Valorização e reconhecimento do profissional são destaques da Semana da Enfermagem 2017 no Estado de São Paulo

4175

Os profissionais de enfermagem – enfermeiros, técnicos, auxiliares e obstetrizes – são fundamentais para a garantia de uma assistência segura e de qualidade nos serviços de saúde. Eles estão 24 horas por dia ao lado dos pacientes e em todas as fases, desde o nascimento, até os últimos dias de vida. A Semana da Enfermagem, promovida entre 9 e 30 de maio, pelo Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo (Coren-SP), trará atos públicos e debates que evidenciarão a importância da categoria.

O mote oficial das comemorações em todo o Brasil é a Enfermagem na Linha de Frente Transformando o Cuidado. O estado de São Paulo seguirá esse tema, adotando a frase “Enfermagem Faz Parte da Vida”, com atividades e palestras com grandes nomes da área e também da educação, como Leandro Karnal. As atividades serão realizadas no interior, Grande São Paulo, litoral e capital.

O ponto alto do evento acontece no dia 23 de maio, na Praça da República, das 9h às 17h, quando profissionais de enfermagem promoverão treinamento aberto e gratuito sobre primeiros socorros a vítimas de ataques cardíacos, com bonecos (simuladores) e ambulâncias, mostrando a atuação da enfermagem no atendimento de urgência, emergência e pré-hospitalar. A ação será realizada em parceria com o SAMU e a Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (Socesp).

Segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia, as doenças cardiovasculares estão entre as principais causas de óbitos no país. Foram responsáveis por 3.153.175 mortes entre 2004 e 2013. Cerca de 52% dos óbitos ocorrem antes de a vítima chegar ao hospital ou de receber pré-atendimento. Estudos também indicam que o tempo entre a chamada e a chegada da equipe de resgate ao local da emergência é de alguns minutos. Ou seja, nestes primeiros instantes após o colapso as chances de sobrevivência da vítima estão nas mãos de pessoas “leigas”. Em todo o mundo, as estatísticas comprovam que uma comunidade devidamente treinada aumenta em 50% as chances de sobrevivência das vítimas de acidentes cardiovasculares.

Cultura da paz

Além de abordar a assistência aos pacientes cardíacos, o Coren-SP também disseminará a cultura da paz, em um ato contra a violência praticada contra profissionais de enfermagem.

Recente sondagem realizada pela autarquia entre janeiro e fevereiro de 2017 traz dados alarmantes sobre essa realidade. Entre os participantes da pesquisa, 77% sofreram agressão no trabalho e 55% foram vítimas mais de uma vez, mostrando que essa é uma situação recorrente.

A maioria dos casos ocorre no SUS e envolve pacientes e seus acompanhantes. O tipo mais comum de violência é a verbal, seguida pelas psicológica e física. Outro dado alarmante revelado pela pesquisa é a subnotificação desses casos. Apenas 35% dos profissionais de enfermagem denunciaram a agressão sofrida, sobretudo devido ao descrédito em relação às políticas de acolhimento e proteção das vítimas. Mais de 80% daqueles que registraram o caso não tiveram qualquer resultado.

Para a presidente do Coren-SP, a violência praticada contra profissionais de enfermagem é reflexo do subfinanciamento do sistema de saúde e da ineficiência dos modelos de gestão, que impactam nas condições e capacidade de atendimento das equipes. Ela cita também a questão de gênero, tendo em vista que a categoria é predominantemente feminina. “Não podemos encarar a violência como algo comum em nosso cotidiano. Ela gera um ciclo que prejudica os profissionais e a própria população”.

Enfermagem Faz Parte da Vida

Em meio às comemorações e como um dos principais eixos da Semana, será lançada a campanha ‘Enfermagem Faz Parte da Vida’”, destacando os momentos em que os profissionais de enfermagem participaram da vida das pessoas, durante o nascimento de um filho, por exemplo, durante uma cirurgia, ou em que um familiar querido esteve doente.

Haverá simultaneamente o lançamento oficial do selo ‘Amor Pela Enfermagem’, criado especialmente para mostrar o orgulho que os profissionais sentem por seguir a carreira e por poder exercer o nobre ofício de cuidar do outro.

Já para a cidade de São Paulo, uma atração especial: o professor Leandro Karnal, doutor em História Social pela Universidade de São Paulo, ministrará palestra sobre valorização, com o tema “A vida que vale a pena ser vivida”.

SEMANA DA ENFERMAGEM

Data/Horário Evento Cidade
09/05 das 8h às 12h30 Semana da Enfermagem de Guarulhos Guarulhos
09/05 das 13h às 18h Semana da Enfermagem de São Caetano do Sul São Caetano do Sul
10/05 das 13h às 18h Semana da Enfermagem de São Paulo São Paulo
11/05 das 08h às 12h Semana da Enfermagem de Sorocaba Sorocaba
11/05 das 13h às 18h Semana da Enfermagem de Botucatu Botucatu
12/05 das 8h às 12h Semana da Enfermagem de Presidente Prudente Presidente Prudente
15/05 das 18h às 22h Semana da Enfermagem de Araçatuba – 1º dia Araçatuba
15/05 das 18h às 22h Semana da Enfermagem de Campinas Campinas
16/05 das 14h às 17h Semana da Enfermagem de Marília Marília
16/05 das 17h às 22h Semana da Enfermagem de Santos – 1º dia Santos
16/05 das 18h às 22h Semana da Enfermagem de Araçatuba – 2º dia Araçatuba
17/05 das 08h às 17h Semana da Enfermagem de Santos – 2º dia Santos
17/05 das 18h às 22h Semana da Enfermagem de São José dos Campos – 1º dia São José dos Campos
18/05 das 8h às 13h Semana da Enfermagem de São José dos Campos – 2º dia São José dos Campos
26/05 das 8h às 12h Semana da Enfermagem de Ribeirão Pires Ribeirão Pires
30/05 das 14h às 16h Semana da Enfermagem de Diadema Diadema
30/05 das 18h às 21h Semana da Enfermagem de Mauá Mauá

Deixe seu comentário