Centro Universitário conquista participação em três Centros de Pesquisas Aplicadas em Inteligência Artificial

No dia 4 de abril foi divulgado o resultado do edital aberto por iniciativa conjunta da FAPESP, Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e Comitê Gestor de Internet no Brasil (CGI.br), com objetivo de instituir Centros de Pesquisas Aplicadas (CPAs) em Inteligência Artificial com foco nas áreas de saúde, agricultura, indústria e cidades inteligentes. O Centro Universitário Facens, em parceria com empresas e outras instituições de ensino superior do Brasil e do exterior, participará de projetos e pesquisas nos Centros de Cidades Inteligentes, Saúde e Indústria 4.0.

O objetivo dos núcleos é o desenvolvimento de pesquisas científicas, tecnológicas e de inovação, aplicadas e orientadas à resolução de problemas que possam ser resolvidos por meio de inteligência artificial. Ao todo, 19 propostas de instituições de ensino superior e pesquisa foram submetidas ao edital, aberto em 2019. A análise envolveu mais de 80 pareceres de assessores nacionais e internacionais.

“Estamos muito felizes e animados em participar de um movimento, com colaboração nacional e internacional, em prol da ciência e dos desenvolvimentos tecnológico e social. Todos os setores contemplados nestes Centros são de extrema importância para o crescimento no nosso país. Temos certeza de que nossa equipe tem muito a contribuir com todas as pesquisas e inovações que estão por vir”, afirma Paulo Roberto de Carvalho, reitor do Centro Universitário Facens.

O CPA Inteligência Artificial Recriando Ambientes (IARA), com foco em Cidades Inteligentes, terá como pesquisador principal André Ponce de Leon Carvalho e sede no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação da Universidade de São Paulo (ICMC-USP São Carlos). Este núcleo, que também conta com uma rede de pesquisadores de todas as regiões do país, irá focar no estudo de cinco aspectos de cidades inteligentes: cibersegurança, infraestrutura, meio ambiente, saúde e educação, sendo a última área de responsabilidade da Facens.

Já o Centro de Pesquisa Aplicada em Inteligência Artificial para a Evolução das Indústrias para o Padrão 4.0, que terá sede no Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), em São Paulo, e será coordenado por Jefferson de Oliveira Gomes, conta com a colaboração da equipe da Facens, também responsável pela área de educação do Centro. Este núcleo terá foco em monitoramento e controle em tempo real, digital twin, interoperabilidade e integração da cadeia, sistemas autônomos, robótica e máquinas-ferramentas, entre outros.

O último Centro que conta com a participação da Facens é o de Inovação em Inteligência Artificial para a Saúde (CIIA-Saúde), com sede no Instituto de Ciências Exatas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), terá como pesquisador responsável Virgílio de Almeida. O Centros Universitários Facens e Newton Paiva, assim como outras instituições de ensino brasileiras e internacionais parceiras deste CPA, visam a investigação de prevenção e qualidade de vida, diagnóstico, prognóstico e rastreamento, medicina terapêutica, gestão de saúde, epidemias e desastres.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.