Eventos

Calendário de eventos

ago
12
seg
2019
XIII Congresso Brasileiro de Medicina de Tráfego @Centro Internacional de Convenções do Brasil
ago 12 – ago 15 dia inteiro

Com o objetivo de discutir o atual cenário da Medicina de Tráfego no país será promovido o XIII Congresso Brasileiro de Medicina de Tráfego, o II Congresso de Psicologia de Tráfego e o I Fórum Brasileiro de Educação e Saúde no Trânsito. O evento será realizado entre os dias 12 e 15 de setembro, em Brasília (DF). A realização é da Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (Abramet) e Associação Brasileira de Psicologia de Tráfego (Abrapsit), com apoio do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Médica Brasileira (AMB).

Sob o tema “Medicina de Tráfego: o que o futuro nos reserva?”, o Congresso reunirá palestrantes especialistas da área de mobilidade urbana, combinando a perspectiva de pesquisas acadêmicas com casos e experiências de Medicina de Tráfego, além da presença de especialistas internacionais no assunto. O público-alvo do evento são médicos, psicólogos, pesquisadores, engenheiros, militares, entidades do setor de trânsito e estudantes.

De acordo com presidente do Congresso, Geraldo Guttemberg Soares Júnior, a principal meta do evento é a atualização, discussão e troca de informações de temas relevantes da área, assim como o intercâmbio de experiência entre os especialistas.

“A grande expectativa é trocarmos ideias, ensinamentos, pesquisas e experiências. O Congresso é o grande momento para isso, já que somos uma associação extremamente científica. Estaremos com vários assuntos importantes em pauta, quebrando paradigmas e iremos fazer um evento um pouco diferente do habitual. As palestras terão apenas 30 minutos de duração e um tempo no qual os participantes poderão debater com o palestrante, e sanar dúvidas”, explicou.

GRADE CIENTÍFICA – A programação científica conta com mesas-redondas, sessões interativas, painéis, palestras e a apresentações de trabalhos. A palestra de abertura do Congresso ficará a cargo do historiador Leandro Karnal, que abordará o tema “A Ética das Relações Humanas com o Trânsito”. Logo após, serão promovidos os lançamentos dos livros da Abramet e da Abrapsit.

No mesmo dia, serão discutidos ainda assuntos como “Psicologia do tráfego no século XXI: novas atualizações, ideias e projetos para o futuro da profissão”; “O profissional de saúde e a necessidade da constante atualização: psicologia em construção”; “Celular e direção veicular: o risco de acidentes no trânsito”; “O uso da tecnologia e das redes sociais a serviço da educação para o trânsito”; “O comportamento no trânsito: o que falar do motorista infrator”; entre outros.

Um dos assuntos-chave deste primeiro dia será o Projeto de Lei (PL) 3267/19, que visa a mudança em partes do texto do Código de Trânsito Brasileiro, podendo torná-lo menos rigoroso. Na oportunidade, ocorrerão três painéis sobre o tema: “PL3267/19 um projeto de lei que vai na direção ou na contramão da vida? – Visão do Executivo e de Especialistas’; “PL 3267/19 e as mudanças no CTB: impactos no Sistema Nacional de Trânsito”; “PL 3267/19 – um projeto de lei que vai na direção ou na contramão da vida? – Visão do Legislativo”.

Já no sábado, segundo dia de evento, haverá a Conferência Magna “Passado, presente e futuro da Medicina de Tráfego”, com dr. Flávio Adura. Após, será realizada a entrega do “Prêmio Nils Ivar Bohlin”, em comemoração aos 60 anos do cinto de segurança. Na ocasião, serão debatidos ainda assuntos como “Atualização em epidemiologia de acidentes”; “DPVAT: atualização em valoração do dano e perícia médica”; “Os custos econômicos e sociais dos acidentes de trânsito no Brasil: perspectivas e soluções”; “Avaliação de condutores e candidatos à condutores com transtornos mentais”; e “Valorização do Trabalho Médico e Psicológico”; e mais.

