Projeto inédito no país de telemedicina em UTI pediátrica é lançado pelo Hospital Moinhos de Vento

142
Foto: Leonardo Lenskij

Começou a funcionar na quinta-feira (1), no Hospital Moinhos de Vento, uma forma inédita de atendimento em UTI pediátrica no país. Uma equipe médica em Porto Alegre (RS) fará o acompanhamento, por telemedicina, de pacientes em instituições do SUS em Palmas (TO) e Sobral (CE). O projeto TeleUTIP nasce de parceria com o Ministério da Saúde, por meio do Programa de Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (Proadi-SUS).

Nas manhãs de segunda a sexta, médicos e enfermeiros farão videoconferência com seus colegas a 2 mil quilômetros de distância, no Hospital Geral de Palmas, e a 3 mil, no Hospital Regional Norte (HRN), para acompanhar pacientes pediátricos internados em UTI.

Nas instituições de Tocantins e Ceará, as equipes vão conduzir, até os leitos, um carrinho de telemedicina portando, entre outros equipamentos, uma câmera de vídeo de alta resolução. De Porto Alegre, os profissionais do Moinhos de Vento poderão movimentar o equipamento e, entre outros recursos, dar zoom na imagem para ver o paciente mais de perto e verificar dados nos monitores.

Conhecimento de excelência

Cada caso será discutido com os profissionais locais. As decisões – como prescrições de medicamentos, recomendações e condutas – serão anotadas em um prontuário eletrônico. A equipe local precisará dar o ciente nas informações registradas.

“Vamos compartilhar todo o nosso conhecimento de excelência. E todas as especialidades médicas daqui serão oferecidas. Se um paciente necessitar de atendimento cardiológico, por exemplo, haverá um especialista acompanhando o caso”, afirma o médico Felipe Cabral, responsável técnico pelos projetos de Telemedicina do Hospital Moinhos de Vento.

As médicas responsáveis pelas UTIs pediátricas atendidas pelo projeto estavam presentes no lançamento da TeleUTIP, na manhã desta quinta, em Porto Alegre. “Estou impressionada como a telemedicina vai nos ajudar. A tecnologia está avançando e muito. A qualidade da imagem que estou vendo aqui é excelente. Vai ser possível ver muito bem os pacientes”, disse Maria Regina Pinto Komka, coordenadora-chefe da UTI pediátrica do Hospital Geral de Palmas. A instituição é a única na capital de Tocantins com UTI pediátrica. São nove leitos.

Oportunidade para melhorar o atendimento

Manuela Monte, coordenadora médica da UTI pediátrica do Hospital Regional Norte, de Sobral, também aprovou a nova tecnologia. “A nossa UTI é nova, tem cinco anos de funcionamento. A telemedicina será uma excelente oportunidade para qualificar e aprimorar o nosso atendimento. O hospital tem 10 leitos em UTI pediátrica, atendendo uma região com 1,6 milhão de habitantes a 230 quilômetros da capital, Fortaleza.

O secretário municipal de Saúde de Porto Alegre, Erno Harzheim, também esteve na inauguração do projeto e destacou a importância da telemedicina. “Esse projeto une tecnologia com valores, cuidados, e qualidade assistencial. Essa é a forma de produzir inovação e tecnologia para o bem das pessoas. É unindo um bom conjunto de valores com o que a gente tem de melhor da tecnologia”, destacou o secretário.

A telemedicina é desenvolvida pela Equipe de Responsabilidade Social do Moinhos de Vento em conjunto com a coordenação nacional do Programa Telessaúde Brasil Redes da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Ministério da Saúde, através do Programa de Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (Proadi-SUS). Por meio desse projeto, instituições de saúde privadas, de reconhecida excelência, desenvolvem projetos para qualificar o SUS.

“Estamos com 29 projetos, por meio do Proadi-SUS, em todo o país na área de educação, pesquisa e gestão. A telemedicina é um grande marco para nós. No ano passado, já tivemos o início do projeto com o Teleoftalmo. Com tecnologia, vamos enfrentar o desafio de melhorar o atendimento de saúde em diferentes regiões do Brasil”, afirma Luiz Eduardo Mariath, gerente de Responsabilidade Social do Hospital Moinhos de Vento.

Expertise a serviço de todo o país

Na abertura do evento de lançamento, o superintendente executivo do Hospital Moinhos de Vento, Mohamed Parrini, destacou o uso da tecnologia para melhorar o atendimento na área de saúde no país. “A telemedicina é mais um desses avanços que reafirmam a nossa essência. São a tecnologia e a expertise de profissionais da área da saúde do Moinhos levando para lugares distantes tudo aquilo que temos de melhor”, frisou.

Ainda no evento de abertura, Carlos Pedrotti, médico de referência do Centro de Telemedicina do Hospital Israelita Albert Einstein, de São Paulo, apresentou os resultados obtidos com o uso dessa tecnologia. A instituição implantou esse modelo de atendimento à distância em 2012, em urgência e emergência. Dois anos depois começou a TeleUTI adulta. Conforme ele, os resultados obtidos mostram a eficiência dessa ferramenta.  “Com a telemedicina, evitamos o retrabalho e o transporte de pacientes para outros centros de atendimento”, ressaltou Pedrotti.

Deixe seu comentário