Eventos

Calendário de eventos

ago
22
qui
2019
24º Congresso Abramge e 15º Congresso Sinog: Saúde Suplementar: Desafios e Perspectivas – As Transformações de um Setor Dinâmico @Hotel Renaissance
ago 22 – ago 23 dia inteiro

O CEO da Infoway, Ney Paranaguá, empresa especialista no desenvolvimento de sistemas de gestão, será o moderador de um debate sobre “Inovações na Área Tecnológica”, durante 24º Congresso Abramge e 15º Congresso Sinog, que acontecerá no dia 22 de agosto, às 14h, em São Paulo (SP).

O executivo vai intermediar o debate entre o diretor-executivo do Acate, Walmoli Gerber Júnior, do Co-Founder e CEO da Go Good, Bruno Rodrigues, do CTO da CogniSigns, Leandro Mattos e do Head de Growth – TNH Health, Fábio Sato. Nesta edição, o 24º Congresso Abramge e 15º Congresso Sinog, terá como tema principal a “Saúde Suplementar: Desafios e Perspectivas – As Transformações de um Setor Dinâmico”.

28ª Jornada do Serviço de Cirurgia Plástica da Santa Casa de Misericórdia Porto Alegre @Santa Casa de Porto Alegre - Anfiteatro Hugo Gerdau
ago 22 – ago 24 dia inteiro

Estão abertas as inscrições para a 28ª Jornada do Serviço de Cirurgia Plástica, evento que acontecerá na Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre (RS), de 22 a 24 de agosto, com o tema central mama/implantes mamários, face e contorno corporal.

A coordenação da 28ª Jornada do Serviço de Cirurgia Plástica é do Dr. Pedro Bins Ely, chefe do Serviço de Cirurgia Plástica da Santa Casa.  Entre os palestrantes, estarão grandes especialistas nacionais e internacionais, como Dr. Alexandre Piassi Passos (SP), Dra. Audrey Worthington (SP), Dr. Dênis Calazans (SP), Dra.Gisela Pontes (RJ), Dr. Jaime Anger (SP), Dr. Javier Cucchiaro (ARG), Dr. Jorge Bins Ely (SC), Dr. José Horácio Aboudib (RJ), Dr. Nelson Piccolo (GO) e Dr. Níveo Steffen (RS).

O evento é dirigido exclusivamente a médicos e médicos-residentes, associados da SBCP, e as inscrições podem ser feitas no site.

ICAD Brazil 2019 – Feira e Congresso Internacional de Dermatologia Estética e Envelhecimento Saudável da América Latina @Centro de Convenções Frei Caneca
ago 22 – ago 24 dia inteiro

O ICAD Brazil 2019, evento internacional de Dermatologia Estética e Envelhecimento Saudável da América Latina, chega a sua 6ª edição em uma nova fase. Dirigido exclusivamente para médicos, o Congresso, que está totalmente reformulado, é o único evento multiespecialidades e com a participação de dermatologistas, oftalmologistas, ginecologistas, cirurgiões plásticos, nutrólogos e endocrinologistas. A ideia é promover a interação das diversas especialidades interessadas na área de dermatologia estética.

A uma semana do evento – o ICAD Brazil acontece de 22 a 24 de agosto em São Paulo (SP) – a expectativa da organização é receber um público de mais de dois mil médicos. Para o Congresso serão cinco auditórios com palestras, workshops, cursos práticos e demonstrações ao vivo.

“Os procedimentos estéticos são os destaques no Congresso. Preenchimento facial com técnicas avançadas, fios de sustentação, a associação de tecnologias para os melhores resultados, cefalometria e temas da dermatologia clínica como melasma. Além disso, o foco também se dará na gestão de consultório, que vai ajudar o médico em assuntos relevantes que não são ensinados durante a vida acadêmica”, diz a médica dermatologista Clessya Rocha, membro do comitê científico do evento.

A sala de demonstrações ao vivo é uma das novidades desta edição, com a realização de procedimentos in loco, como fios para rejuvenescimento facial, bioestimuladores faciais, peeling, preenchedores e equipamentos corporais, além de estética íntima.

“O objetivo é munir os médicos de informações, por meio da interdisciplinaridade, com a troca de experiências e, em especial, a entrega de ‘dicas’ do dia a dia que serão exemplificadas nos cursos. Nós, do comitê científico, selecionamos médicos experientes e que estão entregando conhecimento de qualidade, com respaldo científico e ético a todos os participantes”, comenta a Dra. Clessya.

