Eventos

Calendário de eventos

set
23
seg
2019
XIII Simpósio de Oncobiologia @Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) - Campus Fundão
set 23 – set 25 dia inteiro

Estudantes e cientistas integrantes de grupos de pesquisa que estudam a biologia do câncer podem inscrever seus trabalhos no XIII Simpósio de Oncobiologia, que acontecerá entre os dias 23 e 25 de setembro, no Rio de Janeiro (RJ). O prazo final para a submissão de resumos acadêmicos é o dia 8 de agosto – e os trabalhos selecionados serão apresentados em sessões orais ou de pôster durante o evento.

Podem ser inscritos trabalhos de alunos de iniciação científica, mestrado, doutorado, pós-doutorado ou realizado por docentes e pesquisadores, nas seguintes subáreas: bioinformática, biologia celular, biologia estrutural, biologia molecular, educação e divulgação científica, glicobiologia, metabolismo, proteômica e metabolômica, regulação gênica, sinalização celular, terapia celular ou terapia com fármacos e produtos naturais.

Além da inscrição de trabalhos – qualquer pessoa interessada no tema da pesquisa científica em câncer pode participar do simpósio. O Simpósio de Oncobiologia é um evento anual do Programa de Oncobiologia, e conta com apoio da Fundação do Câncer. A programação completa será divulgada em breve.

O Programa de Oncobiologia é integrado por cerca de 300 cientistas que fazem pesquisa básica sobre o câncer em instituições públicas do Rio de Janeiro, como a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Instituto Nacional de Câncer (INCA), Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), entre outras.

Links importantes

Inscrições de trabalhos e submissão do resumo acadêmico, até o dia 8 de agosto: forms.gle/9WEHx3YhJ975Wm5H9

Instruções para a inscrição de trabalhos e envio do resumo: bit.ly/30lU7kd

Instruções para confecção de pôster: bit.ly/2NGjCve

Registration and Abstract guideline: bit.ly/2NIDnCl

Poster guideline: bit.ly/2XAOuwS

set
27
sex
2019
Simpósio sobre Transplante de Medula Óssea (TMO) @Associação Comercial do Rio de Janeiro (Auditório) - Subsolo
set 27@8:30 – 12:00

No dia 27 de setembro, a Associação Pró-Vita promove, no Rio de Janeiro (RJ), simpósio sobre Transplante de Medula Óssea (TMO), em celebração ao Dia Nacional de Doação de Órgãos e Tecidos. O evento busca capacitar estudantes e profissionais de saúde, e esclarecer dúvidas a respeito do procedimento, que é indicado para o tratamento de doenças que afetam as células do sangue como leucemia e linfoma.

“O transplante de medula óssea está em constante atualização e o evento vai ao encontro dos pilares da Pró-Vita, que é levar conhecimento e informação de qualidade àqueles que trabalham no setor de transplantes no país”, explica Ottmar Saffier, presidente da Associação Pró-Vita.

Estão previstas palestras do professor de Hematologia do Departamento de Clínica Médica da UFRJ e membro da Associação Brasileira de Hematologia e Hemoterapia (ABHH), Angelo Maiolino; do chefe da Divisão Médica do Centro de Transplante de Medula Óssea do INCA, Renato Castro; do supervisor do Banco de Sangue de Cordão Umbilical e Placentário do INCA; Flávio Braga; da chefe do Serviço de Hemoterapia do INCA, Iara Motta; e do hematologista e também presidente do Conselho Técnico da Pró-Vita, Luis Fernando Bouzas.

O Simpósio também conta com o apoio da Sociedade Brasileira de Transplante de Medula Óssea (SBTMO) e da Associação Brasileira de Hematologia, Hemoterapia e Terapia Celular (ABHH).

out
10
qui
2019
1º Simpósio Sepse+Rim @Hotel Royal Tulip
out 10 – out 12 dia inteiro

Entre os dias 10 e 12 de outubro, em Brasília (DF), acontecerá o 1º Simpósio Sepse+Rim, que tratará de diversos temas relacionados à Injuria renal Aguda em Sepse.

