Eventos

Calendário de eventos

set
19
qua
2018
XXIX Congresso Brasileiro de Nefrologia @Windsor Oceânico Hotel
set 19 – set 22 dia inteiro

Entre os dias 19 e 22 de setembro, o Rio de Janeiro (RJ) recebe o XXIX Congresso Brasileiro de Nefrologia. O evento, que acontece a cada dois anos, reunirá profissionais e professores, além de convidados internacionais, para promover atualização científica e apresentar novidades da especialidade em diferentes áreas de atuação. A última vez que o evento foi realizado no Rio de Janeiro foi em 1992.

set
20
qui
2018
X Congresso Franco Brasileiro de Oncologia @Windsor Barra Hotel
set 20@17:43 – set 22@18:43

Pela primeira vez, o Congresso Franco Brasileiro de Oncologia terá uma sala dedicada a interdisciplinaridade no tratamento do paciente oncológico, no sábado (22), de 9h às 17h, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro (RJ). A inciativa é da médica oncologista Sabrina Chagas em parceria com a blogueira Day Sant’Anna, do blog Viver Eu Quero.

“Ouvir o outro lado, ou seja, ouvir também os pacientes é uma tendência nos estudos e salas dos congressos europeus e americanos, mas ainda pouco visto aqui no Brasil. Por isso, resolvemos trazer isso para o Franco Brasileiro, e nossa proposta foi aceita. Eu sei bem como é o outro lado. Além de oncologista, vivi de perto o que é ter um familiar com câncer”, conta Sabrina.

A sala será uma oportunidade de aproximar todos os envolvidos na luta contra o câncer. “O ineditismo dessa proposta reside na inversão do olhar na construção do programa científico desta sala. Não vamos partir do ponto de vista exclusivamente técnico, pois queremos extrair o que há de novo na Oncologia que seja capaz de atender diretamente aos anseios de quem luta pessoalmente contra o câncer: o paciente. O que ele e seus familiares mais anseiam é boa informação e qualidade vida”, complementa Day.

O evento é para profissionais da área da saúde.

set
21
sex
2018
1° Simpósio Internacional de Ecocardiografia Fetal e Pediátrica @Hospital Santa Catarina - Auditório
set 21 – set 22 dia inteiro

O 1° Simpósio Internacional de Ecocardiografia Fetal e Pediátrica está sendo promovido e preparado pelo Instituto de Filantropia, Ensino e Pesquisa Lilian Lopes, que tem como principal objetivo oferecer cursos de pós-graduação para médicos e Ecocardiografistas, com foco em cardiopatia congênita.

O evento acontecerá nos dias 21 e 22 de setembro, em São Paulo (SP), em comemoração aos 30 anos de ensino e pesquisa da renomada Dra. Lilian Lopes, referência mundial em Ecocardiografia Fetal e Pediátrica. O Objetivo do Simpósio é levar conhecimento técnico qualificado aos profissionais da área e desenvolvê-los no melhor nível de conhecimento.

“Ao longo destes 30 anos de ensino e pesquisa, tive a oportunidade de encontrar e formar grandes profissionais na área de cardiologia fetal e pediátrica.Será uma imensa alegria reunir e reencontrar muitas das pessoas que participaram das diferentes etapas desta minha jornada.Convido todos os meus alunos, ex-alunos e ex-residentes, além de meus companheiros de profissão, a participarem destes dois dias de reflexão sobre nossa grande paixão: o coração,” reitera a médica Dra. Lilian Lopes.

O Simpósio é voltado para toda sociedade médica que se interessa pelos temas “coração fetal e infantil” e procura atualização no assunto. O evento contará com célebres congressistas nacionais e internacionais da cardiologia fetal, como: Mark Friedberg, José Pedro da Silva, ShragaRottem, Lilian Lopes, entre outros convidados consagrados na área. Os temas tratados serão diversos, como por exemplo, a detecção precoce de cardiopatias congênitas e o impacto das novas tecnologias na ecografia fetal e pediátrica, além outros tópicos de grande relevância na saúde.

Com o intuito de atualizar especialistas da área com informações de fontes seguras e capacitadas, o 1° Simpósio Internacional de Ecocardiografia Fetal e Pediátrica é dedicado aos apaixonados por coração.

VI Simpósio de Fisioterapia Hospitalar @Hospital Alemão Oswaldo Cruz – Bloco E (Auditório – 1º Subsolo)
set 21 – set 22 dia inteiro

Nos dias 21 e 22, acontece o VI Simpósio de Fisioterapia Hospitalar, coordenado pelo Serviço de Fisioterapia do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, de São Paulo (SP). O simpósio é voltado a fisioterapeutas e estudantes de fisioterapia. Entre as temáticas que serão abordadas estão a ventilação mecânica, assistência fisioterapêutica em pediatria, desafios no atendimento fisioterapêutico no paciente com doenças oncológicas, ventilação invasiva, implementação do protocolo de fisioterapia em apneia do sono, dentre outros.

