Primeira cirurgia de pieloplastia robótica pediátrica de Minas Gerais é realizada na Rede Mater Dei de Saúde

317

Mais um procedimento pioneiro em Minas Gerais foi realizado pela Rede Mater Dei de Saúde por meio do robô Da Vinci Xi. Em novembro desse ano, o urologista Rafael Almeida Magalhães, com o auxílio dos urologistas Pedro Romanelli de Castro e Marcelo Esteves Chaves Campos, realizou a primeira cirurgia de pieloplastia robótica em uma criança menor de 5 anos.

A pieloplastia é o tratamento cirúrgico indicado na estenose da junção uretero-pélvica (JUP). “Em crianças, a estenose da JUP pode provocar dor lombar e infecções, e o objetivo do procedimento cirúrgico é aliviar as dores, evitar infecções e preservar a função do rim”, comenta Rafael, responsável pela cirurgia. A estenose de JUP é o termo utilizado para descrever um estreitamento que ocorre na junção do rim com o ureter, que é o canal que leva urina à bexiga. “O estreitamento dessa junção leva a uma dificuldade de drenagem da urina e, consequentemente, uma dilatação renal ou hidronefrose. Essa dilatação renal pode provocar um déficit parcial ou total da função do rim. O procedimento de pieloplastia consiste em remover a porção estreita entre o rim e o ureter e fazer uma nova ligação entre eles, dessa vez mais ampla”, explica o urologista.

A utilização do Da Vinci Xi, recurso tecnológico de última geração da Rede Mater Dei de Saúde, permite realizar incisões pequenas na cirurgia, menor manipulação dos tecidos operados e maior controle dos instrumentos, o que diminui o risco de sangramentos e lesões inadvertidas de órgãos nobres. O procedimento foi considerado um sucesso pela equipe médica. “A possibilidade de oferecer aos nossos pacientes um tratamento com tecnologia de ponta e ter certeza que você fez o melhor possível, com segurança e qualidade, é muito gratificante. O resultado com o bem-estar do paciente condecorara nosso trabalho”, finaliza Rafael Magalhães.

Deixe seu comentário