Eventos

Calendário de eventos

out
24
qui
2019
I Encontro das Academias de Medicina de São Paulo e do Rio Grande do Sul e XXIV Congresso de História da Medicina @ Associação Paulista de Medicina (APM)
out 24 @ 8:00 – out 27 @ 18:00

O ato de cuidar é inerente ao ser. Em meio a tantos progressos tecnológicos, torna-se cada vez mais relevante olhares e contato humanísticos, principalmente quando se trata da medicina. Com essa premissa, o XXIV Congresso Brasileiro de História da Medicina fará um raios X a profissão médica em sua totalidade, incentivando a pesquisa e enfatizando a necessidade de especial valorização à humanismo ao longo de toda a formação do médico.

O convidado especial da edição de 2019 é o renomado professor grego Nicolas Kastanos Hatzinicolis, fundador do Movimento Hipocrático e da Aliança Global para Educação Médica. Ela desenvolverá aula magna de título “Hipócrates, a Tecnologia e o Rosto Humano na Medicina”.

Vale pontuar que Hipócrates definiu a medicina como profissão de equilíbrio de “excelência na ciência e no toque humano”. Entretanto, durante o século passado, a explosão no volume de conhecimento, a especialização e a sub especialização dos médicos em dezenas de áreas de atuação, os avanços na tecnologia e a moderna estrutura gerencial dos sistemas de saúde criaram tensão e desequilíbrio entre ciência e toque humano.

O impacto dessas mudanças será justamente um dos motes da palestra do professor Kastanos e de posterior debate com a audiência. Ela ainda tratará da essencialidade de a medicina não fugir às origens. Mesmo porque das principais motivações dos estudantes que ingressam nas faculdades de Medicina é servir à comunidade. Contudo, já foi demonstrado que se essa motivação não for cultivada, especialmente durante os primeiros anos da faculdade, pode desaparecer em uma porcentagem considerável dos casos.

Longa trajetória  

Desde a sua criação, em 1951, o Congresso já percorreu diversos pontos do Brasil. Agora volta a São Paulo após um intervalo de duas décadas. Entre 24 e 27 de outubro, na sede da Associação Paulista de Medicina (APM), profissionais de diferentes áreas vivenciarão o mais expressivo encontro relacionado à história da medicina no país, compartilhando experiências e conhecimentos em conferências, temas livres (trabalhos científicos), premiações, homenagens por entrega de medalhas, mesas redondas e apresentações de pôsteres.

O XXIV Congresso Brasileiro de História da Medicina será também cenário de congraçamento entre médicos, professores, historiadores e estudantes de diversas especialidades, ocorrendo simultaneamente ao I Encontro das Academias de São Paulo e do Rio Grande do Sul. Serão mais de 40 palestrantes, vindos de diferentes regiões do Brasil e do exterior.

Premiação 

As premiações são uma tradição do XXIV Congresso Brasileiro; visam a incentivar a pesquisa na área de história da medicina. O “Prêmio Carlos da Silva Lacaz” será atribuído aos estudantes de medicina que concorrem, em nível nacional, com monografias relacionadas ao assunto. A “Medalha José Correia Picanço” reconhecerá personagens com contribuição ao ensino médico do estado-sede (São Paulo), enquanto a “Medalha Ivolino Vasconcellos” brindará os participantes que lançaram livros sobre História da Medicina no ano de realização do Congresso.

Palestras especiais 

A palestra de abertura oficial do Congresso será de José Carlos do Valle, livre docente de Clínica Médica da UNI-RIO, especialista em Oncologia Clínica pela SBOC/AMB, membro do American College of Physicians, membro titular da Academia Nacional de Medicina e presidente da Secção de Medicina da ANM, cadeira número 13. Ocorrerá em 24 de outubro, às 20h, tendo o título de “O Homem, o Médico e o Câncer – Fragmentos de Uma História”.
Caberá ao Dr. Carlos Alberto Basílio de Oliveira, Rio de Janeiro, protagonizar a aula de encerramento em 26 de outubro, às 12h. Professor titular de Anatomia Patológica da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, mestrado em Anatomia Patológica pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e doutorado em Anatomia Patológica pela Universidade Federal Fluminense, ele discorrerá sobre o tema “A História da Patologia”.

out
25
sex
2019
II Jornada de Neurologia e Neurociências de Santos @ Associação Paulista de Medicina - APM Santos
out 25 – out 26 all-day

A segunda edição da Jornada de Neurologia e Neurociências de Santos (SP) será realizada pela Associação Paulista de Neurologia (APAN), em 25 e 26 de outubro. O encontro tem como objetivo estimular o contínuo desenvolvimento e qualificação dos profissionais, para uma assistência cada vez melhor aos pacientes. Merecem destaque os painéis sobre medicamentos biológicos, drogas produzidas a partir de células vivas, como micro-organismos e plantas.

