.

Deixe seu comentário