Neste dia, ocorrerão ainda conferências de dois especialistas canadenses: dra. Marie Claude Ouimet, que abordará o tema “What can we learn from diferent reserach methods in traffix safety: focus on naturalistic and simulation studies?”; e dr. Thomas G. Brown, que falará sobre“Clinical and reserach approches for categorizing risk and intervention needs for impaired driving prevention: who needs what?”.  Ambas as exposições contarão com tradução simultânea para o português. Além disso, serão realizadas também reuniões da diretoria e das federadas da Abramet e da Abrapsit. O domingo será dedicado à prova de titulação da especialidade.

CURSOS – No dia 12, entre 9h às 17h, serão realizados oito cursos pré-congresso sobre temas inerentes à medicina e à psicologia de tráfego. Entre os assuntos abordados estarão “Exame de Aptidão Física e Mental (EAFM)”; “Normas regulamentares para a atuação do Médico de Tráfego no processo de habilitação de condutores e candidatos a condutores com deficiência física motora (mobilidade reduzida)”; “Fisiologia do voo e transporte aeromédico”; “APH – Atendimento Pré-Hospitalar”; “Atendimento de primeiros socorros a bordo de voo comercial: tudo o que o médico de tráfego deve saber”; “Atualização em avaliação dos distúrbios do sono”; “Desenvolvimento da psicologia do trânsito no Brasil e seu processo de evolução”; e “A perícia psicológica no contexto trânsito”.

ago
13
ter
2019
CONARH 2019 – Congresso Nacional sobre Gestão de Pessoas @São Paulo Expo
ago 13 – ago 15 dia inteiro

A eCare Group, empresa que oferece a sociedade acesso rápido e de qualidade na saúde mental, confirma presença no CONARH 2019 (Congresso Nacional sobre Gestão de Pessoas), um dos maiores eventos do gênero no mundo. Promovido pela ABRH-Brasil, o evento acontecerá entre 13 e 15 de agosto, em São Paulo (SP).

O evento está em sua 45º edição e esse ano vem com tema #Humanize, onde a proposta é abordar mais conteúdos e fóruns exclusivos, experiências e palestras que apresentem as novidades e tendências em gestão de pessoas e recursos humanos. Além disso, a proposta é unir marcas que estão com forte atuação no mercado de saúde no país para compartilhar inovações e provocar reflexões sobre os temas mais atuais desse universo.

A empresa levará ao evento a eCare Corporate e a eCare Perícias, suas unidades de saúde mental empresarial. A eCare Corporate, oferece soluções para o enfrentamento dos riscos em saúde mental dentro das empresas. Fazendo uso de ferramentas tecnológicas, processamento de dados e informações cientificamente embasadas a eCare Corporate promove a melhoria psico-emocional no ambiente corporativo com foco no retorno de investimentos e prevenção de gastos futuros.

A eCare Corporate será uma das palestrantes no evento e abordara o tema: “Saúde Mental nas empresas”, ministrada por Dr. Primo Peganini – Chief Medical Officer no dia 14, às 14h00.

O tema é importante pois dados de mercado apontam que o Brasil é o primeiro no ranking global de ansiedade. Essa ansiedade afeta os colaboradores nas suas entregas e automaticamente impacta no bom desenvolvimento da empresa. Estima-se que é gasto cerca de 1 trilhão de dólares por ano com tratamentos mentais no Brasil.

Os dados mostram ainda que 70% das demissões ocorrem por problemas comportamentais, entre 30% e 40% delas por problemas de estresse. “Se as empresas cuidarem da saúde mental de seus colaboradores, teremos empresas mais lucrativas e saudáveis. Essa é a metodologia da eCare Corporate, promover saúde mental e emocional no quadro de colaboradores com foco no retorno de investimento, prevenindo gastos futuros e reduzindo ineficiências no dia a dia, tudo baseado e prevenção e processos”, afirma Paulo Vaz, sócio e CEO da eCare Corporate.

