VII Congresso Internacional de Cuidados Paliativos recebe mais de 2100 participantes

550

A Academia Nacional de Cuidados Paliativos (ANCP) realizou entre os dias 21 e 24 de Novembro, na cidade de Belo Horizonte (MG), o VII Congresso Internacional de Cuidados Paliativos da ANCP que reuniu 2197 paliativistas de todo o Brasil, que tiveram acesso à mais de 20 horas de intenso aprendizado e network, tornando-se um dos maiores eventos de cuidados paliativos da América Latina. Além das palestras, no dia 21 ocorreram os quatro cursos pré-congresso todos com salas lotadas reunindo 713 participantes.

A sessão de abertura foi conduzida pelo presidente da ANCP, Daniel Neves Forte e a representante da comissão local Sarah Ananda Gomes, e contou com uma mensagem de vídeo enviada pelo cantor do Gilberto Gil. Logo após o encerramento das formalidades, Daniel Forte apresentou o Panorama do Cuidado Paliativo no Brasil. No primeiro dia também foi iniciada a exposição dos 731 pôsteres selecionados. Após o encerramento da programação do primeiro dia foi realizada a Assembleia Geral Extraordinária da ANCP na qual foi aprovada a reformulação do atual estatuto da entidade.

Já o segundo dia foi marcado pelas reuniões dos comitês de trabalho da ANCP, entrega dos prêmios do aos três primeiros colocados da 2ª Edição do Concurso Cultural de Fotografia para o Dia Mundial de Cuidados Paliativo feita no stand da ANCP feita pelo vice-presidente André Filipe Junqueira dos Santos, e a realização da prova teórica do Exame de suficiência em Medicina Paliativa deste ano. Ao encerramento da programação do segundo dia foi realizada a Assembleia Geral Ordinária da ANCP, na qual ocorreu apresentação dos resultados da associação, com exibição do vídeo da Fundadora e Diretora do Center to Advance Palliative Care (CAPC) Diane Meier falando sobre parceria com a associação. Eleição da próxima cidade sede para o VIII Congresso Internacional de Cuidados Paliativos da ANCP, a disputa ficou entre as cidades do Fortaleza-CE e Curitiba-PR, sendo escolhida pela maioria a capital paranaense.

Durante a assembleia ocorreu também a eleição da Chapa Alianças, composta por André Filipe Junqueira dos Santos – Presidente, Douglas Henrique Crispim – Vice-presidente, Érika Aguiar Lara Pereira – Secretária, Esther Angélica Luiz Ferreira – Tesoureira, Cristhiane da Silva Pinto – Coordenadora científica, Vítor Carlos Silva – Diretor administrativo, Rodrigo Kappel Castilho – Colaborador e Neulânio Francisco de Oliveira – Colaborador, para a Diretoria Nacional da ANCP 2019-2020. Além da eleição das diretorias das Regionais da ANCP 2019-2020 e conselheiros os médicos Mirlane Guimarães de Melo Cardoso e Toshio Chiba, todos eleitos por aclamação dos associados adimplentes presentes. As atas das assembleias serão disponibilizadas em breve no site da ANCP.

No último dia do congresso, na cerimônia de encerramento foi realizada a premiação dos pôsteres, no primeiro lugar ficou Gabriela Alves de Oliveira Hidalgo com o trabalho “Intercorrências comuns e situações de Urgência no Paciente em Cuidados Paliativos: Principais temas para a Formação do Residente em Medicina de Família e Comunidade”, no segundo Patrícia Puccetti Pires com o trabalho “A aplicabilidade da “Pergunta Surpresa” como ferramenta prognóstica em pacientes com comorbidades crônicas graves” e no terceiro lugar Marcella Tardeli Esteves Angioleti Santana com o trabalho “Adaptação Transcultural e Validação Semântica do Instrumento Necpal CCOMS-ICO© para a língua Portuguesa”. Todos os trabalhos aprovados serão publicados no site do congresso, assim como os certificados. Anúncio da próxima cidade sede para o VIII Congresso Internacional de Cuidados Paliativos da ANCP em 2020 e a formalização das novas diretorias eleitas da ANCP 2019-2020.

Durante o congresso, além da programação científica, os congressistas também foram agraciados com a programação cultural incluindo as apresentações do coral Mário Pena (22/11), Grupo Miguilim (23/11) e encerrando o evento o Grupo Querubim (24/11).

Academia Nacional de Cuidados Paliativos (ANCP)

Fundada em fevereiro de 2005, Academia Nacional de Cuidados Paliativos (ANCP) tem o objetivo de empenhar-se pelo reconhecimento da especialidade na área médica e viabilização do acesso ao serviço no Brasil, que de acordo com relatório divulgado pela OMS, não possui iniciativas suficientes. Conta atualmente com mais de 1000 associados e estima que existam mais de 177 instituições com equipes de cuidados paliativos no País, incluindo desde de serviços em atenção primária até as principais instituições públicas e privadas. E considerando o total de hospitais existentes no Brasil, nota-se que a demanda por atendimento de cuidado paliativo é muito superior à oferta disponível atualmente.

Deixe seu comentário