De acordo com a coordenadora da Jornada, a dra. Yára Dadalti Fragoso, neurologista clínica e neurocientista, mestra e doutora pela Universidade de Aberdeen na Escócia, o foco estará nas doenças autoimunes e nas possibilidades de tratamento que se abrem com as novas terapias biológicas.

“Os reumatologistas e imunologistas se juntaram a nós, neurologistas, pois o assunto é de interesse comum. Assim preparamos uma grade científica bem estruturada sobre a evolução do sistema imune através do tempo, sobre como responde a imunidade no sistema nervoso, fármacos e sua efetividade, além de outros pontos”, afirma.

Entre os convidados, estão especialistas de referência da Universidade de São Paulo (USP), Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual (IAMSPE) e Universidade Metropolitana de Santos (UNIMES), além da Clínica de Reumatologia, de São Paulo, e da Casa da Esperança, de Santos.

Assim como na primeira edição, haverá uma gincana, com os participantes respondendo questões de neurologia, neuroanatomia, neurociências e imunidade. Eles serão divididos em cinco times. A equipe vencedora ganhará um brinde surpresa e todos os seus integrantes receberão certificados da premiação.

Sepse e Cuidados Paliativos @ Instituto de Treinamento em Cadáveres Frescos (ITC)
out 25 – out 26 all-day

Você já ouviu falar em sepse e cuidado paliativo? Sepse é um termo médico usado para infecção generalizada. De acordo com estudos publicados pelo Instituto Latino Americano da Sepse (ILAS), a doença causa mais mortes do que câncer de mama, infarto do miocárdio e AVC. Apenas no Brasil, são 400 mil novos casos por ano e mais 50% deles acabam levando à morte. Já cuidados paliativos se concentram na qualidade e não na duração da vida, oferendo assistência humana e compassiva para as pessoas nas últimas fases de uma doença incurável para que possam viver o mais confortavelmente possível.

“A Sepse acontece quando o corpo responde a uma infecção atacando os próprios órgãos, provocando o mau funcionamento dos mesmos. Essa infecção pode ser provocada por fungos, bactérias, protozoários ou vírus. Porém, é importante ressaltar que existem inúmeros cuidados que os profissionais da saúde podem tomar para diminuir as chances de infecções generalizadas”, explica o sócio fundador da EME Doctors, empresa especializada em formações na área médica, Dr. Gustavo Deboni.

Foi pensando nesses profissionais que a EME Doctors lançou a atualização em Sepse e Cuidado Paliativo. Ela ocorre nos dias 25 e 26 de outubro, em Balneário Camboriú (SC). A atualização faz parte da pós-graduação em Medicina de Emergência, ofertada pela EME Doctors, porém o módulo é ofertado para médicos de todo o país.

“A Sepse é um dos maiores desafios de nossa época. Ela vem adquirindo crescente importância com o aumento de sua incidência e pela melhoria progressiva ao seu atendimento nas unidades de emergências. O tratamento paliativo nestas unidades se constitui no novo paradigma, promovendo uma discussão salutar entre os recursos diagnósticos, cada vez mais complexos e a qualidade de vida para pacientes sem possibilidades terapêuticas. Já os cuidados paliativos são um atendimento especializado e de extrema importância voltado para a melhoria ou manutenção da qualidade de vida de pacientes com doenças graves”, conta Dr. Deboni.

