Cremesp aponta discriminação no Programa Mais Médicos e adota medidas preventivas

693

Diante da gravidade dos relatos envolvendo o processo de inscrição e de efetivação dos médicos brasileiros no Mais Médicos, divulgados pela imprensa, o Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) disponibilizou um canal para que profissionais inscritos no programa possam registrar eventuais problemas nas suas candidaturas.

Os relatos podem ser enviados para o e-mail: dificuldadesmaismedicos@cremesp.org.br

Motivado pelo grande número de reclamações recebidas por meio de seus canais de comunicação, ainda nesta etapa de inscrição do Mais Médicos – que segue até essa sexta-feira (7) –, o Cremesp notificou o Ministério da Saúde (Ofícios N°104/2018 e Nº212/2018). Entre outros pontos, o Cremesp solicita:

  • Substituição do critério de ordem de inscrição dos médicos para a definição do local de trabalho por pré-requisitos mais claros, no intuito de preservar princípios como transparência e isonomia;
  • Concessão aos candidatos de até três opções de escolha de município, alocando a vaga de acordo com a disponibilidade;
  • Prioridade, no próximo edital de chamamento para as vagas remanescentes, ao médico com registro nos CRMs;
  • Aceite de certidão de conclusão de curso, pelas secretarias municipais de saúde, de forma provisória, até a emissão do diploma do médico recém-formado.

Deixe seu comentário