BP é primeira instituição fora da Europa a utilizar versão GRI Standards para relatos de sustentabilidade

170

A BP – A Beneficência Portuguesa de São Paulo, um dos maiores polos de saúde privados da América Latina, é a primeira instituição fora da Europa a utilizar a versão mais recente das diretrizes da Global Reporting Initiative (GRI), a GRI Standards, para publicar seu Relatório de Sustentabilidade.

A Global Reporting Initiative é uma organização sem fins lucrativos com sede nos países baixos que elabora as diretrizes seguidas pela maioria das organizações ao redor do mundo para a elaboração de relatórios anuais. Trata-se da principal referência internacional para esse tipo de atividade, auxiliando empresas, governos e outras instituições a divulgarem informações econômicas, ambientais e sociais de forma a explicitar melhor o impacto dos negócios no âmbito da sustentabilidade. Ao elaborar seu relatório seguindo a mais recente versão da norma, a BP se insere na vanguarda desse tipo de relato.

“A BP alia a tradição de uma instituição de 159 anos a um estímulo de inovação que busca as melhores práticas sustentáveis. Mais do que apresentar resultados financeiros, nosso relatório mensura anualmente o desempenho social e ambiental da BP e reforça o nosso compromisso com a transparência e a responsabilidade nas relações com nossos diversos públicos”, explica Maria Alice Rocha, superintendente-executiva de Pessoas, Comunicação Corporativa e Sustentabilidade da BP.

O GRI Standards é o primeiro padrão global para relatórios de sustentabilidade que garante às organizações relatoras distinções mais claras entre o que é requisito, recomendação e orientação para se declarar de acordo com as opções Essencial ou Abrangente. Em edições anteriores do relatório, a BP já havia utilizado outras versões da norma, que é atualizada periodicamente. “Para uma instituição como a nossa, que pretende ser referência em Sustentabilidade, é natural a evolução no formato do relato. Nosso Plano de Sustentabilidade prevê diversas iniciativas para tornar nossa jornada cada vez mais sustentável e perene”, conclui a executiva da BP.

A edição 2017 do Relatório de Sustentabilidade da BP está disponível aqui.

Deixe seu comentário