Corpo Docente

A atualização em Sepse e Cuidado Paliativo é ministrada por especialista altamente qualificados, sendo eles:

  • Dr. Bruno Martins Tomazini – Médico, graduado pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, com residência em Clínica Médica e Medicina Intensiva pela USP. Criador do Blog de Medicina Intensiva ICU Revisited.
  • Dra. Sabrina Ribero – Médica, graduada pela Universidade Federal do Ceará, com residência em Clínica Médica e Pneumologia pela FM USP, além de Doutorado em Pneumologia na mesma instituição. Especialista em Medicina de Emergência e área de atuação em Cuidados Paliativos AMB. Formação em Cuidados Paliativos pela Northwestern University of Chicago. Coordenadora do Comitê de Emergência da ANCP (Academia Nacional de Cuidados Paliativos).
  • Dr. Cleyton Gregory – Médico, graduado pela Universidade Federal de Santa Catarina, com residência em Infectologia pelo Instituto Emilio Ribas (SP). Especialização em Clínica Médica pela SBCM. MBA em Gestão em Saúde e Controle de Infecção (INEP). Especialização em Extensão Universitária em Medicina Hiperbárica.
  • Dr. Gustavo Deboni – Médico fundador e presidente da EME Doctors. Coordenador médico do centro de treinamento AHA em Santa Catarina. Coordenador da pós-graduação Lato Sensu em medicina de emergência. Gerente e médico do hospital e maternidade Marieta K. Bornhausen, em Itajaí, Santa Catarina.  Diretor clinico do Hospital Municipal Ruth Cardoso, em Balneário Camboriú, Santa Catarina. Chefe de cirurgia do Hospital Municipal Ruth Cardoso, em Balneário Camboriú, Santa Catarina. Médico emergencista do Hospital e Maternidade Marieta K. Bornhausen. Docente da graduação de medicina da UNIVALI. Médico regulador do SAMU de Balneário Camboriú, Santa Catarina. Especialista em medicina de emergência. Graduado em medicina pela Faculdade de Medicina de Marília (FAMEMA). Médico cirurgião geral pelo Hospital do Servidor Público de São Paulo (HSPM). Titulação no ACLS, ATLS, e Ultrassonografia em urgência e emergência.

Conteúdos abordados no Sepse e Cuidados Paliativos na medicina de emergência

  • Panorama atual da Sepse no Brasil;
  • Protocolos atuais;
  • Pneumonias;
  • Infecção do Trato Urinário;
  • Infecções menos comuns mas não menos importantes;
  • Leptospirose, Meningococcemia e Meningites;
  • Infecções Nosocomiais;
  • Atualização em Antimicrobianos;
  • Atendimento ao paciente séptico na unidade de emergência;
  • Cuidados paliativos na unidade de Emergência;
  • Debridamentos cirúrgicos;
  • SIDA na visão do emergencista;
  • Infecções Virais.
out
31
qui
2019
IV Simpósio de Farmácia e Bioquímica @ Hospital Estadual de Bauru - Auditório
out 31 @ 13:00 – 18:00

Estão abertas as inscrições para o IV Simpósio de Farmácia e Bioquímica das Unidades Famesp/Bauru, que acontecerá no Hospital Estadual de Bauru (SP), no dia 31 de outubro. O evento é destinado a farmacêuticos, bioquímicos, biólogos, biomédicos e estudantes dessas e de áreas afins. As vagas são limitadas.

Nesse ano, o tema central do Simpósio é “Perspectivas para a prática integrativa, complementar e interprofissional”. A programação inclui cinco palestras, ao todo. O time de palestrantes é formado por médicos, biomédicos e farmacêuticos com ampla experiência profissional e acadêmica. Entre eles, o especialista em Saúde Pública e em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas, Roberto Martins Figueiredo, que ficou conhecido por “Doutor Bactéria” ao fazer parte de quadros televisivos em programas como Fantástico (Rede Globo), Hoje em Dia e Tudo é Possível (Rede Record). O profissional vai ministrar o tema “Hábitos errados – atitudes para mudar”, que será a segunda palestra da programação, prevista para início às 14h40.

O evento é promovido pelas unidades estaduais de saúde gerenciadas pela Fundação para o Desenvolvimento Médico e Hospitalar (Famesp) em Bauru, com profissionais do Hospital Estadual, Hospital de Base, Maternidade Santa Isabel e AME Bauru, e tem patrocínios da Bayer, Sanofi, Aimara, Siemens, Zodiac, Cristália, ISPM Brasil, CQC, Hermes Pardini, Gráfica São Luis e Kelly Moura-Consultoria Natura.

nov
5
ter
2019
HEMO 2019 – Congresso de Hematologia, Hemoterapia e Terapia Celular @ Riocentro
nov 5 – nov 9 all-day

Maior congresso das áreas de Hematologia, Hemoterapia e Terapia Celular na América Latina, o HEMO 2019 acontece de 6 a 9 de novembro, no Rio de Janeiro (RJ), promovido pela Associação Brasileira de Hematologia, Hemoterapia e Terapia Celular (ABHH).

