EXPO-HOSPITAL BRASIL fomenta o mercado da Saúde em Minas Gerais

531

De 22 a 24 de novembro, aconteceu na capital mineira a primeira edição da EXPO-HOSPITAL BRASIL: feira nacional de produtos, equipamentos, serviços e tecnologia para hospitais, clínicas, laboratórios e consultórios médicos.

O evento reuniu no Minascentro um público total de 2.400 pessoas, sendo 1.054 visitantes da feira, 96 palestrantes e 1.250 congressistas que se dividiram que se dividiram em oito congressos: Encontro para esclarecimentos sobre qualificação e fator de qualidade, realizado pela FBH – Federação Brasileira de Hospitais e pela ANS – Agência Nacional de Saúde Suplementar, juntamente com o apoio regional da Central dos Hospitais; V Simpósio de Hotelaria Hospitalar, realizado pela Sociedade Mineira de Hotelaria Hospitalar; Congresso de Gestão de Clínicas e Consultórios Médicos, com o apoio da Central dos Hospitais; IV Simpósio de Engenharia Clínica e Hospitalar, realizado pela AMECH, Associação Mineira de Engenharia Clínica e Hospitalar; Congresso Brasileiro de Gestão Hospitalar Privada, com o apoio da Central dos Hospitais; Enfermagem Brasil – II Congresso Brasileiro de Enfermagem, promovido pela Expo-Hospital Brasil com o apoio das entidades representativas da saúde; Congresso Mineiro de Gestão da Saúde Pública. promovido com o apoio da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais, Secretarias Municipais de Saúde de Belo Horizonte, Contagem e Betim e Encontro Federassantas 2017, realizado pela Federassantas – Federação das Santas Casas.

Daniela Pagliari, diretora técnica da Rede Mater Dei, de Belo Horizonte (MG), foi uma das palestrantes e ressaltou a importância dos profissionais que trabalham nos hospitais, originalmente do setor de saúde, como os médicos, também terem um olhar para a gestão do hospital. “Levar essa veia gerencial até o ato do cuidado é um desafio enorme e é o que tem condição de ter um grande impacto na melhoria do cuidado. Com a visão gerencial, entendemos o motivo de algumas ações como porque é importante perguntar se o paciente tem alergia, já que nesses casos o ideal é usar o álcool para higienizar as mãos. Assim, a execução fica muito mais facilitada, natural e com excelência”.

A presidente da Federassantas, Federação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos de Minas Gerais, Dra. Kátia Rocha, também destacou sobre a relevância da EXPO-HOSPITAL BRASIL para a área da Saúde, em Minas Gerais. “Eventos como este propiciam o compartilhamento, a troca de experiências, relatos e casos, inclusive de experiências ruins para que elas não se repitam em outros cenários. É uma oportunidade muito interessante, ainda mais com congressos simultâneos, para que a gente possa reunir todo o público que trabalha dentro dos nossos hospitais em um único evento. É um passo importante e espero que esse compartilhamento de dados, informações, experiências, possam se reverter numa melhor assistência ao nosso cidadão que demanda o trabalho das nossas unidades de saúde”.

Cássia Greco, gestora de Saúde na Secretaria Municipal de Itaguara, participou do Congresso de Gestão de Saúde Pública e disse que as palestras foram muito enriquecedoras para os funcionários se atualizarem. “O conhecimento gerado pelas palestras é de fundamental importância para o desenvolvimento do setor. Assisti a uma palestra sobre resíduos sólidos de saúde, o que é importantíssimo para o meio ambiente. E sobre a feira, gostei muito da modernidade dos aparelhos de ultrassom, aparelhos de esterilização, oftalmologia e descartáveis para o bloco cirúrgico. No interior, o nosso acesso é menor para as tecnologias, é muito bom conhecer e levar as novidades”.

Feira

A EXPO-HOSPITAL BRASIL recebeu 37 expositores, dos quais 28 já confirmaram presença para a 2ª edição, que já tem data marcada: 21 a 23 de novembro, na Serraria Souza Pinto.

O organizador do evento, Fernando Kutova, destaca o pioneirismo da EXPO-HOSPITAL BRASIL em proporcionar o encontro da indústria da saúde com o seu mercado consumidor em Minas Gerais. “Como Minas não tinha um evento como este, muitas vezes as soluções hospitalares que chegavam aqui atendiam demandas de São Paulo, por falta de conhecimento das necessidades do consumidor mineiro. Com este contato, os fornecedores podem passar a oferecer soluções mais assertivas e customizadas”.

O gerente de qualidade da Medical Hosp, Dêner Florêcio, também comemorou o resultado da feira. “Conseguimos os contatos de clientes que precisaríamos, de pelo menos, seis meses de trabalho. Foi incrível”.

Josemar Moura, diretor comercial da Sicoob Credicom, cooperativa com expertise em soluções financeiras para a área da saúde, avalia que a EXPO-HOSPITAL BRASIL tem tudo para criar raiz por ser um evento estratégico para fomentar a economia do segmento da Saúde no Estado. “Nós temos todo o interesse em alavancar o setor de Saúde em Minas Gerais em todas as suas pontas, seja na indústria, no comércio, no serviço, principalmente gerando oportunidade de trabalho, gerando espaços de trabalho como hospitais e clínicas. Nós somos, aproximadamente, 48 mil cooperados no estado inteiro de Minas Gerais, divididos em 34 agências. No final de ano, abriremos um novo mercado na área da  saúde, com a primeira agência em São Paulo, que já conta com 500 cooperados”.

Raul de Macedo, gerente de produto da Sismatec, um dos expositores da feira, avalia que a primeira edição da EXPO-HOSPITAL BRASIL surpreendeu com um público altamente qualificado. “Fizemos o pré-lançamento do Neonat Flow, unidade neonatal de fluxo laminado que faz a função de incubadora. O produto teve uma receptividade muito boa e temos, pelo menos, uns cinco negócios grandes para fechar, como resultado da feira”.

Leonardo Pimenta, diretor comercial da Mapel, empresa que trabalha com impressão, digitalização e gestão de documentos, acrescenta que o resultado foi bem acima da sua expectativa. “Foram três dias muito produtivos, nos quais conseguimos gerar muitos leads para visitas futuras com perspectivas de bons negócios. Mais do que quantidade, foi um público de qualidade de diversas regiões de Minas Gerais. Além disso, fizemos relacionamentos com expositores que também demandam o nosso serviço”, finaliza.

Deixe seu comentário