Gonzalo Vecina destaca foco no paciente em 1º Fórum de Gestão Médica

272

Uma das mais respeitadas autoridades em saúde do país, Gonzalo Vecina Neto ressaltou que o paciente deve ser o foco da assistência em saúde. Ele foi o primeiro convidado a compartilhar sua experiência durante o 1º Fórum de Gestão Médica da Pró-Saúde, realizado na quarta-feira (3) em São Paulo (SP). “Parece algo redundante, mas não é redundante. O paciente tem de ocupar um lugar central (na assistência). Até porque boa parte das coisas que queremos que aconteça também depende do paciente”, acrescentou.

Durante uma hora e quinze minutos, Vecina expôs sua experiência para os profissionais que participaram do evento — diretores técnicos/médicos, hospitalares e assistenciais, que exercem a liderança da assistência ao paciente Pró-Saúde e atuam nas unidades administradas pela entidade, localizadas em dez estados do país.

Professor do Departamento de Política, Gestão e Saúde da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (USP), ex-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e ex-CEO do Sírio-Libanês, Gonzalo Vecina falou sobre o tema “Governança Clínica: Bases e Conceitos”. “Se o nosso objetivo é melhorar a sociedade através das ações de saúde, nós temos que construir essa relação com o paciente, empoderar o paciente”, acrescentou.

Organizado pela Diretoria Médica Corporativa da Pró-Saúde, o Fórum marcou a apresentação da Política Assistencial da entidade e o compromisso de todos os profissionais presentes com as novas diretrizes. Dom Hugo da Silva Cavalcante, 2º vice-presidente, realizou a abertura do evento. “Hoje é um dia importante para todos nós, porque vamos reforçar o compromisso com as diretrizes de gestão assistencial da Pró-Saúde, então este dia será marcado na história da entidade”. Além do diretor Médico Corporativo, Fernando Paragó, o evento contou, também, com as presenças da CEO da entidade, Wanessa Portugal, e dos diretores Jurídico, Roberto Piccelli, Administrativo e Financeiro, Miguel Duarte Neto, e de Gestão de Pessoas, Jocelmo Pablo Mews.

“O objetivo do Fórum foi promover a inovação no desenvolvimento assistencial da Pró-Saúde. São diretrizes elaboradas a partir da expertise da entidade em atender pacientes que vivem em todas as regiões do Brasil”, explicou o diretor Médico Corporativo da entidade, Fernando Paragó.

O Fórum também abordou outros temas relevantes: “Governança Corporativa”, apresentado pelo diretor de Gestão de Pessoas, Jocelmo Pablo Mews; “Compliance na Atividade de Saúde”, tema exposto pelo advogado e economista Christian Fernandes da Rosa; “Relação com os Prestadores de Serviço”, abordado pelo coordenador Jurídico da Pró-Saúde, Luiz Henrique Dalmaso; “Bases e Aplicabilidade da Farmácia Clínica”, tema apresentado por Marcelo Polacow Bisson, coordenador e professor do Instituto de Pós-Graduação e Graduação (IPOG); e as diretrizes Corporativas para Gestão Assistencial, conduzido pelo diretor Fernando Paragó e sua equipe de gerentes — Altemar Paigel, gerente Corporativo de Atenção Médica; Sandra Miziara, gerente Assistencial Corporativa; e Letícia Teles da Silva, gerente Corporativa de Atenção Farmacêutica.

Na quinta-feira (4), a Diretoria Médica Corporativa realizou, na Sede Administrativa da Pró-Saúde, a segunda etapa do Fórum, a Oficina de Governança Clínica. O objetivo foi definir as estratégias para aplicação da Política Assistencial.

Deixe seu comentário