De acordo com Paulo Vaz, a participação no CONARH é um passo importante, pois vai de encontro com a missão da empresa, que é melhorar a qualidade de vida das pessoas e discutir formas de como a tecnologia pode ajudar o mercado de saúde no Brasil. A eCare, além de atendimento psiquiátrico e psicológico de qualidade, tem construído relacionamento com universidades e diversos setores no mercado de saúde para contribuir ativamente no desenvolvimento de uma medicina cada vez melhor.

“Somos hoje mais de 100 indivíduos dedicados a cuidar da sua saúde mental. Por nossas clínicas passam mensalmente milhares de indivíduos que tratamos com ética, interesse real e atenção personalizada”, afirma Paulo Vaz.

VII Fórum Brasileiro sobre Assistência Farmacêutica e Farmacoeconomia @Fiesta Bahia Hotel
ago 13 – ago 16 dia inteiro

A cidade de Salvador sediará na próxima semana, de 13 a 16 de agosto, o VII Fórum Brasileiro sobre Assistência Farmacêutica e Farmacoeconomia, evento que contará com a presença de autoridades, palestrantes internacionais e cerca de 700 formadores de opinião para discutir políticas de saúde, com foco em dados de mundo real e recentes avanços nos processos de avaliação de novas tecnologias para o SUS e para a saúde suplementar.

Entre os participantes, estarão o Secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde, Denizar Vianna, e o Presidente do Fórum e professor da UFBA, Lindemberg Assunção Costa. Organizado pelo INAFE – Instituto Nacional de Assistência Farmacêutica e Farmacoeconomia e pela ACPGMS – Associação do Curso de Pós-Graduação em Medicina e Saúde, o evento conta com apoio do Ministério da Saúde, ANVISA, Organização Pan-Americana de Saúde, entre outros.

“A formulação de políticas de saúde apresenta grandes desafios técnicos, orçamentários e regulatórios no Brasil e no mundo. Somente com o debate franco e colaborativo entre a comunidade científica, sociedade civil e instituições públicas e privadas será possível evoluirmos com as políticas de saúde no Brasil”, afirma Lindemberg Assunção, Presidente do Fórum.

A complexidade das doenças raras no Brasil exige atenção redobrada para formulação de políticas de saúde que minimizem o impacto social de milhares de pessoas e familiares. A Fibrose Cística, doença rara que afeta cerca de 5 mil pessoas no país, será debatida nesta edição do fórum com a palestra do Dr. Jader Baima, Diretor Médico da Vertex Farmacêutica, que apresentará os recentes avanços da medicina e dados sobre o registro brasileiro da doença. Entre os dados a serem apresentados, está a discrepância entre a idade de óbito pela doença no país comparado a outros países – enquanto nos Estados Unidos é de 29,6 anos, no Brasil esse número é de 14,6 anos.

ago
14
qua
2019
XII Congresso Brasileiro de Asma, VII Congresso Brasileiro de DPOC e Tabagismo e XVIII Congresso Norte Nordeste de Pneumologia e Tisiologia @Centro de Convenções de João Pessoa
ago 14 – ago 16 dia inteiro

A Boehringer Ingelheim, uma das 20 principais farmacêuticas do mundo, participa do XII Congresso Brasileiro de Asma, VII Congresso Brasileiro de DPOC e Tabagismo e XVIII Congresso Norte Nordeste de Pneumologia e Tisiologia, que acontecem simultaneamente entre os dias 14 e 16 de agosto, em João Pessoa, na Paraíba.

Durante o evento, além de apresentar e discutir sobre as principais atualizações referentes a doenças como asma, Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC), Fibrose Pulmonar Idiopática (FPI) e doenças intersticiais, a Boehringer Ingelheim reforça seu posicionamento de empresa sustentável e preocupada com a preservação ambiental.

