Médicos na Cozinha

843

Mudar hábitos para ganhar saúde não é algo fácil ou rápido de ser feito, mas muitas vezes é o passo definitivo para dar fim a doenças sérias como diabetes, problemas cardiovasculares, obesidade, hipertensão, entre outras.

A forma como o médico se porta em seu dia a dia também reflete na forma como ele vai tratar seu paciente e, acima de tudo, na adesão do paciente à terapia indicada. Foi com o propósito de transformar o estilo de vida dos profissionais que pesquisadores da Universidade de Harvard, nos EUA, implementaram o projeto Médicos na Cozinha, que ensinou receitas e dicas aos médicos que puderam transmiti-las aos seus pacientes. Dra. Tassiane Alvarenga e Dra. Paula Pires, ambas endocrinologistas e metabologistas, são entusiastas da causa e a trouxeram ao Brasil.

“Acreditamos que a comida é uma parte essencial de como mantemos nossa saúde e que o que escolhemos colocar no nosso prato pode ser a maior intervenção em saúde que uma pessoa pode fazer diariamente”, dizem. E é por isso que elas se juntaram ao psiquiatra Daniel Mendes para transformar as ideias em um livro, lançado em 25 de abril.

Os três médicos contam que têm a certeza de que a saúde não depende apenas de uma alimentação saudável, e sim de vários outros pilares, como sono, felicidade, controle do estresse, exercício físico e conexões sociais e, no livro, vão falar um pouco sobre como as pessoas podem ter o controle de sua saúde e prevenir doenças utilizando uma abordagem baseada nos pilares da medicina do estilo de vida.

“Nosso objetivo aqui não é revelar a fórmula da felicidade ou a dieta mágica para o emagrecimento. Queremos ajudar a guiar médicos e pacientes a como viver uma vida de bem-estar para que cada um possa criar um plano de mudança para si mesmo”, defendem. E apesar de o livro ter sido escrito para médicos e profissionais de saúde, todo o conteúdo pode ser aproveitado por pessoas comuns que desejam ter mais qualidade de vida.

Deixe seu comentário