XV Congresso Brasileiro de Cirurgia Crânio-Maxilo-Facial (ABCCMF), X Congresso Brasileiro de Fissuras Lábio Palatinas e Anomalias Craniofaciais (ABFLP) e II Congresso da Associação Latinoamericana de Cirurgia Craniofacial (LATICFA) @Hotel Transamérica
set 21 – set 23 dia inteiro

Entre os dias 21 e 23 de setembro serão realizados três importantes encontros: o XV Congresso Brasileiro de Cirurgia Crânio-Maxilo-Facial (ABCCMF), o X Congresso Brasileiro de Fissuras Lábio Palatinas e Anomalias Craniofaciais (ABFLP) e o II Congresso da Associação Latinoamericana de Cirurgia Craniofacial (LATICFA), em São Paulo (SP), com profissionais do Brasil e América Latina.

Pela primeira vez as duas associações brasileiras, ABCCMF e ABFLP, se juntam à associação latino-americana, LATICFA, para um encontro que tem como objetivo agregar conhecimentos e troca de experiências.

O presidente do Congresso Dr. Cassio Eduardo Raposo do Amaral vê na junção um leque de perspectivas e possibilidades de colaboração mútua que possibilitam troca de experiências e adequação de protocolos em prol do paciente latino-americano.

“Nossa joint venture será criada com a união de esforços das três associações que prometem organizar um evento memorável, com a participação de profissionais brasileiros, latino-americanos e convidados norte-americanos e europeus”, destaca o presidente.

Participarão diversas especialidades que envolvem os tratamentos das fissuras lábio palatinas e anomalias craniofaciais, como a cirurgia plástica, cirurgia crânio-maxilo-facial, ortodontia, fonoaudiologia, otorrinolaringologia, neurologia, psicologia, serviço social, entre outras.

Introdução à Acreditação Internacional
set 21@8:30 – set 22@17:30

Curso presencial – Introdução à Acreditação Internacional – Baseado na 6ª edição do Manual de Padrões de Acreditação da Joint Commission International (JCI). 

Processo de seleção de Educadores/CBA – Entenda o que é um Educador e pré-requisitos clicando aqui

Objetivo – Introduzir o tema sobre a Metodologia de Acreditação internacional, com base nos procedimentos da Acreditação JCI, visando estabelecer uma base de informação e conhecimento para os profissionais participantes auxiliarem  as instituições de saúde na implementação, preparação e manutenção do programa de acreditação internacional.

Público Alvo – Profissionais com formação de nível superior, nas áreas da saúde ou correlatas em administração e engenharia, nesses casos relacionados com gestão ou prática em serviços de saúde.

Desenvolvimento – O curso, promovido pela Coordenação de Ensino, será ministrado por instrutor especializado do CBA, com conteúdo teórico-prático, onde será apresentado todo o processo da metodologia da Acreditação internacional (conceitos, princípios, instrumentos, entre outros), além de leitura de material técnico científico específico e da realização de exercícios.

Conteúdo Programático

Conceituação de avaliação e de acreditação

Perfil e características do avaliador

Objetivos e vantagens da acreditação

Quantificação do valor da acreditação

Contribuição da acreditação par a qualidade e segurança dos cuidados em saúde – evidências

Histórico da avaliação e da acreditação

Fatores críticos para obtenção da acreditação

Enfrentamento de culturas e de resistências à acreditação

Qualidade em saúde – conceitos e situação contemporânea

Cultura da segurança

Preparação para a acreditação

Papéis – Escritório da Qualidade, Coordenação da Acreditação e Grupo Facilitador

Imersão no Manual Hospitalar – 6ª edição

Requerimentos para a acreditação

Padrões, propósitos e elementos de mensuração

Regras de pontuação

Capítulos com foco nos cuidados prestados aos pacientes

Capítulos com foco na gestão

Capítulos para centros médicos acadêmicos

Agenda e avaliação

Regras de decisão para outorga de acreditação

Exercícios através de achados de avaliações.

PAGAMENTO: O curso poderá ser pago de duas maneiras, através de boleto bancário em uma única vez ou parcelado em 3 vezes sem juros, através do site ead.cbacred. Caso sua inscrição seja pessoa jurídica a forma de pagamento será através de boleto bancário em uma única vez.

set
22
sáb
2018
IX Jornada Internacional de Trauma @Hospital 9 de Julho - Auditório (1º andar)
set 22@7:30 – 18:00

O Hospital 9 de Julho (H9J) realiza no dia 22 de setembro a IX edição da Jornada Internacional de Trauma para médicos e profissionais de saúde. O objetivo é apresentar aos especialistas brasileiros o que há de novo sobre o tema. Entre as palestrantes estão a médica e professora na Universidade Nacional do Rosário, a colombiana Dra. Maria Fernanda Jimenez e a americana Dra. Kathleen Martin, diretora do Sistema de Saúde do Trauma no norte do Colorado (EUA).