Para hospedar seus convidados, a farmacêutica escolheu um hotel com ações voltadas a um mundo mais verde, com reaproveitamento de água, energia solar e certificação ISO 14001 (SGA), que estabelece diretrizes sobre gestão ambiental em empresas. Além disso, valorizando a mão de obra local, a companhia contratou uma empresa que montará o estande com uma lona impressa que, ao término do evento, será entregue a um projeto social de reciclagem e optou por mobiliários feitos de pallets, que serão reaproveitados em outras ocasiões. A Boehringer Ingelheim ainda irá privilegiar a culinária regional e usará canudos, pratos, copos e garfos biodegradáveis, e optou por medidas que diminuem o consumo de recursos e as tornam mais sustentáveis, como a diminuição do impacto com transporte utilizando fornecedores locais para toda a logística.

METROSAÚDE 2019 – Simpósio de Metrologia na Área da Saúde @Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP) - Instituto de Radiologia (InRad)
ago 14@8:30 – ago 15@18:00
ago
15
qui
2019
28º Congresso Pernambucano de Cardiologia @Hotel Armação - Centro de Convenções
ago 15 – ago 17 dia inteiro

A Rede D’Or São Luiz promove um simpósio satélite na programação do 28º Congresso Pernambucano de Cardiologia, em 16 de agosto, às 10h. O encontro terá como tema “Como devemos conduzir o nosso paciente na Emergência: Dissecando os protocolos” e irá reunir médicos cardiologistas das unidades da Rede em Pernambuco: Hospital Esperança Recife, Hospital Esperança Olinda, Hospital Memorial São José e Hospital São Marcos. O congresso será realizado no período de 15 a 17 de agosto, em Porto de Galinhas, no município de Ipojuca, em Pernambuco.

O simpósio satélite terá como presidentes os cardiologistas Marco Antonio Alves, do Hospital Esperança Recife, e Silvana Daconti, do Hospital Esperança Olinda. Também coordenam o encontro os cardiologistas Alexandre Lucena, do Hospital São Marcos, e Rodrigo Pedrosa, do Hospital Memorial São José.

Três painéis serão apresentados. O primeiro tem como tema “Dor Torácica, o que há de novo?”, sob o comando do médico Jullian Rodrigo Nascimento Muniz, do Hospital Esperança Olinda. O segundo painel abordará “Fibrilação Atrial. Desvendando seus mistérios”, com o médico Eduardo Gadelha, dos hospitais Esperança Recife e Memorial São José. O terceiro painel terá o conteúdo “Síncope. Podemos fazer diferente?”, apresentado pelo médico Alberto Nicodemos Filho, do Hospital São Marcos.

A Rede D’Or São Luiz realiza frequentemente encontros para debater novidades científicas com seu corpo médico. O SabaD’Or ocorre a cada dois meses e discute assuntos ligados à cardiologia. O Smart D’Or é voltado para temas de outras especialidades. Ambos os eventos são gratuitos e abertos a médicos, médicos residentes e estudantes de medicina.

I Congresso de Cuidados Paliativos do Rio de Janeiro @Hotel Othon
ago 15 – ago 16 dia inteiro

O I Congresso de Cuidados Paliativos do Rio de Janeiro que ocorrerá na capital carioca entre os dias 15 e 16 de agosto, já abriu as suas inscrições. O evento é um dos que a Regional Sudeste da Academia Nacional de Cuidados Paliativos (ANCP) irá realizar em 2019.

Com o tema “Construindo as bases de uma comunidade da compaixão” o evento terá dois cursos pré-congresso, Cuidados Paliativos para todos: fundamentos do cuidar da criança ao idoso – A essência dos Cuidados Paliativos por Cicely Saunders e Elisabeth Kübler-Ross”, e “Controle de Sintomas: bases para uma boa paliação – Discutindo casos clínicos do dia a dia em diferentes cenários”. Os cursos ocorrerão no dia 15, entre 8h e 12h.

O evento contará com a presença de diversos especialistas entre eles dois internacionais, Fernando Kawai, diretor do Programa de Residência de Cuidados Paliativos, New York Presbiterian Queens; e Paulo Reis Pina, diretor da Unidade de Cuidados Paliativos Domus Fraternitas, Braga. A programação científica visa reunir em suas palestras as diversas expertises de todos os profissionais de saúde que atuam em Cuidados Paliativos no atendimento em todas as fases, da criança até ao idoso.

