V Jornada de Pediatria

    153
    Quando:
    17/08/2019@7:30 – 18:00
    2019-08-17T07:30:00-03:00
    2019-08-17T18:00:00-03:00
    Onde:
    Amcham Brasil
    R. da Paz
    1431 - Santo Amaro, São Paulo - SP, 04713-001
    Brasil
    Contato:
    (11) 3345-2219 / 2265

    Alergias, reaparecimento de doenças erradicadas, transtornos alimentares e obesidade são alguns problemas que, na grande parte das vezes, estão associados aos novos hábitos, rotinas e comportamentos familiares, comprometendo a saúde das crianças. A forma de atuação dos pediatras, para sensibilizar os pais e responsáveis sobre o desenvolvimento saudável dos pequenos, será o centro das discussões da V Jornada de Pediatria, promovida pelo Hospital Leforte, em parceria com a Nestlé, e organizada pelo Instituto de Ensino e Pesquisa Leforte, no dia 17 de agosto, em São Paulo (SP).

    A pediatra Denise Bedoni, do Leforte Kids, que também coordena o evento, salienta que cabe aos pediatras alertar e informar aos pais sobre os riscos que a vida agitada dos dias de hoje pode provocar na saúde das crianças. Um exemplo é o excesso de alimentação industrializada, condimentada e com corantes, desde muito cedo, levando a uma sensibilização do organismo e ao aparecimento das alergias, ou até mesmo à anafilaxia, uma reação alérgica grave.

    “Os casos de anafilaxia têm se acentuado por uma série de fatores, entre eles a exposição das crianças a vários tipos de ambientes e alimentos. Mesmo com a rotina dos tempos atuais, é necessário refletir e encontrar caminhos para prevenir o problema, que também afeta as escolas e professores, que precisam estar preparados para lidar com a questão. As crianças geneticamente mais fortalecidas resistem, mas as mais sensíveis manifestam as alergias e, às vezes, com um quadro grave ou uma anafilaxia, podendo levar à UTI”, explica a pediatra.

    A atualização vacinal é outro assunto que será abordado. Muitos pais estão seguindo apenas o calendário básico de vacinação, sem atentar para os reforços que devem ser feitos por volta dos quatro ou cinco anos de idade. A baixa imunização é um problema que tem preocupado os profissionais de saúde e as autoridades. Este ano, os casos de sarampo registrados dispararam o sinal alerta para a vulnerabilidade do Brasil para doenças antes erradicadas.

    “Com a janela sorológica, as crianças ficam muito expostas aos vírus, principalmente quando começam a frequentar a escola. Para complicar, aqui no Brasil há dificuldades de logística para a vacinação, pois grande parte dos postos de saúde não abre aos finais de semana, um problema para os pais que trabalham. Daí a importância de os pediatras insistirem sobre as vacinas a cada consulta e checarem se as crianças tomaram todas as doses necessárias”, ressalta a Dra. Denise Bedoni.

    A obesidade e os transtornos alimentares são dois outros problemas em alta no universo infantil e que merecem maior atenção dos pediatras. “Muitos, na correria das consultas, deixam de avaliar se o peso e altura das crianças estão de acordo com os padrões de referência. É necessária essa avaliação, assim como, verificar a rotina da criança: a que horas acorda, se alimenta, brinca e dorme. Uma rotina equilibrada evita a obesidade e outros problemas que estão se tornando comuns, como as dores abdominais e constipação”, afirma a pediatra.

    Diante desse cenário, de grandes mudanças no dia a dia familiar, o tema qualidade de vida também será abordado no evento. Afinal, o fator emocional tem grande impacto no desenvolvimento das crianças. “Não dá para ter saúde em um clima pesado, é preciso trabalhar a mente para conseguirmos trabalhar todo o processo metabólico”, destaca a Dra. Denise.

    O último painel vai tratar de dois assuntos também preocupantes: o choque séptico nas UTIS e a reanimação cardiopulmonar. Sobre o primeiro tema, a pediatra explica que atualmente há vários protocolos, que podem evitar que o quadro evolua para o choque séptico, mas para isso é necessário que os pediatras fiquem muito atentos aos sinais nos prontos socorros. Já a reanimação cardiopulmonar será apresentada com base nas novas normas da Academia Americana de Pediatria, que as divulgou recentemente, com novos padrões em relação aos procedimentos adotados. A V Jornada de Pediatria recebe o apoio da Sociedade de Pediatria de São Paulo (SPSP).

    Deixe seu comentário