Santa Casa de Porto Alegre está entre as 100 melhores ONGs do país

159

A Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre (RS) recebeu no dia 1º de novembro, por sua atuação como hospital privado de caráter filantrópico, o prêmio de 100 melhores ONGs do país, oferecido pela Revista Época, Rede Filantropia e Instituto Doar que reconhece as entidades pelo padrão de gestão e transparência. Mais de 1700 instituições inscritas em todo o Brasil foram avaliadas pela Fundação Getúlio Vargas. O trabalho do ranking identifica as entidades que realizam as melhores práticas organizacionais, de boa governança e transparência para a sociedade, entre outras. Para a seleção, são levados em conta diversos aspectos. Entre os pontos analisados estão se a entidade  tem estatuto publicado e se abre contas. São analisadas ainda fontes de recursos, como as suas metas são escolhidas e como a organização avalia seus resultados.

“A partir deste ano, a Santa Casa começa a fazer parte deste seleto grupo, tendo reais possibilidades de aumentar sua captação de recursos, pois muitas empresas só apoiam entidades que possuem esta certificação”, explica a gerente de Captação de Recursos da Santa Casa Rosana Peres.

O ranking completo pode ser conferido aqui: melhores.org.br/de2018

Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre

É integrada por quatro hospitais gerais e cinco especializados, formando um complexo hospitalar, com destaque nas áreas de clínica médica, cirurgia geral, cardiologia, neurocirurgia, pneumologia, oncologia, pediatria e transplantes. Realiza mais de seis milhões de procedimentos em saúde por ano, sendo mais de 60% deste volume direcionado a usuários do Sistema Único de Saúde, conforme a legislação da filantropia. Somente no ano passado, o déficit com o SUS na Santa Casa ficou em R$ 145 milhões e, neste ano, já são mais de R$ 100 milhões de déficit.

Deixe seu comentário