Hospital Estadual Materno-Infantil celebra a Semana Mundial de Aleitamento Materno e o Agosto Dourado

229

O Agosto Dourado é uma ação que dedica esse mês ao incentivo à amamentação, iniciando com a Semana Mundial de Aleitamento Materno. O Banco de Leite Humano (BLH) do Hospital Estadual Materno-Infantil Dr. Jurandir do Nascimento (HMI), em Goiânia (GO), que é referência no estado, disponibiliza leite humano para recém-nascidos prematuros e de baixo peso, celebrando a importância desse ato de amor, com a promoção, proteção e apoio ao aleitamento.

O leite materno é o primeiro alimento da nossa vida. É através dele que o corpo se desenvolve e é fortalecido, para que as mais variadas doenças sejam prevenidas, pois  contém todas as proteínas, gorduras, vitaminas, açúcares e água que uma criança precisa para se desenvolver, além dos anticorpos e glóbulos brancos que previnem as infecções e as doenças.

O BLH do HMI, está sempre pronto a promover  informação sobre os benefícios do leite materno. E  reforça o quanto o aleitamento materno é essencial no desenvolvimento da criança, uma vez que ele é capaz de reduzir em 13% o número de mortalidade infantil dentro dos cinco primeiros anos de vida da criança. Sendo assim, no dia 6 de agosto, às 12h, haverá a Palestra e Cine Pipoca (com vídeo sobre amamentação), no  HMI, voltado para as gestantes e puérperas internadas na unidade. “Nosso objetivo é incentivar o aleitamento materno. É o melhor alimento nos primeiros seis meses de vida”, explica a coordenadora do Banco de Leite Humano do HMI, Renata Leles. Após essa idade, a dieta ideal da criança seria a combinação de alimentação saudável com a amamentação até os dois anos de idade, de acordo com a OMS.

Atualmente, o BLH trabalha com um estoque mensal  que varia entre 150 a 200 litros de leite humano, doados por mães nutrizes. Esse estoque,  é suficiente para atender somente a demanda do hospital. A unidade é abastecida por meio de doação. São cerca de 60 mulheres doadoras cadastradas.

O BLH do HMI, estimula o aleitamento materno desde quando foi fundado, há 21 anos. A unidade é abastecida com doações de mães com excedente de leite, que realizam a doação no próprio local ou armazenam o produto em casa. Para coletar o material, o BLH conta com o apoio do Corpo de Bombeiros Militar de Goiás, que disponibiliza veículo e profissionais de apoio. As profissionais vão até as residências das doadoras e, além de coletar o leite, fazem um trabalho de orientação às mães. Após ser coletado, o leite é analisado e pasteurizado para que fique em condições sanitárias para o consumo. O leite é então congelado, podendo ficar armazenado por seis meses. O BLH é pioneiro na realização de atividades voltadas para a conscientização da importância do aleitamento materno e da doação de leite, o que contribui com a certificação de “Hospital Amigo da Criança”, concedida por meio da Iniciativa Hospital Amigo da Criança, idealizada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pela Unicef.

Deixe seu comentário