Unidade I do Hospital Márcio Cunha passa por melhorias e modernização

759
Foto: Elvira Nascimento

Cuidar da vida em todos os seus estágios com segurança e qualidade, com visão sustentável e responsabilidade ambiental, faz parte da missão da Fundação São Francisco Xavier (FSFX). Por isso, o Hospital Márcio Cunha (HMC), de Ipatinga (MG), anuncia mais uma boa notícia para a região do Vale do Aço: a conclusão da obra de reforma e modernização dos apartamentos e enfermarias da Unidade I, mais conforto para os pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) e convênios, além de menos impacto para o meio ambiente. Cinco andares do hospital passaram por uma reforma completa. Os locais foram reformados para tornar os quartos e espaços de uso comum ainda mais confortáveis e práticos.

As mudanças também contemplaram os espaços internos dos apartamentos. Nos locais, a acústica foi melhorada para evitar a interferência de ruídos sonoros no ambiente e proporcionar maior privacidade aos clientes. Foram colocados ainda forros de gesso para melhorar o isolamento acústico dos quartos. “Esta reforma demonstra a preocupação da instituição com a vida particular e o bem-estar dos nossos clientes. A Fundação busca continuamente oferecer excelência nos seus processos, práticas e prestação de serviços. Além de um atendimento ainda melhor, a obra proporcionará conforto para os pacientes”, afirma o superintendente do Hospital Márcio Cunha, Mauro Oscar Soares de Souza Lima.

Responsabilidade Ambiental e Sustentabilidade

 A obra evidencia a responsabilidade ambiental da instituição por toda parte, ao aproveitar os recursos naturais de forma eficiente e sustentável. Para a iluminação dos andares foram utilizadas lâmpadas de led, que apresentam maior durabilidade. Nos banheiros dos apartamentos, foram colocados acionamentos duplos nas descargas para auxiliar na economia de água, o que representará uma economia média de 35% da água utilizada nas descargas. Os chuveiros dos banheiros foram trocados e agora contam com dispositivos de acionamento instalados com um monocomando que mistura água fria e água quente de forma automatizada evitando o desperdício. As instalações elétricas e hidráulicas foram substituídas, assim como os pisos dos quartos e tetos.

Com a reforma, a infraestrutura foi melhorada e os espaços otimizados. “Foram feitas mudanças conscientes e que vão nos ajudar a economizar recursos e, ao mesmo tempo, melhorar o ambiente para os nossos clientes e colaboradores. Os pacientes que precisarem utilizar as dependências nos andares de internação vão perceber que as mudanças vão contribuir para que eles tenham uma experiência ainda melhor ao utilizarem os nossos serviços”, conta Luís Márcio Araújo Ramos, diretor executivo da Fundação São Francisco Xavier.

Os materiais das bancadas dos quartos foram trocados por inox e as torneiras foram substituídas pelos modelos clínicos. “Toda a obra foi feita conforme orientações da vigilância sanitária e também pensando na humanização que é um dos compromissos do nosso hospital. Agora é possível apreciar a vista das sacadas dos andares, antes totalmente fechadas, por meio do vidro instalado, o que permite desfrutar do local com segurança. Todas as intervenções foram feitas para garantir o conforto dos nossos pacientes, que são a grande razão das melhorias contínuas que são realizadas na unidade”, conclui Luís Márcio.

Inovação

Para a reestruturação dos andares, a inovação também foi aportada. As chamada para equipe de enfermagem que antes eram feitas por cabo de rede, agora serão feitas por wifi. O novo modelo possui todos os recursos: chamada de leito, ajuda, emergência, banheiro, dentre outros. O sistema de combate a incêndios também foi contemplado na obra e passou por uma adaptação, com o que há de mais moderno para garantir a eficácia e a segurança de colaboradores e pacientes. As sinalizações foram refeitas e sistema foi redimensionado e relocado para novos ambientes.

Deixe seu comentário