QR Content: O papel da tecnologia como chave para ampliar a qualidade dos serviços e reduzir custos da saúde
ago 15 dia inteiro

O papel da tecnologia como chave para ampliar a qualidade dos serviços e reduzir custos da saúde, permeará o encontro de personalidades do setor que se reunirão para discutir o futuro da saúde no país no dia 15 de agosto, no QR Content, evento que comemora os 10 anos da Qualirede, empresa especialista em gestão de planos de saúde no Brasil.

A programação será aberta pelo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, que falará sobre os rumos da saúde no Brasil e contará com grandes nomes de diferentes vertentes do setor: Claudio Lottenberg, presidente do UnitedHealth Group Brasil, e Luciana Holtz, fundadora e presidente do Instituto Oncoguia (ONG e portal voltado para a qualidade de vida do paciente com câncer e público em geral), são alguns deles. Ambos integrarão o painel sobre o futuro dos sistemas de saúde.

“É cada vez mais importante nos aprofundarmos nesse assunto, especialmente quando o mercado de saúde privada do país passa por toda essa transformação, tanto com o uso de novas tecnologias, quanto com um olhar mais significativo em relação ao cuidado com a saúde das pessoas”, afirma Irene Hahn, presidente da Qualirede.

Ana Estela Haddad, professora da Universidade de São Paulo (USP) e responsável pela criação e implementação do Programa Telessaúde Brasil Redes do Ministério da Saúde, participará da mesa sobre inovação e tecnologia, que trará temas como o uso da telemedicina. Comporão a conversa César Biselli, coordenador de Inovação e Tecnologia do Hospital Sírio-Libanês, Denizar Vianna, secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde, e Martha Oliveira, médica e diretora de estratégias e novos negócios da Qualirede, que foi diretora de desenvolvimento setorial da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) e diretora executiva da Associação Nacional de Hospitais Privados.

Irene Hahn defende que a tecnologia pode ajudar com a escala e principalmente na gestão da informação. “Com a integração de dados, além de os profissionais terem acesso a todas as informações de determinado paciente, não precisarão ocupar-se com a busca por dados, tendo assim, cada vez mais tempo para cuidar das pessoas”.

Após os debates com os experts do setor, haverá palestra especial com o navegador e escritor brasileiro, Amyr Klink. Além de ser a primeira pessoa a fazer a travessia do Atlântico Sul a remo, Klink é formado em economia pela USP e dá palestras dentro e fora do Brasil sobre planejamento, motivação, liderança, empreendedorismo, entre outros.

O encerramento ficará por conta de Paula Bianca Coelho, que além de CEO da Qualirede é especialista em Gestão de Pacientes pela Universidade de Medicina de Pádua, na Itália.

II Simpósio de Emergência Médica @Hospital Moinhos de Vento - Anfiteatro Schwester Hilda Sturm (Bloco C - 4º andar)
ago 15@8:30

Há mais de 20 anos em atividade, a Emergência do Hospital Moinhos de Vento, de Porto Alegre (RS), é porta de entrada para cerca 40% das internações hospitalares e chega a atender 160 pacientes por dia. Para tratar de temas referentes à unidade, acontece em 15 de agosto o II Simpósio de Emergência Médica, reunindo especialistas.

Entre os assuntos que serão debatidos estão inovação da educação médica, comunicação eficaz necessária na emergência, gestão aplicada e atendimento à enfermidades emergenciais, como Acidente Vascular Cerebral (AVC) agudo, arritmias e pacientes com queimaduras. Também será apresentado o trabalho realizado pelo Pronto Atendimento Médico de Emergência (PAME), no Polo Petroquímico de Triunfo. O serviço está comemorando 10 anos de atividades e mostrará como realiza o “Simulado de Atendimento de Múltiplas Vítimas” no complexo industrial.