Realizado anualmente, em 2019 o evento reunirá mais de 5 mil congressistas, que participarão de palestras, mesas redondas, conferências e eventos multidisciplinares com speakers brasileiros e do exterior. Entre os temas em destaque estão novos procedimentos para diagnóstico precoce e preciso, além de tratamento de cânceres no sangue, como o mieloma múltiplo, leucemia e o linfoma.

Dante Langhi Jr., presidente da ABHH, explica que, além de Hematologia, Hemoterapia e Terapia Celular, o Congresso terá atividades científicas em diversos eixos temáticos, como Medicina Transfusional, Hemostasia e Trombose, Hemoglobinopatias, Hematologia Pediátrica, Anemias, Onco-Hematologia etc., com a presença de mais de 400 conferencistas brasileiros e mais de 60 experts internacionais: “São muito bem-vindos profissionais da Medicina, Ciências Biomédicas, Farmácia, Odontologia, Psicologia, Enfermagem, entre outras áreas, bem como estudantes, pacientes e gestores públicos”, ressalta.

Segundo Angelo Maiolino, presidente do HEMO 2019 e diretor de Comunicação e coordenador dos Comitês de Mieloma Múltiplo e de Acesso a Medicamentos da ABHH, 2019 é um ano bastante produtivo nas pesquisas científicas e discussões políticas relacionadas ao diagnóstico e tratamento de neoplasias do sangue.

“O HEMO 2019 será um congraçamento de diversos eventos realizados pela ABHH este ano, que congregaram experts do Brasil e do mundo”, complementa Maiolino, que também é professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e reconhecido como um dos maiores pesquisadores pela comunidade global em mieloma.

Participações internacionais e outras novidades

Momento especial do evento, a Conferência Magna “Mieloma Múltiplo” será realizada dia 9 por Jesús San Miguel. Expoente mundial no assunto, o médico hematologista espanhol fez contribuições inovadoras para a biologia celular e na área da terapêutica do mieloma. Entre as participações estrangeiras, o evento contará ainda com a presença de Richard Kaufman, editor da conceituada Revista Blood, da Sociedade Americana de Hematologia (ASH, da sigla em inglês), e Francesca Gay, hematologista do Hospital Universitário de Turim, na Itália.

Outro destaque ficará por conta do painel de discussão sobre judicialização na área de Onco-Hematologia, o Simpósio conjunto da ABHH com a Associação Europeia de Hematologia (EHA, da sigla em inglês) e do Fórum Educacional das Instituições de Apoio a Pacientes Portadores de Doenças Hematológicas ou Onco-Hematológicas.

Ainda durante a programação, a ABHH realizará o II Fórum de Acesso a Medicamentos com o objetivo de ampliar o debate sobre incorporação e acesso de drogas inovadoras hematológicas, tratamento onco-hematológico na saúde pública e suplementar e questões relacionadas, como as iniciativas da Associação junto ao Ministério da Saúde.

A programação do HEMO 2019 também trará diversas atividades para estudantes e residentes, entre os dias 5 e 6 de novembro.

nov
6
qua
2019
XXIV Congresso Brasileiro de Medicina Intensiva @ Centro de Eventos do Ceará
nov 6 – nov 9 all-day

Mais de 25 palestrantes internacionais compõem a programação do 24º Congresso Brasileiro de Medicina Intensiva, que esse ano acontece em Fortaleza (CE), de 7 a 9 de novembro. Promovido pela Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB), o CBMI é considerado o maior evento da América Latina voltado ao setor, uma vez que reúne os mais renomados especialistas para debater temas atuais e relevantes da terapia intensiva mundial, proporcionando uma experiência diferenciada aos milhares de participantes que comparecem ao congresso anualmente.

Em 2019, o grupo de palestrantes estrangeiros do evento abrange profissionais de destaque do segmento vindos da Austrália, Bélgica, Canadá, Chile, Espanha, Estados Unidos, Holanda, Itália, Portugal e Reino Unido. Alguns dos temas que serão abordados estão: pediatria, resultados cirúrgicos e sepse, ventilação mecânica, pacientes graves, insuficiência circulatória aguda, emergência médica, prevenção e tratamento do delírio e do sono interrompido na UTI, terapia intensiva em obstetrícia, segurança do paciente, fisioterapia, entre outros.