Outro destaque são os cursos práticos no último dia do Congresso. “Nos cursos, os participantes terão a oportunidade de observar o uso de tecnologia para harmonização facial e corporal, como colo laser, criolipólise, ultrassom micro e microfocado, ondas eletromagnéticas combinadas com uso de toxina botulínica, preenchedores e as novas tendências em injetáveis, que são os fios de sustentação”, destaca o dermatologista Dr. Ivan Rollemberg, coordenador dos cursos.

O Professor Dr. Roberto Limongi – presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica Ocular (SBCPO) e parte do comitê científico do ICAD Brazil 2019 – salienta a importância de um evento como ICAD para promover a interação entre as diversas especialidades médicas envolvidas com a dermatologia estética. “No Brasil já avançamos muito no que diz respeito à qualidade na formação técnica e o ICAD é um evento único e inovador neste sentido, além de um encontro que colabora no desafio de alertar sobre os riscos na realização de procedimentos estéticos por não médicos e especialistas”, afirma.

O ICAD 2019 Brazil é destinado exclusivamente a médicos inscritos no Conselho Regional de Medicina (CRM). Os médicos visitantes terão acesso gratuito à área de exposição do evento, com mais de 70 marcas e ao auditório com as palestras sobre Gestão de Clínicas e Consultórios.

Maratona de Cirurgias de Uro-Oncologia @Hospital Erasto Gaertner
ago 22 – ago 23 dia inteiro

Considerado por especialistas um dos maiores pólos de ensino do Brasil em cirurgia minimamente invasiva do câncer, o Hospital Erasto Gaertner (HEG), de Curitiba (PR), promove, nos dias 22 e 23 de agosto, a primeira Maratona de Cirurgias de Uro-Oncologia do Brasil, em parceria com o Instituto Falke.

Durante a Maratona, serão transmitidas 12 cirurgias, ao vivo, de tumores urológicos (localizados na próstata, na bexiga, no rim e nos testículos), usando técnicas minimamente invasivas, para demonstrar aos médicos cirurgiões o que há de mais moderno em procedimentos laparoscópicos e robóticos. Entre elas, estão: Adrenalectomia Laparoscópica, Prostatectomia Radical Robótica, Prostatectomia Radical Laparoscópica, Cistectomia Radical Laparoscopica, Nefrectomia Radical Laparoscopica, Nefrectomia Parcial Robótica, Nefrectomia Parcial Laparoscópica, Linfadenectomia Pélvica Laparoscópica, Linfadenectomia Retroperitoneal Laparoscópica, entre outras.

“Pela primeira vez teremos um evento com tantas cirurgias ao vivo focadas em Uro-Oncologia no Brasil e o Hospital Erasto Gaertner tem atraído profissionais do mundo todo, justamente por ser um dos maiores pólos de ensino de cirurgia minimamente invasiva do câncer. Maratonas como esta refletem diretamente nos resultados dos tratamentos da população em geral. A cirurgia minimamente invasiva é uma realidade no Brasil, inclusive em hospitais com atendimento via  SUS. O paciente tem menos dor, recuperação mais rápida e retorno breve às suas atividades rotineiras de trabalho e lazer”, explica Murilo Luz, cirurgião do Hospital Erasto Gaertner e coordenador do evento.

Entre os convidados para a Maratona de Uro-Oncologia do HEG,  estão os cirurgiões Anibal Branco (Curitiba-PR), Eduardo Quirino (Maringá-PR), João Manzano (São Paulo-SP), Jônatas Pereira (Curitiba-PR), José R. Colombo (São Paulo-PR), Karim A. Touijer (Nova Iorque-EUA), Murilo Luz (São Paulo-SP) e Octavio Castilho (Santiago-Chile).

“Será uma oportunidade única, já que a Maratona acontece dois dias antes do Congresso Brasileiro de Urologia, que também será em Curitiba. Grandes nomes da área irão compartilhar as mais recentes inovações em cirurgias urológicas, inclusive com o sistema cirúrgico robótico, à disposição de pacientes do HEG”, explica Luz.