O chefe do Serviço de Emergência do Hospital Moinhos de Vento, Paulo Schmitz, ressalta que o Simpósio é uma oportunidade para renovar o conhecimento nesta área fundamental da medicina. “As técnicas e a qualidade do Serviço de Emergência precisam estar em constante atualização. Temos no Hospital Moinhos de Vento uma estrutura capaz de atender mais de quatro mil pacientes por mês e grande parte dos médicos têm formação específica com Residência em Medicina de Emergência, um diferencial na área”, salienta Schmitz.

Em maio, o Moinhos de Vento inaugurou a Emergência Pediátrica, um ambiente exclusivo, que facilitou a chegada de pacientes e familiares e aumentou de 80 para 120 atendimentos diários de crianças. Assim, a Emergência abriu espaço para ampliação do atendimento cardiológico.

IV Fórum de Políticas Públicas para o Câncer de Mama @Palácio Itamaraty
ago 15@9:00 – 18:00

Em nosso país, os desafios enfrentados pelo paciente com diagnóstico de câncer de mama são muitos. É por isso que, ano a ano, o Fórum de Políticas Públicas para o Câncer de Mama da Fundação Laço Rosa, prioriza pautas que possam alavancar a tomada de decisões e melhorar essa realidade. Na quarta edição do evento, marcada para 15 de agosto, no Rio de Janeiro (RJ), um dos assuntos que promete chamar mais atenção é a importância de mudar a legislação brasileira, que hoje não garante estabilidade de emprego para pacientes com câncer. Em xeque estará a PL 8057/2017, que aborda a estabilidade de um ano nesses casos, e inclusive motivou o mais recente projeto da Laço Rosa, CONTRATADA.

Esta é a primeira plataforma de empreendedorismo e emprego para mulheres que passaram pelo câncer de mama, um canal de diálogo entre empresas e pacientes. Marcelle Medeiros, presidente da Fundação Laço Rosa, acredita que a pessoa em tratamento precisa ser respeitada no ambiente de trabalho, por isso conhecer os seus direitos é o primeiro passo.

“O preconceito é velado e desculpas como ‘a vaga foi preenchida’ e ‘estamos enxugando a equipe’ são rotina na vida de pacientes com câncer de mama que, após o diagnóstico da doença, precisam voltar ao mercado de trabalho. Isso é uma forma cruel de violência!”, destaca Marcelle, ressaltando a importância de pacientes, gestores públicos e privados, associações médicas, entidades de classe, organizações não governamentais, sociedade civil, parlamentares e pacientes, juntos, conhecerem mais sobre esse assunto. “O projeto também tem um papel educativo junto às empresas”, complementa.

As palestras do Fórum abrirão portas para outros temas quentes, como a Navegação de Pacientes, a atualização de procedimentos e medicamentos no rol da ANS, os principais estudos para o câncer de mama, os fatores genéticos para o controle da doença, o impacto financeiro da judicialização na saúde no Brasil e o impacto da tabela SUS na saúde pública.

Em 14 de agosto, dia anterior ao Fórum, acontece o Encontro de Pacientes, um evento também gratuito que tem o objetivo de empoderar o paciente na defesa de seus direitos a partir do conhecimento. Estarão lá grupos de pacientes do Rio de Janeiro e de outros estados, como Fortaleza, Porto Alegre, São Paulo, e também do Distrito Federal e, assim como no Fórum, debates polêmicos prometem levar o público à reflexão com temas como imunoterapia, sexualidade e câncer de mama, espiritualidade e cuidados paliativos.

“Manter o câncer de mama nas pautas, agendas e prioridades de políticas públicas é fundamental para que seja possível controlar o avanço da doença do país. Conhecimento é algo transformador e a proposta dos eventos é levar conhecimento e engajar a sociedade a fim de motivar maior participação nos processos decisórios da saúde. São questões que impactam diretamente a vida do paciente e não podem ser pautadas apenas pelo custo financeiro. Afinal de contas, a vida humana não tem preço”, defende Marcelle Medeiros.

O Fórum está com inscrições esgotadas. Organizações como Femama e Movimento Todos Juntos Contra o Câncer, além da Oncologia D’Or são apoiadoras institucionais da iniciativa, que tem patrocínio das farmacêuticas Roche, Pfizer e Novartis.