Entre os destaques vale mencionar o australiano Rinaldo Bellomo que, nos últimos 5 anos, figura na lista dos pesquisadores mais citados em medicina clínica no mundo e, em 2014, foi selecionado como uma das mentes científicas mais destacadas do mundo na década anterior pela Thomson-Reuters.

O espanhol Gabriel Heras La Calle também está entre os convidados notáveis do evento, onde conduzirá atividades a respeito da questão da humanização das UTIs. Criador do projeto Humanizando Los Cuidados Intensivos – HU-CI, La Calle traz às suas apresentações no congresso a visão da instituição sobre o assunto, segundo a qual o cuidado de pacientes críticos, para ser humanizado, deve envolver diferentes fatores igualmente importantes, incluindo pacientes, famílias e profissionais, e que os cuidados de saúde do século XXI devem ser centralizados nas pessoas.

Bala Venkatesh, austríaco pioneiro no desenvolvimento de um sistema de monitoramento contínuo de gases do sangue, também marca presença no CBMI, assim como Luciano Gattinoni, especialista italiano com mais de 400 artigos publicados, que falará sobre sua pesquisa focada na fisiopatologia e no tratamento da insuficiência respiratória aguda, incluindo posicionamento propenso, sepse e distúrbios da base ácida.

“Os grandes nomes internacionais da medicina intensiva vão deixar a programação do CBMI 2019 ainda mais completa. Os temas que serão abordados vão trazer os principais fundamentos de diagnósticos, procedimentos e habilidades práticas para o tratamento e atendimento ao paciente em situações simples e complexas”, afirma Ciro Leite Mendes, presidente da AMIB.

I Jornada Científica “Sarcopenia em Oncologia: da avaliação ao impacto no desfecho do paciente com câncer” @ Sesc Belenzinho - Teatro
nov 6 @ 9:00

Já estão abertas as inscrições para a I Jornada Científica promovida pelo IBCC Oncologia, evento que acontece no dia 6 de novembro, em São Paulo (SP). Com o tema: “Sarcopenia em Oncologia: da avaliação ao impacto no desfecho do paciente com câncer”, os participantes poderão selecionar um dos 3 blocos de interesse (ou os 3 blocos) divididos tem grandes focos como, Farmácia, temas multidisciplinares ou Nutrição.

A Sarcopenia é caracterizada pela perda de massa e força na musculatura, muito natural de ocorrer com o envelhecimento e quando o paciente inicia tratamentos oncológicos. O evento é uma oportunidade de atualização de conhecimento científico em oncologia. Além do Grupo de Apoio Técnico do IBCC Oncologia, outros especialistas farão parte das mesas e discussões.

No bloco de Farmácia serão abordadas as relações de alguns medicamentos e saúde osteomuscular, além do tratamento farmacológico de sarcopenia. No bloco Multi, serão tratados temas como a Gestão do Cuidado, Fadiga, Repercussões Psicológicas diante do Tratamento Oncológico e a pré-habilitação para resultados de melhores desfechos em cirurgia oncológica. O bloco de Nutrição reúne temas, como a relação da prescrição de quimioterapia com a massa muscular, Nutrição não convencional na caquexia e sarcopenia do câncer, Nutrição integrativa e controle de sintomas do paciente com câncer, além de avanços em avaliação nutricional como uso de Tomografia Computadorizada, Bioimpedância elétrica e ultrassonografia.

As inscrições limitadas.

Informações complementares aos participantes:

  1. O certificado será emitido por bloco presenciado e a cada início de sessão realizaremos a conferência da sua inscrição.
  2. O evento é uma grande oportunidade para você se atualizar, mas também pode ajudar nossa unidade de longa permanência IBCC Jaçanã http://www.ibcc.org.br/unidade-jacana/. Lá, os pacientes ficar institucionalizados por longo tempo e muitas vezes não possuem familiares ou cuidadores. Se você puder contribuir, fique à vontade para trazer, no dia do evento, quaisquer um dos itens abaixo:
  • Higiene pessoal: shampoo, condicionador, sabonete líquido, desodorante (todos neutros), escovas de dente, escovas de cabelo ou pente;
  • Roupas: camisetas, agasalhos, calças tipo moletom ou meias;
  • Para se inscrever, selecione os blocos que deseja participar, lembrando que, por ser um evento gratuito, é interessante que você tenha certeza da sua participação para não bloquear vagas em outros blocos.
nov
7
qui
2019
NeoBrain Brasil 2019 – 1º Congresso Internacional PBSF em Neuroproteção e Neuromonitorização Neonatal @ WTC - World Trade Center
nov 7 – nov 9 all-day