XVIII Congresso Sul-Brasileiro de Medicina Intensiva e I Congresso das Ligas Acadêmicas de Medicina Intensiva @Associação Médica do Paraná
ago 22 – ago 24 dia inteiro

A Sociedade de Terapia Intensiva do Paraná (Sotipa), em parceria com a Associação de Medicina Intensiva Brasileira, promovem nos dias 22 a 24 de agosto, em Curitiba, o XVIII Congresso Sul-Brasileiro de Medicina Intensiva.

O médico intensivista Dr. Rafael Deucher, presidente do Congresso, vice-presidente da Sotipa e coordenador das UTIs do Hospital VITA Batel, localizado em Curitiba, conta que o evento reunirá profissionais de renome do Brasil e do exterior para abordar o atendimento e procedimentos da medicina intensiva. Além disso, o encontro fará uma abordagem multidisciplinar sobre o assunto, reunindo além de médicos intensivistas, profissionais das áreas de enfermagem, fisioterapia, fonoaudiologia, pediatria e psicologia. “O seminário é uma oportunidade para trocar experiências e discutirmos a importância de ações coletivas, coordenadas e inteligentes dirigidas à atenção e segurança do paciente grave e como devem ser os cuidados na unidade de terapia intensiva”, destaca Dr. Rafael.

Durante o Congresso haverá também uma UTI aérea para exemplificar como é realizado o atendimento a pacientes em situações que necessitam este tipo de atenção e transporte de paciente crítico.

Para os profissionais interessados em submeter seus estudos para a Sessão de Temas Livres, o regulamento já consta no site. Os pesquisadores têm até o dia 31 de julho para fazê-lo.

Na ocasião, será realizado também o I Congresso das Ligas Acadêmicas de Medicina Intensiva, promovido pelo Centro de Estudos e Pesquisa em Emergências Médicas e Terapia Intensiva (Cepeti), que tem a finalidade de viabilizar o estudo e aprofundamento de temas referentes à medicina intensiva por meio de reuniões e participação em pesquisa científica, projetos de extensão, atividades práticas vinculadas ao voluntariado da medicina intensiva.

XXIV Congresso Paulista de Ginecologia e Obstetrícia @Transamerica Expo Center
ago 22 – ago 24 dia inteiro

Consagrado como o maior simpósio da especialidade no Brasil, o Congresso da SOGESP chega a sua 24ª edição em 2019. Com média de 7 mil congressistas, que se mantém há anos, o evento apresenta nível internacional em dimensão e estrutura.

O Congresso mais uma vez será sediado em São Paulo (SP). Ocorrerá de 22 a 24 de agosto, prometendo ser novo marco para a história da Ginecologia e Obstetrícia nacionais.

Os preparativos iniciaram-se ainda no fim de 2018, sob organização da Central de Eventos da SOGESP. Manoel João B. Castello Girão, diretor científico da Associação, afirma que o sucesso do Congresso se deve a vários fatores: “A qualidade dos temas, sempre atuais e de grande relevância, e a escolha criteriosa dos palestrantes garantem elevado padrão de excelência. Além disso, a constante preocupação da Diretoria em buscar melhorar tanto o conteúdo como a forma das apresentações também contribui para o altíssimo nível do debate”.

Obstetrícia

A professora titular do Departamento de Obstetrícia da Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo e coordenadora científica de Obstetrícia da SOGESP, Rosiane Mattar, acrescenta que a organização procura escalar sempre docentes com expressivo repertório específico em cada área. Também há o cuidado de contemplar as diversas regiões do estado de São Paulo. Desse modo, a SOGESP consegue analisar, em cada Regional e em cada escola de Medicina, quais são os professores que podem melhor transmitir seus conhecimentos aos associados. “Procuramos planejar um encontro que abarque assuntos voltados ao médico ginecologista e obstetra no sentido de capacitá-lo e atualizá-lo para a assistência a nossas pacientes.

Durante todas as atividades – desde o curso pré-congresso até as aulas expositivas sobre os top temas, os debates informais, as discussões interativas e os cursos de emergências obstétricas –, a audiência tem participação ampla e ativa. Essa troca entre congressista e ministrante, para nós, é fundamental”, conta Rosiane.

Ela ainda comenta sobre a apresentação de trabalhos científicos, projeto que já faz parte do cronograma do Congresso SOGESP há anos. Segundo Rosiane, para serem aprovados é necessário que tenham originalidade, tratem de assuntos importantes e estejam de acordo com os indicativos das Comissões de Ética apresentados na plataforma Brasil. Prêmios em dinheiro são oferecidos de acordo com a relevância do objeto de estudo, dos achados e da metodologia empregada.

