Sociedade Brasileira de Cardiologia discute parcerias de saúde com o poder público

862

A Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) tem buscado dar apoio ao poder público nas esferas municipal, estadual e federal, com o objetivo de impactar nos índices para reduzir as mortes por doenças cardiovasculares, principal causa de óbitos no Brasil. A parceria da SBC se destina à colaboração técnico/científica, desde a atenção primária, programas como o SBC vai à Escola, disseminação dos Treinamentos em Emergências Cardiovasculares Avançado e Básico – TECA A e B, entre tantos outros. Na Paraíba, o presidente eleito da SBC (biênio 2.020/21), Marcelo Queiroga, foi recebido, em audiência, pela secretária de Saúde do Estado, Cláudia Veras. Queiroga detalhou todos os projetos que a entidade tem desenvolvido ao longo dos anos e, especificamente sobre o TECA, destacou a relevância dos treinamentos para qualificar o atendimento das emergências cardiovasculares.

“Pretendemos promover uma série de ações para a qualificação de recursos humanos que atuam na atenção primária, média e alta complexidade”, contou Queiroga, logo após a reunião. Ele reforçou a importância de descentralizar o atendimento cardiológico no país para que, cada vez mais, tenhamos centros de excelência em todos os estados. “Um exemplo é o Hospital Metropolitano Dom José Maria Pires, que é o primeiro hospital público dedicado à Cardiologia no Estado da Paraíba. Uma iniciativa que a população tanto carecia”, completou Queiroga.

A primeira ação da parceria entre a SBC e a Secretaria de Saúde do Estado da Paraíba será o evento “As Mulheres do Coração”, em 17 e 18 de maio, que discutirá as doenças cardiovasculares na população feminina. “As atividades científicas serão ministradas pelas mais destacadas cardiologistas do Brasil”, conta Marcelo Queiroga.

Para Cláudia Veras, “é muito importante a parceria com a SBC para trabalhar temas tão relevantes para a saúde dos paraibanos. A Secretaria de Saúde se compromete em oferecer todo o apoio necessário para a realização dessas atividades”, destacou a secretária.

Deixe seu comentário