Acontece este ano, nos dias 8 e 9 de novembro, na capital paulista, o NEOBRAIN BRASIL 2019, o 1º Congresso Internacional PBSF em Neuroproteção e Neuromonitorização Neonatal. O evento é totalmente exclusivo sobre “Asfixia Perinatal”, mais conhecida como a falta de oxigenação na hora do parto.

De acordo com a PBSF – Protecting Brains & Saving Futures (Protegendo Cérebros e Salvando Futuros), organização privada responsável pela realização do congresso, estima-se que, no Brasil, nasçam de 15 a 20 mil bebês/ano com asfixia, ou seja aproximadamente de 2 bebês por hora.

“A asfixia perinatal está entre as principais causas de morte e lesão cerebral permanente no Brasil e no mundo, por isso, a importância de discutirmos o assunto. Cerca de 23% da mortalidade de todos os recém-nascidos no mundo é causada pela doença”, diz Dr. Gabriel Variane, neonatologista e fundador da PBSF.

Está confirmada para o NeoBrain Brasil 2019 a presença de diversos professores nacionais e internacionais, que contribuirão para o ensino e a difusão do conhecimento sobre o tema para profissionais que atuam na área, como médicos pediatras, neonatologistas, enfermeiros, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, outros profissionais e estudantes de cursos relacionados à saúde.

O congresso possibilitará a discussão de temas como, o impacto da problemática no Brasil e no mundo; período de transição fetal; hipotermia terapêutica; novas estratégias de tratamento em estudo; exame físico neurológico; monitoramento cerebral (aEEG/EEG e NIRS); atenção multidisciplinar; manejo hemodinâmico, exames de imagem; cuidados específicos de enfermagem; experiência de centros nacionais e internacionais e acompanhamento dessas crianças.

PBSF: telemedicina ajuda a prevenir sequelas neurológicas em bebês de alto risco

A PBSF é uma empresa especializada no monitoramento cerebral de bebês com alto risco para lesão neurológica, como prematuros; asfixiados; cardiopatas; ou bebês com crises convulsivas; mal epiléptico; com malformações do sistema nervoso central; hemorragia intracraniana ou erro inato do metabolismo.

Atualmente, a PBSF está presente em 19 hospitais e nos últimos 24 meses de assistência já monitorizou mais de 1600 pacientes.

Ela oferece aos hospitais suporte para a criação de um modelo de assistência específico denominado UTI Neonatal Neurológica, que inclui monitoramento e cuidado de bebês com risco de lesão cerebral, por meio de uma Central de Monitoramento 24 horas.

O monitoramento eletrográfico e hemodinâmico é realizado de forma remota por uma equipe profissional especializada, permitindo acesso aos exames e discussão de casos clínicos 24 horas por dia.

“Estudos revelam que, caso não sejam oferecidos os tratamentos adequados, grande porcentagem dos sobreviventes irá o viver com déficits neurológicos. A metodologia da PBSF consiste no monitoramento contínuo da criança, o que permite verificar a saúde cerebral e, principalmente, se o bebê está tendo crises convulsivas. Merece destaque o fato de mais de 80% das crises convulsivas neonatais serem completamente subclínicas, ou seja, sem nenhum sinal aparente”, explica Dr. Gabriel Variane.

Além da disponibilização e implantação da tecnologia para a implantação da UTI Neonatal Neurológica, são discutidos protocolos, casos clínicos e promovidos treinamentos longitudinais com as equipes e, tudo isso, possibilita ao médico ter assistência altamente especializada oriunda da equipe da Central de Monitoramento.