Honorários

Tradicionalmente, o simpósio recebe um fórum sobre defesa e valorização profissional. Na edição de 2019, o fórum acontecerá na sexta-feira à tarde, dia 23, a partir das 15h. Maria Rita de Souza Mesquita, segunda vice-presidente da SOGESP e coordenadora da Comissão em Defesa e Valorização do Obstetra e Ginecologista, destaca que dois temas relevantes serão abordados: aplicabilidade da telemedicina dentro da especialidade de Ginecologia e Obstetrícia e honorários médicos/cobrança segundo a Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos (CBHPM). “Essa questão se torna de extrema importância, uma vez que nem todas as operadoras utilizam a tabela da CBHPM, desenvolvida pela Associação Médica Brasileira (AMB). Outra agravante é que grande parte dos médicos especialistas não está habituada a trabalhar com os portes da Classificação Hierarquizada. Por isso é imprescindível que a SOGESP apresente a problemática aos associados”, pontua Maria Rita.

Ginecologia

Para o coordenador científico de Ginecologia da SOGESP, Rogério Bonassi Machado, além do compromisso em manter o alto nível científico e organizacional e a missão didática, o Congresso ainda funciona como um ponto de encontro dos colegas da Ginecologia e Obstetrícia. Ele também ressalta que, em seu campo de atuação, este ano serão pauta Ginecologia geral, Ginecologia endócrina, anticoncepção, climatério, infertilidade, oncologia, sexualidade e endometriose, entre outros assuntos. “Inclusive, esta edição conta com três cursos práticos sobre endoscopia ginecológica, assoalho pélvico e patologia do trato genital inferior. O curso prático para residentes, que já acontece há dois anos, estará presente também”, finaliza o especialista.

Responsabilidade Social 

Um dos destaques da edição 2019 é fruto de recente parceria firmada com o Instituto Liberta e a Folha de S.Paulo. Será o painel “Exploração sexual de crianças e adolescentes: o tamanho do problema e a responsabilidade do ginecologista e obstetra”.

A pauta merecerá sessão especial em 23 de agosto, das 11h às 12h30. Em formato de roda de conversa, terá participação das presidentes do Instituto Liberta, Luciana Temer, e da SOGESP, Rossana Pulcineli Vieira Francisco, e de alguns convidados especialistas nessa grave questão social e de saúde pública.

Lamentavelmente, no Brasil, as estatísticas são assustadoras: somos o segundo país no ranking de exploração sexual de crianças e adolescentes, números assustadores. Da mesma forma estarrece ver o desconhecimento da sociedade. “Temos milhares de meninas e meninos que se submetem a uma vida indigna, que certamente trará consequências traumáticas quase insuperáveis. Diante desse quadro, Governo e sociedade civil devem assumir seus papéis”, pontua Luciana.

“No caso dos médicos especialistas em Ginecologia e Obstetrícia, é essencial compreender a proporção do drama, preparar-se para o acolhimento, ter consciência da importância da notificação e de como fazê-la, entre outros itens”, finaliza Rossana.

ago
23
sex
2019
VIII Conferência Nacional de Lideranças Políticas Femininas @Bourbon Convention Ibirapuera
ago 23 dia inteiro

Em 23 de agosto, a Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (FEMAMA) realiza a VIII Conferência Nacional de Lideranças Políticas Femininas, em São Paulo (SP). O evento, que é uma sequência da I Conferência Nacional de Prefeitas e Governadoras e VI Conferência Nacional de Primeiras-Damas, realizadas em 2017, une lideranças políticas femininas de todas as regiões do país para trabalhar em conjunto com ONGs locais em busca de soluções para o enfrentamento do câncer de mama no Brasil. As inscrições para o evento ficam abertas até 16 de agosto, e são exclusivas para representantes de ONGs e lideranças políticas.

Seu principal objetivo é estimular e orientar as participantes quanto às possibilidades de influenciar a formulação de políticas públicas que garantam acesso a atendimento qualificado a pacientes com câncer, além de diagnóstico e tratamento ágil e adequado no Sistema Único de Saúde (SUS). “Atualmente, as pacientes enfrentam graves entraves com relação ao diagnóstico do câncer na rede pública de saúde brasileira e também dificuldade de acesso aos tratamentos adequados. A união e empoderamento de instituições que combatem o câncer de mama e lideranças políticas femininas podem gerar mobilização para uma mudança efetiva neste cenário”, afirma Maira Caleffi, mastologista e presidente voluntária da FEMAMA.