Um dos mais importantes eventos sobre o tema no país, a Jornada de Trauma reúne o melhor do conhecimento médico na área. Neste ano, o foco será a otimização do atendimento pré-hospitalar para o paciente traumatizado, além das particularidades do tratamento de traumas em crianças.

Para o Dr. Renato Poggetti, cirurgião especialista na área e coordenador do Centro de Trauma do Hospital 9 de Julho, o atendimento às crianças têm crescido nos últimos tempos. “Os acidentes de trânsito estão entre as principais causas de morte na faixa etária de um a 14 anos. Queremos justamente reforçar a importância do preparo das equipes multidisciplinares para que o atendimento seja assertivo e, portanto, resolutivo”.

O especialista explica que, além das diferenças anatômicas do adulto, as crianças  podem dificultar o atendimento pré-hospitalar e hospitalar após um acidente, por não entenderem o propósito de uma injeção ou imobilização, por exemplo. “Muitas vezes, as crianças demoram a demonstrar sintomas como os de uma  hemorragia, por exemplo. Por isso, equipes bem treinadas são fundamentais para uma boa resposta ao tratamento” esclarece o Dr. Pogetti.

Neste ano, serão quatro palestras internacionais com a presença de duas palestrantes internacionais:

  • A Dra. Maria Fernanda Jimenez, médica e professora irá palestrar sobre  “Verificação e avaliação da qualidade dos Centros de Trauma na América Latina e no Caribe”. A especialista é professora na Universidade Nacional de Rosário e atua no Hospital Universitário Mederi em Bogotá, Colômbia. Além disso, a médica é presidente do Comitê de Trauma da América Latina no Colégio Americano de Cirurgiões, uma das mais importantes entidades ligadas ao Trauma no mundo.
  • Outro nome de peso que falará durante o evento é a americana Dra. Kathleen Martin que apresentará o tema “Utilização das experiências militares em centros de trauma civil”, quando tratará de casos que vivenciou durante seu trabalho no Centro de Trauma Civil dos EUA. A especialista foi enfermeira do programa de trauma no hospital do Exército dos EUA na Alemanha, Landstuhl Regional Medical Center de 2006 e já foi CEO da Martin Trauma Associates, onde ajudou a criar centros de trauma em diversas regiões nos EUA.
X Congresso Franco Brasileiro de Oncologia – “O Novo Caminho da Oncologia: Multidisciplinaridade e Comunicação” @Windsor Barra Hotel
set 22@9:00 – 17:00

Pela primeira vez, o Congresso Franco Brasileiro de Oncologia terá uma sala dedicada a interdisciplinaridade no tratamento do paciente oncológico, no dia 22 de setembro, no Rio de JaneIro (RJ). A inciativa é da médica oncologista Sabrina Chagas em parceria com a blogueira Day Sant’Anna, do blog Viver Eu Quero.

“Ouvir o outro lado, ou seja, ouvir também os pacientes é uma tendência nos estudos e salas dos congressos europeus e americanos, mas ainda pouco visto aqui no Brasil. Por isso, resolvemos trazer isso para o Franco Brasileiro, e nossa proposta foi aceita. Eu sei bem como é o outro lado. Além de oncologista, vivi de perto o que é ter um familiar com câncer”, conta Sabrina.

A sala será uma oportunidade de aproximar todos os envolvidos na luta contra o câncer.

“O ineditismo dessa proposta reside na inversão do olhar na construção do programa científico desta sala. Não vamos partir do ponto de vista exclusivamente técnico, pois queremos extrair o que há de novo na Oncologia que seja capaz de atender diretamente aos anseios de quem luta pessoalmente contra o câncer: o paciente. O que ele e seus familiares mais anseiam é boa informação e qualidade vida”, complementa, Day.

O evento é para profissionais da área da saúde.

set
23
dom
2018
XXIII Encontro de Pacientes Transplantados e Candidatos a Transplante de Pâncreas e Rim – Doação de Órgãos e Transplantes @Hospital Leforte – Unidade Liberdade (Auditório - Bloco A)
set 23@8:00 – 12:00

Os avanços da medicina muitas vezes não conseguem ultrapassar as barreiras pessoais, de falta de informação, de investimento ou de custo. Estes pontos norteiam muito quem está à espera de um transplante. No Brasil, mais de 30 mil pessoas aguardam um órgão e, somente no primeiro semestre deste ano, 1.286 pessoas morreram durante essa espera. Os dados são da Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO) e revelam que, apesar do assunto ser de conhecimento geral da população, há muitos pontos que precisam de imediata discussão e efetividade.