Ética Saúde Summit 2019 @ FGV - Auditório
nov 7 @ 7:30 – 16:00

A secretária de Transparência e Prevenção da Corrupção da Controladoria Geral da União (CGU), Claudia Taya, confirmou presença no Ética Saúde Summit 2019. Ela fará a palestra de abertura ‘Combate à corrupção, defesa da transparência e implantação de programas de integridade: peças fundamentais para uma saúde sustentável’. O evento, promovido pelo Instituto Ética Saúde e FGVethics, vai acontecer no dia 7 de novembro, em São Paulo (SP).

“Nos últimos anos, evoluímos muito, com mudanças de postura e mais transparência em diversos segmentos do setor da Saúde. E o Instituto Ética Saúde, com todos os seus parceiros, é protagonista neste avanço. O Summit será um dia de debates e reflexão sobre os próximos passos desta longa jornada. O futuro e a sustentabilidade da Saúde no Brasil dependem de cada um e de todos nós”, afirma o presidente do Conselho de Administração do Instituto Ética Saúde, Gláucio Pegurin Libório.

A mesa redonda ‘Fornecedores de produtos e de serviços de saúde: inovação, incorporação tecnológica, sustentabilidade sistêmica, valor ao paciente e dilemas éticos da atividade econômica’ vai reunir associações que representam diversos setores da saúde, entre elas Abimed, Abimo, Abraidi, Abramed, Anahp, Fehoesp e Ibross.

Em seguida, entidades médicas e representantes de planos de saúde vão debater ‘os desafios das sociedades médicas e operadoras de planos de saúde: sensibilidade, modelos comportamentais e dilemas éticos do profissional de saúde’.

E, encerrando a programação, todos os órgãos do governo que acreditam no proposito do IES e têm acordo de cooperação assinado com o Instituto – ANS, Anvisa, CADE, CGU, TCU – além da Procuradoria Geral da República, vão falar sobre ‘Prêmio e punição na mudança comportamental: atuação na prevenção e combate à corrupção’.

O Instituto Ética Saúde vai fazer o lançamento oficial da campanha de sensibilização Ética não é moda, ética é saúde!

O evento vai reunir empresários e executivos do setor, profissionais de saúde, compliance officers, advogados, auditores, consultores, servidores públicos envolvidos com o tema de saúde e compliance e acadêmicos.

nov
12
ter
2019
58° Congresso Brasileiro de Ginecologia e Obstetrícia (CBGO2019) @ Centro de Eventos FIERGS
nov 12 – nov 16 all-day

Seguem a todo o vapor os preparativos para o 58° Congresso Brasileiro de Ginecologia e Obstetrícia (CBGO2019). A cidade sede será Porto Alegre (RS) e são aguardados cerca de 4.500 profissionais dedicados ao debate dos avanços da Ginecologia e Obstetrícia nacional.

Segundo o presidente César Eduardo Fernandes, o Congresso 2019 é mais um relevante passo para a consolidação a ideia da NOVA FEBRASGO, baseada em gestão corporativa, comprometimento e transparência a favor de uma GO mais digna e respeitada.

O principal evento da FEBRASGO oferece a oportunidade de fortalecer os vínculos éticos, profissionais e científicos que devem caracterizar a atuação das associações médicas e seus associados.

Haverá mais de 250 palestrantes de renome compartilhando conhecimentos com os congressistas em simpósios, mesas-redondas, atividade interativa e debates com alto ganho científico e prático, abordando temas como Anticoncepção, aleitamento materno, assistência ao parto, abortamento e puerpério, climatério, pré-natal, doença trofoblástica gestacional, endometriose, endoscopia e cirurgias ginecológicas, câncer ginecológico, doenças da mama, ginecologia endócrina, ginecologia infanto-puberal, medicina fetal e mortalidade materna, sexologia e infertilidade, vacinas, violência sexual, entre outros.

A presidente da Comissão Local do Congresso Brasileiro de Ginecologia e Obstetrícia 2019, Maria Celeste Osório Wender, comemora o fato de o encontro retornar à capital do Rio Grande do Sul após 24 anos, e destaca também as atrações locais:

“Porto Alegre é uma cidade de muitos encantos e descobertas. Seja pelas suas belezas naturais, como a orla do Guaíba, pela diversidade cultural, por diversas opções gastronômicas e de lazer ou pelos diferentes Museus que abriga, como o Margs e o Iberê, a nossa capital se apresenta como um dos melhores destinos para receber eventos médicos, já que reúne, ao mesmo tempo, infraestrutura, lazer e escolas médicas tradicionais, que formam profissionais destacados em distintas especialidades”.