Durante o evento, serão promovidas palestras e atividades práticas para apoiar o desenvolvimento de projetos e ações passíveis de serem realizadas nos estados e municípios do Brasil. “Uma das prioridades é a aprovação do PLC dos 30 dias, que estabelece que o SUS tem o prazo máximo de 30 dias para realizar exames que confirmem suspeitas de câncer, e a disponibilização de novos tratamentos para os pacientes, como o pertuzumabe que, apesar de incorporado ao SUS, ainda não é distribuído a pacientes que têm indicação de uso, ou o Succinato de Ribociclibe aprovado recentemente pela ANVISA para pacientes com câncer de mama metastático com expressão hormonal, mas ainda inacessível na rede pública de saúde. Juntos, podemos buscar maneiras de garantir mais qualidade de vida a essas pessoas”, comenta Maira.

Como realizar a inscrição

Podem participar da Conferência Nacional de Lideranças Políticas Femininas: ONGs (associadas e não associadas à FEMAMA), prefeitas e vice-prefeitas, governadoras e vice-governadoras, deputadas federais e estaduais, senadoras, vereadoras, secretárias municipais e estaduais de saúde, e primeiras-damas dos estados ou municípios.

As inscrições podem ser feitas em 3 categorias: Dupla – ONG associada à FEMAMA e liderança política feminina; Dupla – ONG não associada à FEMAMA e liderança política feminina; ou individualmente. A prioridade de inscrições é para quem se candidatar a participar do evento como dupla de trabalho – as inscrições individuais só serão confirmadas após 16 de agosto ou quando se encerrarem as vagas para duplas.

Todas as informações para inscrições estão disponíveis no site do evento. No caso de duplas, é necessário preencher um formulário com os dados da ONG e da liderança, e enviar a carta de compromisso para o e-mail. No caso de inscrições individuais, basta preencher o formulário e aguardar a confirmação. As vagas são limitadas.

Como conquistar a Acreditação
ago 23@8:00 – 17:00

De agosto até setembro, a Organização Nacional de Acreditação (ONA) disponibilizará uma série de cinco cursos presenciais que serão realizados na sede da própria organização. O primeiro deles será “Como conquistar a Acreditação”, no dia 23 de agosto. Serão apenas 25 vagas e as inscrições já estão abertas no site da ONA até o próximo dia 18 de agosto.

O primeiro dos cinco cursos abordará a metodologia da ONA, destacando as principais dificuldades e necessidades para aqueles que pretendem se dedicar à conquista da acreditação. Esse curso é uma das principais demandas dos profissionais que buscam por capacitação na organização.

“A aula presencial é uma grande oportunidade para desenvolver ainda mais o que já trabalhamos na plataforma de educação a distância. Aqui poderemos tirar as dúvidas ao vivo, discutir ações e estratégias que farão a diferença para quem almeja trilhar o caminho da acreditação na sua instituição de saúde”, comenta Gilvane Lolato, gerente de Educação da ONA.

O curso “Como conquistar a Acreditação” trará aos alunos temas como envolvimento dos profissionais no processo de qualidade, responsabilidade da alta gestão, mudança e criação de uma nova cultura de qualidade, engajamento, entre outros.

As atividades serão ministradas por professores do corpo docentes da ONA, que conta com uma equipe multiprofissional com ampla experiência na área da saúde, tanto na metodologia quanto na gestão da qualidade e segurança do paciente.

A demanda dos cursos presenciais surgiu a partir de uma análise do Conselho de Administração da ONA, que percebeu a oportunidade de atender a demanda do público EAD utilizando a nova sede da organização, que agora possui um auditório próprio para receber atividades de educação.

“Com o sucesso dos cursos EAD, a ONA tem recebido também muitos pedidos para cursos presenciais. A ideia é fazer uma atividade de 8 horas de forma prática, rápida e que possibilite a disseminação do nosso conteúdo”, detalha Gilvane.