Este evento único reunirá cerca de 400 participantes de todo o Brasil, principalmente profissionais das áreas de Nefrologia, Infectologia, Medicina Intensiva, Psicologia, Fisioterapia, Enfermagem, Nutrição, entre outras.

O simpósio reunirá especialistas nacionais e internacionais para trocar experiências e indicar novos caminhos e tratamentos da IRA em Sepse.

out
13
dom
2019
5° Forum Latino-Americano de Qualidade e Segurança na Saúde/ Planetree – Workshop de Cuidado Centrado na Pessoa @Unidade Ensino Einstein Paulista (22º andar)
out 13 – out 14 dia inteiro

A humanização e a experiência do paciente serão os principais temas abordados durante o Workshop de Cuidado Centrado na Pessoa – Modelo Planetree, promovido pela Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein, sede do Escritório Planetree Brasil e que contará com instrutores internacionais da certificadora. O evento, criado com o objetivo de proporcionar aos participantes a compreensão do Programa de Cuidado Centrado na Pessoa, acontece em outubro, em São Paulo (SP). As inscrições estão abertas no site do 5° Forum Latino-Americano de Qualidade e Segurança na Saúde.

Com 12 horas de duração, a iniciativa é indicada para líderes e profissionais de instituições de Saúde, com interesse em aprimorar ainda mais a experiência do paciente e dos profissionais que atuam em suas organizações. Todos os participantes receberão um certificado de conclusão ao final das atividades.

O Planetree internacional é uma organização sem fins lucrativos que tem o compromisso de melhorar o atendimento de saúde a partir da perspectiva do paciente. São mais de 700 organizações de saúde parceiras em 25 países. A organização reconhece, por meio de uma certificação, a qualidade das interações humanas que ocorrem dentro dos ambientes de saúde, enfatizando a importância de buscar estratégias para envolver profissionais, pacientes e familiares como parceiros no cuidado visando o melhor resultado.

A programação do workshop inclui a compreensão do conceito e dos direcionadores do Modelo Centrado na Pessoa, além de desafios e experiências dos hospitais certificados pelo Planetree no Brasil.

O evento faz parte da agenda que antecede o 5º Fórum Latino-Americano de Qualidade e Segurança na Saúde, idealizado pelo Einstein em parceria com o Institute for Healthcare Improvement.

Duração: 12 horas

Público: Líderes e Profissionais de instituições de Saúde, Pacientes e Familiares e outros interessados em conhecer o modelo

As inscrições podem ser realizadas até o dia 10 de outubro.

out
15
ter
2019
10° Simpósio Brasileiro de Hansenologia @Mar Hotel Conventions Recife
out 15 – out 18 dia inteiro

O Brasil ainda ocupa o segundo lugar no ranking mundial da hanseníase, e concentra 90% dos casos notificados nas Américas. A Índia é o país com mais casos, mas os dados de diversos países, apresentados pela Organização Mundial da Saúde (OMS), têm sido questionados pela Sociedade Brasileira de Hansenologia (SBH). Este cenário é resultado de uma série de problemas que vão desde a necessidade de capacitação de profissionais de saúde para o diagnóstico, até o desenvolvimento e implantação de estratégias de enfrentamento que consigam conscientizar a população – de pacientes até autoridades – e diagnosticar precocemente a doença para evitar sequelas e quebrar a cadeia de transmissão do bacilo causador da hanseníase. Para tratar do tema, a SBH realiza, de 15 a 18 de outubro, o 10° Simpósio Brasileiro de Hansenologia, na capital pernambucana, Recife.

O evento reunirá os maiores especialistas brasileiros e vários convidados estrangeiros para falar sobre as últimas pesquisas, tratamentos, políticas de combate à doença, mapeamento da hanseníase no país etc.

