Eventos

Calendário de eventos

jun
23
sex
2017
2º Curso Avançado de Cirurgia Bariátrica/Metabólica Master Medical Series @Hospital 9 de Julho
jun 23 – jun 24 dia inteiro

O Hospital 9 de Julho (H9J), de São Paulo (SP), realiza nos dias 23 e 24 de junho, a 2ª edição do Curso Avançado de Cirurgia Bariátrica/Metabólica Master Medical Series para médicos cirurgiões. O objetivo é dividir o conhecimento e apresentar a evolução dos procedimentos cirúrgicos bariátricos como a gastroplastia endoscópica, uma cirurgia sem cortes feita por endoscopia. O evento contará com um corpo clínico, formado por alguns dos mais importantes especialistas do Brasil, com outros profissionais do País. Uma das participações mais esperadas do evento é a do Dr. Samer Mattar, presidente da Sociedade Americana de Cirurgia Bariátrica e Metabólica.

O Dr. Mattar falará sobre “O que há de novo nas intervenções bariátricas/metabólicas” destacando a gastroplastia endoscópica, que já está sendo iniciada no Brasil. Este procedimento já está em uso há mais de dois anos pelo mundo e recentemente o equipamento foi aprovado pela Anvisa para uso clínico no Brasil. Esta inovação é importante no tratamento cirúrgico da obesidade, já que é minimamente invasivo, feito por endoscopia, sem cortes e com a recuperação mais rápida do que as cirurgias bariátricas realizadas por videolaparoscopia.

Segundo Dr. Almino Ramos, cirurgião do aparelho digestivo, com experiência em cirurgia bariátrica do Centro de Gastroenterologia do Hospital 9 de Julho, por serem consideradas técnicas cirúrgicas complexas, já que tratam da mudança na forma de digestão e de absorção de nutrientes, o ideal é que a bariátrica seja conduzida por profissionais qualificados e experientes nos possíveis efeitos adversos inerentes aos métodos. Entre elas estão os vazamentos de costuras (fistulas), sangramentos e a embolia pulmonar.

Dentro deste contexto, o médico explica: “O Dr. Samer Mattar vai mostrar também o panorama da Bariátrica nos Estados Unidos, benchmarking em procedimentos de alta complexidade. Queremos levar aos colegas uma visão de fora sobre como está a evolução da técnica no mundo”, explica o Dr. Ramos.

O curso será ministrado por um grupo de cirurgiões bariátricos experientes e o público-alvo são principalmente médicos e residentes interessados em saber mais sobre as cirurgias bariátricas minimamente invasivas: “Nossa ideia é debater pontos de vista dos especialistas com foco em oferecer a opção terapêutica que melhor beneficie os pacientes”, afirma o Dr. Ramos ao lembrar a cirurgia é apenas um dos passos do tratamento, já que os pacientes precisam manter acompanhamento psicológico e nutricional por um longo período – antes e depois do procedimento.

Referência em conhecimento

No curso, os especialistas do Hospital 9 de Julho e convidados tratarão consensos sobre os tratamentos para as diferentes indicações clínicas de modo a torná-los mais seguros e efetivos para os pacientes. “Para nós, essa troca de experiências é muito rica. Todos ganham com profissionais mais bem preparados e atualizados sobre as melhores práticas”, salienta o Dr. Ramos.

A programação inclui o debate “Perspectivas de realização da cirurgia bariátrica/metabólica no Brasil para os próximos 10 anos” sobre as questões mais desafiadoras do ramo. Serão apresentados também duas cirurgias ao vivo, com os passos cirúrgicos mais indicados para evitar complicações, além de alguns casos clínicos.

Outro tema a ser abordado é o correto manejo terapêutico da esteatohepatite, doença relacionada ao acúmulo de gordura do fígado extremamente frequente e que pode determinar consequências graves como a cirrose do fígado.