III Meeting Internacional de Oncologia @Hospital Leforte - Auditório
ago 23@8:00 – 12:30

Promovida pelo Instituto de Ensino e Pesquisa Leforte, a 3ª edição do Meeting Internacional de Oncologia do Grupo Leforte, acontecerá no dia 23 de agosto, em São Paulo (SP), com o objetivo de debater as inovações em diagnóstico e tratamento. Sob supervisão do Dr. Ricardo Antunes, coordenador de Cirurgia Oncológica da instituição e presidente da Sociedade Brasileira de Cancerologia (SBC), o evento reunirá alguns dos maiores especialistas brasileiros e internacionais na área.

O diretor do Instituto Português de Oncologia/IPO, de Portugal, Prof. Dr. Joaquim Abreu de Souza, virá ao Brasil para falar sobre avanços da cirurgia oncológica. O tema também contará com a participação do cirurgião oncológico, Dr. Gustavo Cardoso Guimarães, com foco na mudança de paradigma nessa área, diante da utilização da cirurgia robótica.

A uso de dados na área da saúde, através da Inteligência Artificial, tendência que tem proporcionado avanços importantes na avaliação de populações ou mesmo na individualização de tratamentos, será abordado pelo membro da Divisão Global da Watson Health/IBM, Dr. Daniel Morel.

A personalização dos tratamentos, especialmente por meio da imunoterapia, será o assunto do oncologista Dr. Bruno Santucci. Esses desenvolvimentos também estarão presentes nas palestras sobre Terapia Alvo- Molecular do Câncer, apresentada pelo Dr. Hézio Jadir Fernandes, coordenador de oncologia clínica do Leforte, e a respeito das inovações no campo da onco-genética, com as explanações da Dra. Thereza Taylanne Souza Loureiro Cavalcanti, médica geneticista do Grupo Dasa.

“Vamos focar nos avanços e na multidisciplinariedade em relação ao diagnóstico e tratamento de câncer.  O Brasil possui grande expertise no assunto. Promover essa troca de experiências entre as áreas, incluindo especialistas de outros países, é enriquecedor”, destaca o Dr. Antunes.

A programação do Meeting ainda inclui a participação da Dra. Aisling Barry, uma das responsáveis pelo serviço de Radioterapia do Hospital Princess Margaret, em Toronto, no Canadá, que falará sobre tratamento promissor da  radioterapia esteriotáxica extracraniana (SBRT) em pacientes que apresentam poucas lesões metastáticas fora do sítio primário da doença denominada de oligometastática e seus resultados.”Este é um avanço muito importante já que estamos lidando com pacientes que não são mais submetidos a tratamentos paliativos e que apresentam uma sobrevida prolongada graças a novas técnicas de tratamento”, destaca Dr. Daniel Grabarz, coordenador do Serviço de Radioterapia do Hospital Leforte.

O especialista também destaca que, ao final do evento, haverá uma visita guiada à Radioterapia do hospital, na qual os participantes poderão conhecer o Elekta Infinity, um dos mais modernos equipamentos de tratamento radioterápico do Brasil. A tecnologia inclui recurso de visualização em 4D, capaz de identificar com mais precisão a área a ser tratada e garantir a alta precisão das doses de radiação, poupando os tecidos saudáveis ao redor do tumor. Implantado em 2018, o serviço conseguiu reduzir, por exemplo, o número de sessões de radioterapia em pacientes com tumores de próstata passando de 39 para 20 aplicações tendo a radiação focada somente na região onde está o tumor.

ago
24
sáb
2019
Encontro Anual INAME (Instituto Nacional da Atrofia Muscular Espinhal) 2019 @Hotel Estanplaza International
ago 24 – ago 25 dia inteiro

O Instituto Nacional da Atrofia Muscular Espinhal (INAME), realiza entre 24 e 25 de agosto, o Encontro Anual INAME 2019, em São Paulo (SP). O evento, que em sua primeira edição, era voltado somente para médicos e profissionais da área da saúde, ganha este ano uma nova frente: agora também é destinado para pacientes, familiares e cuidadores. Com o tema “AME + Qualidade de Vida”, o objetivo do encontro é, além de capacitar profissionais da área de saúde, ampliar a discussão sobre a AME ao trazer informações e conhecimento sobre a patologia, tratamento, prevenção e diagnóstico.