Em busca de mais um passo em prol da mobilização da sociedade, acontece no dia 23 de setembro o XXIII Encontro de Pacientes Transplantados e Candidatos a Transplante de Pâncreas e Rim que terá como tema “Doação de Órgãos e Transplantes”. Realizado pela Associação para Pesquisa e Assistência em Transplante (APAT) e pelo grupo Hepato, com a organização do Hospital Leforte, o evento antecede o Dia Nacional de Doação de Órgãos e Tecidos, que será celebrado no dia 27 de setembro.

“O transplante é o único tratamento de saúde no qual a sociedade pode atuar de forma efetiva. O problema é que as pessoas não enxergam como uma questão próxima, a não ser quando alguém da família ou ela mesma precisa de um”, explica o Dr. Tércio Genzini, coordenador do Programa de Transplantes de Pâncreas, Fígado e Rim do Hospital Leforte.

Atualmente, 21.962 pessoas aguardam a doação de um rim, 1.239 de um fígado, 500 esperam na fila de transplante de pâncreas-rim e outros 32 pacientes esperam por um pâncreas. De acordo com o especialista do Hospital Leforte, os problemas são diversos, desde a manutenção do doador, ao diagnóstico da morte encefálica; no entanto, se houvesse mais envolvimento da sociedade, estas questões poderiam existir em menor escala.

No encontro, além de pacientes transplantados e que estão na fila de transplantes, familiares de um doador falecido farão um relato sobre como tomaram a decisão. “Sempre buscamos reunir toda as pessoas envolvidas no processo, porque sabemos que quanto mais gente souber sobre o tema, menos pessoas irão deixar de viver por falta de um órgão que poderia ter sido transplantado”, finaliza.

Programa de Transplantes de Pâncreas, Fígado e Rim do Hospital Leforte

O Hospital Leforte atua na área de transplantes de uma forma inovadora. Seguindo o modelo americano, uma única equipe realiza todas as modalidades de transplantes abdominais, o que melhora a assistência e os resultados. Assim, é atualmente o maior centro de transplantes de pâncreas do Brasil, o maior hospital privado do país em termos de números anuais de transplantes renais e está entre os 3 maiores centros de transplantes de fígado do Estado de São Paulo.

A equipe do Hospital Leforte deve alcançar a marca de mais de 60 transplantes de pâncreas em 2018, podendo ultrapassar centros americanos e tornar-se o maior transplantador do mundo nesta modalidade.

Outros destaques dentro do programa do Hospital Leforte são os transplantes feitos com doadores vivos. No caso do rim, a retirada do órgão é feita por Laparoscopia – técnica minimamente invasiva que proporciona alta precoce, retorno breve às atividades cotidianas e ótimo resultado estético. Os de fígado, uma técnica realizada em poucos hospitais do país (apenas em 3 no Estado de São Paulo), possibilitam que os pacientes tenham doadores disponíveis (pessoas dos seus relacionamentos que se disponham a doar parte do fígado de forma altruística) e sejam transplantados em melhores condições, sem enfrentar a angústia e a incerteza da fila de espera, com resultados iguais ou superiores aos transplantes com doador falecido.

set
24
seg
2018
Machine Learning Healthcare – Design Sprint
set 24 – set 29 dia inteiro

Acontece de 24 a 29 de setembro, em São Paulo (SP), o workshop Machine Learning Healthcare – Design Sprint, promovido pela Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein em parceria com o Portal da Telemedicina e o Google.

O evento tem como objetivo discutir como os profissionais de saúde, gestores e pacientes podem melhorar os processos de atendimento, tornando-os mais produtivos e reduzindo custos, além de melhorar a performance humana de diagnóstico com a utilização do machine learning e inteligência artificial na saúde.

Por meio de palestras e exposições, os presentes poderão debater formas de levar a tecnologia rumo a um atendimento de saúde mais humanizado e auxiliar na criação de protótipos que poderão resolver alguns desafios propostos no workshop.

Dentre eles, dois são direcionados ao Einstein: um com o intuito de utilizar a inteligência artificial emocional para detectar emoções no rosto humano e ajudar o médico a distância, via telemedicina, a interpretar essa linguagem não verbal; e outro, para visitas em UTI de forma remota, colhendo informações sobre o prognóstico e usando algoritmos para a tomada de decisões. Ambos têm como objetivo aproximar paciente e o médico especialista e fazer com que a decisão médica seja a mais acurada possível.