O Brasil registra cerca de 30 mil novos casos por ano de hanseníase – número próximo aos casos novos de HIV e AIDS. O controle da doença exige avaliação de contatos – a hanseníase é transmitida por vias aéreas superiores e por gotículas de saliva e estudos apontam que até 30% de casos novos podem ser encontrados entre os comunicantes (pessoas que convivem com o doente) examinados. Assim, para controlar a doença, é preciso avaliar os comunicantes, mas no Brasil, somente cerca de 8% de todos os casos são diagnosticados entre os contatos examinados, o que indica, segundo o presidente da SBH, Claudio Salgado, que os contatos são mal examinados pelo sistema, ou simplesmente não são examinados, mantendo a cadeia de transmissão da doença na comunidade.

“A heterogeneidade dos casos no país, o número preocupante de crianças com até 15 anos com a doença, o número baixo de diagnósticos nos estágios iniciais contrastando com o número alto de diagnósticos em pacientes com sequelas e em estágio avançado da doença apontam para uma endemia oculta no Brasil. A doença não está sendo percebida”, alerta Salgado. Por este motivo, o tema do simpósio deste ano em Recife está focado na hanseníase como uma doença primariamente neural e que, portanto, deve ser diagnosticada precocemente, logo no surgimento dos primeiros sintomas, como dormências e outras alterações de sensibilidade na pele, mesmo antes do surgimento de manchas na pele.

Hansenologistas ligados à SBH têm alertado autoridades mundiais sobre o problema. Em 2018, assinaram artigo na mais importante publicação mundial que trata de doenças infecciosas – The Lancet Infectious Diseases – questionando o número de casos da Organização Mundial de Saúde (OMS). Como a hanseníase é uma doença intimamente ligada à pobreza, eles alertam para o fato de que não é possível que muitos países em condições socioeconômicas piores que o Brasil ou convivendo com crises políticas com agravamento das condições de vida da população não estejam diagnosticando a hanseníase e, consequentemente, outras doenças negligenciadas.

nov
21
qui
2019
XII International Symposium on Vasoactive Peptides @Fundação Dom Cabral Alphaville
nov 21 – nov 23 dia inteiro

Será realizado entre os dias 21 e 23 de novembro, na Fundação Dom Cabral, no Alphaville, em Nova Lima (MG). Direcionado para estudantes de pós-graduação, pós-doutores, experimentais e clínicos e cientistas, o simpósio visa promover momentos de debate e trocas de experiências entre convidados e o público. O sistema renina-angiotensina exerce um papel fundamental na homeostase e na regulação da pressão arterial.

Diversos eixos já foram descritos sendo o eixo que ativa a Angiotensina II associado a inúmeras doenças cardiovasculares, hipertensão arterial, derrame, insuficiência cardíaca, diabetes e obesidade. Já o eixo protetor do sistema, apresenta componentes (peptídeos e enzimas) que quando ativados podem tratar inúmeras doenças e ainda auxiliar pesquisadores a compreender melhor os mecanismos de diversas patologias.

Além da programação principal do simpósio, no dia 20 de novembro, das 9h às 20h, será realizada mais uma edição do Exercise Science Pre-Symposium, na Fundação Dom Cabral. O encontro reunirá pesquisadores e cientistas brasileiros que apresentarão pesquisas na área da fisiologia do exercício.  A regulação da pressão arterial durante exercícios em homens e mulheres, câncer, epilepsia, insuficiência cardíaca, epigenética e alterações vasculares induzidas pelo uso de anabolizantes serão alguns dos temas abordados.

O XII International Symposium on Vasoactive Peptides proporcionará ainda aos jovens cientistas um espaço para expandir seus conhecimentos sobre os avanços recentes sobre o sistema renina-angiotensina, além da oportunidade de discutirem e receberem os feedbacks sobre suas pesquisas. Realizado desde 1991, o simpósio visa ainda promover interações e estreitar as redes construtivas entre estudantes, profissionais da saúde e cientistas.

As inscrições para XII International Symposium on Vasoactive Peptides podem ser feitas, com desconto, até o dia 10 de setembro. A inscrição garante a participação no Exercise Science Pre-Symposium, que será realizado no dia 20 de novembro, na Fundação Dom Cabral, em Nova Lima.