“Serão dois eventos simultâneos, um encontro científico e um encontro de pacientes e familiares. Nossa missão é conscientizar a sociedade sobre a atrofia muscular espinhal, doença rara, genética e grave, e gerar conhecimento – para que todos os pacientes com AME possam ter uma vida digna e com qualidade”, explica Luma Barbosa, presidente do Iname.

O encontro científico tem como objetivo aumentar o alcance e difusão do conhecimento sobre a doença. Já o encontro de pacientes e familiares, visa estabelecer melhores práticas de cuidados e tratamentos sobre diversos temas relacionados à AME.

Entre os assuntos que serão abordados no encontro estão: planejamento familiar, fisioterapia respiratória e motora e aspectos nutricionais em pacientes com AME, além de medicamentos já aprovados e também os que estão em fase avançada de estudos clínicos. “No fundo, tudo que buscamos para os nossos filhos se resume a dar qualidade de vida a eles e consequentemente a toda a família. Nesse contexto, todos os temas são pertinentes: tratamentos com medicações, cuidados respiratórios, tecnologias assistivas, cuidados multidisciplinares, enfim, há uma infinidade de coisas importantes para conversar. Os familiares são os protagonistas nos cuidados do paciente com AME, eles têm um papel importantíssimo”, finaliza Luma.

Por se tratar de uma doença que atinge diversos músculos e funções do corpo, a atrofia muscular espinhal exige uma abordagem multidisciplinar de cuidados, que pode ajudar a melhorar a saúde e a qualidade de vida dos pacientes de forma geral. “O paciente que sofre com atrofia muscular espinhal precisa de um cuidado integral, não apenas do tratamento medicamentoso. É necessário que ele seja acompanhado por diversos especialistas, como por exemplo, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, nutricionista, entre outros. A doença atinge a área do sistema nervoso que controla os movimentos musculares voluntários, que permitem realizar atividades como caminhar, sentar, controlar e movimentar a cabeça e engatinhar. A respiração e a deglutição (ato de engolir) também podem ser afetadas”, explica o neurologista e integrante do Comitê Científico do INAME, Edmar Zanoteli.

O evento contará com palestrantes nacionais e internacionais, todos referência em sua área de atuação, vinculados às melhores instituições de ensino e pesquisa do Brasil e do exterior. Entre eles, o professor da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, Dr. Miguel Gonçalves, uma das maiores referências mundiais no tratamento respiratório de pacientes com atrofia muscular espinhal. O especialista é autor e coautor dos mais influentes e eficazes protocolos de ventilação não invasiva, técnicas de tosse assistida e terapia intensiva em doentes neuromusculares

A expectativa de público para o Encontro Anual INAME 2019 é mais de 300 pessoas, divididas entre comunidade científica, cuidadores e familiares. Para participar do evento, é necessário se inscrever pelo Sympla. As vagas são limitadas. A inscrição para o encontro científico é paga. Já para o encontro de pacientes e familiares é gratuita (com limite de até duas pessoas por família).

Conheça a AME: A AME é uma das mais de oito mil doenças raras conhecidas no mundo e afeta aproximadamente de 1 para cada 10 mil nascidos vivos. No Brasil, não há um levantamento oficial que indique o número exato de indivíduos acometidos. Em um trabalho minucioso de levantamento, o INAME já mapeou mais de 900 pacientes em sua base de dados. A enfermidade pode se manifestar em diferentes fases da vida e, quanto mais cedo aparecem os primeiros sintomas, mais grave é o quadro. Alguns pacientes podem apresentar os sintomas já no nascimento ou na primeira semana de vida, e geralmente têm sobrevida de semanas ou meses. Outros apresentam os sintomas até os seis meses e geralmente não são capazes de sentar ou de sustentar a cabeça. Essas crianças apresentam dificuldades respiratórias graves, e dependem de cuidados intensos diários. Outros, com sintomas que se manifestaram mais tardiamente – a AME pode se manifestar até a terceira década de vida -, são capazes de sentar, mas não de andar. Tudo depende de quão agressiva é a doença em cada paciente.

INAME

O Instituto Nacional da Atrofia Muscular Espinhal (INAME) é uma associação de pacientes portadores de atrofia muscular espinhal (AME). Sem fins lucrativos, a entidade atua na busca de tratamento e cuidados adequados para todos os portadores da doença no Brasil, bem como no suporte incondicional às necessidades das famílias – desde o diagnóstico até a rotina diária de atuação multidisciplinar.