Unimed-Rio realiza desejos de pacientes internados em seu hospital

4221

Comer um sanduíche ou uma fatia de pizza com refrigerante. Ouvir um músico ao vivo ou tomar sol. Receber a visita de familiares que não vê há algum tempo. Situações corriqueiras podem se transformar em verdadeiros desejos para pacientes de longa permanência em unidades hospitalares. Foi pensando nisso que a Unimed-Rio resolveu bancar o “gênio da lâmpada”, na última sexta-feira (5), levando carinho e alegria ao atender a desejos de um grupo de pacientes internados em seu hospital, na Barra da Tijuca. A ação surpresa intitulada “Dia do Desejo” foi realizada em homenagem ao Dia Mundial da Saúde, comemorado anualmente em 7 de abril.

“Essa é, sem dúvida, uma das partes mais gratificantes do nosso trabalho, e deixa claro que cuidar de cada paciente vai muito além da assistência médica. O cuidado, muitas vezes, está nos pequenos gestos. Agradeço aos familiares desses pacientes pela confiança que nos foi depositada”, diz Gabriel Massot, Diretor Geral do Hospital Unimed-Rio.

Uma das pacientes envolvidas é Helena Bramili Percegoni (82), internada há mais de um ano por conta de alterações cutâneas decorrentes de infecção. Casada há 60 com Luiz Guilherme Percegoni, com quem teve três filhos e se tornou avó de sete, Helena revelou – sem saber da ação – o desejo de reunir toda a família em uma visita, com direito a bolo e refrigerante, mas não sem antes saborear o seu hambúrguer favorito acompanhado de batatas fritas.

E quem não gostaria de ficar bonita e levantar a autoestima em um momento de fragilidade? Esse foi o desejo manifestado por Marlene do Carmo Marinho Brito de Abreu, de 78 anos. Internada desde janeiro devido a doenças vasculares, Marlene ganhou um completo dia de beleza, com direito a cabeleireiro, manicure e maquiadora.

Porém, em momentos assim, o desejo de um paciente pode ser bem mais simples. É o caso de Augusto Cesar Falcão de Queiroz, de 84 anos. Paciente da UTI Geral desde o início de janeiro e com um quadro de pneumonia bacteriológica, Augusto só queria sair um pouco ao ar livre e olhar para o céu ensolarado.

Desejos como esse são como “música para os ouvidos” dos pacientes. No caso de José Cláudio Alves, literalmente. Fã da banda The Police e também de música clássica, José Cláudio, de 58 anos, recebeu a visita de um violinista para um show exclusivo em seu leito. Voltando aos desejos gastronômicos, que costumam ser destaque nessa lista, José Carlos dos Santos Valente, de 65 anos, sonhava em degustar, ao lado da esposa, sua pizza preferida: a de calabresa.

“Esta ação reforçou a união de nossas diferentes áreas e foi uma mostra de como gestos de carinho e acolhimento podem fazer uma enorme diferença na vida dos pacientes, sobretudo os de longa permanência. Sem dúvida, atitudes como essa geram impacto na autoestima e no bem-estar desses pacientes, ajudando também na recuperação deles”, afirma Paulo Henrique Ribeiro Bloise, Diretor Médico do Hospital Unimed-Rio.

Esta é a primeira vez que a Unimed-Rio realiza o Dia do Desejo. A ação contou com a participação de cerca de 30 colaboradores de diferentes áreas da cooperativa.

Deixe seu comentário