I Seminário Internacional de Pesquisa Clínica e I Jornada Nacional de Governança

    230

    Atualmente, cerca de 3,5 mil estudos referentes à pesquisa clínica estão sendo realizados no Brasil, segundo dados do Governo Federal. Ainda segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), os 40 hospitais universitários federais da Rede Ebserh respondem por aproximadamente 45% dos estudos autorizados no país. Com intuito de impulsionar ainda mais essa importante área, a partir de 8 de novembro, pesquisadores da rede de hospitais franceses CHU (similar à Rede Ebserh) e do Assistence Publique – Hôpitaux de Paris, um dos mais importantes hospitais da França, estarão no Brasil para trocar experiência com os brasileiros sobre pesquisa clínica.

    Anissa Megzari e Emilie Barde (ambas do CHU), Eric Vicaut e Serge Bureau (ambos do Assistence Publique), e o secretário-geral da Organização dos Estados Ibero-americanos para Educação, Ciência e Cultura (OEI), Mariano Jabonero, estarão no I Seminário Internacional de Pesquisa Clínica, realizado em conjunto com a I Jornada Nacional de Governança da Rede Ebserh, que reúne superintendentes de todos os hospitais da rede, além de gestores de todas as áreas da estatal e contará com a presença do ministro da Educação, Rossieli Soares. São cerca de 450 participantes de todo o Brasil e da França.

    A participação internacional foi possível graças ao contato estabelecido entre profissionais da Rede Ebserh e franceses em visita técnica a hospitais da França, após acordo firmado em 2017. “Somos campo de prática para a formação profissional na área da saúde e desenvolvemos pesquisa e inovação  tecnológica. E o intercâmbio internacional reforça nossa atuação, revertida na assistência de qualidade à saúde da população brasileira”, afirmou o presidente da Rede Ebserh, Kleber Morais, durante a abertura do evento em 7 de novembro.

    São objetivos do evento promover espaço de intercâmbio interinstitucional, compartilhar avanços na implementação das ações das diversas áreas da empresa e experiências de sucesso desenvolvidas na Rede Ebserh, conhecer processos de gestão interna e elementos estruturantes de centros de pesquisa franceses, trocar experiências entre instituições de pesquisa, órgãos fomentadores e reguladores e fomentar a agenda de pesquisa, desenvolvimento tecnológico e inovação em saúde na Rede Ebserh.

    Deixe seu comentário