As cirurgias bariátricas são indicadas para pessoas obesas com IMC (Índice de Massa Corpórea) acima dos 35, com doenças associadas como diabetes, gordura no fígado, hipertensão e apneia do sono entre outras. O IMC é calculado dividindo o peso (em quilogramas) pela altura (em metros) ao quadrado. As intervenções têm diversas abordagens cirúrgicas (gastrectomia vertical, by-pass gástrico etc) e são indicadas conforme avaliação médica.

Jornada Avançada em Craniossinostoses e Anomalias Congênitas @Hotel Golden Tulip Paulista Plaza
jun 23 – jun 24 dia inteiro

A Associação Brasileira de Cirurgia Crânio-Maxilo-Facial (ABCCMF) realiza em São Paulo, nos dias 23 e 24 de junho, dentro do Fórum de Debates 2017, a “Jornada Avançada em Craniossinostoses e Anomalias Congênitas”. A iniciativa reunirá cirurgiões crânio-maxilo-faciais e membros da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia e Neurocirurgia Pediátrica para discutir avanços na área. Jeffrey Fearon, um dos mais experientes cirurgiões craniofaciais do mundo, fará duas conferências principais no evento.

O presidente da ABCCMF, cirurgião plástico Cassio Eduardo Raposo do Amaral, explica que a neurocirurgia é uma especialidade importante de interface com a cirurgia crânio-maxilo-facial. “Acredito que esta será uma oportunidade única no Brasil de contar com a junção de profissionais experientes de diferentes especialidades e muitas vezes com diferentes visões sobre o mesmo assunto”, afirma.

Inscrições diretamente no local do evento.

VII Fórum da Alegria em Saúde
jun 23 – jun 24 dia inteiro

Para compartilhar experiências, integrar voluntários e estimular pessoas à prática de ações solidárias, pelo sétimo ano consecutivo o grupo Remédicos do Riso, do Hospital Amaral Carvalho, realiza o Fórum da Alegria em Saúde. O evento será nos dias 23 e 24 de junho, em Jaú (SP).

Nesta edição, o encontro terá o tema “Algo a mais…”, para ressaltar a importância da dedicação e carinho em toda atividade que beneficie ao próximo. “Teremos médicos e voluntários, entre outros palestrantes, que vão falar sobre o calor humano e o que os motiva a buscarem fazer sempre mais do que foi proposto”, explica um dos organizadores, Rogério Fabre.

O VII Fórum da Alegria em Saúde, como nos outros anos, terá oficinas na sexta-feira à noite, e apresentações especiais no sábado durante o dia. As inscrições terão início em breve, com vagas limitadas. Interessados em patrocinar podem entrar em contato pelo e-mail forumalegria@amaralcarvalho.org.br.

XXVII Jornadas Internacionais de Oftalmologia de Coimbra @Espaço Quinta das Lágrimas
jun 23 – jun 24 dia inteiro

Reconhecido como um dos especialistas de mais destaque na área de oftalmologia e por seu trabalho de estudos e de pesquisas, Dr. Rubens Belfort Junior, professor titular da oftalmologia da Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP / Hospital São Paulo) e presidente do Instituto da Visão, foi convidado pela Sociedade Portuguesa de Oftalmologia para realizar duas palestras nas XXVII Jornadas Internacionais de Oftalmologia de Coimbra, entre os dias 23 e 24 de junho no espaço Quinta das Lágrimas, na Rua Antônio Augusto Gonçalves, em Coimbra, Portugal.

A primeira palestra será no dia 23 de junho, às 9h30, sobre Novas Terapias na Superfície Ocular e a segunda será no dia 24, às 11h30, dentro do Painel Medicina Regenerativa Ocular.

Já o Dr. Rubens Belfort Neto, presidente da Sociedade Pan-Americana de Oncologia Ocular e professor afiliado da Universidade Federal de São Paulo – Escola Paulista de Medicina, fará palestra sobre Novo Tratamento a Laser para tumores conjuntivais, no dia 23 de junho às 15h. Inclusive, esta palestra vai relatar que este tratamento desenvolvido no Brasil pela equipe da UNIFESP está em avaliação nos Estados Unidos e na Europa para que seja disponibilizado para suas respectivas populações.

jun
24
sáb
2017
20º Destaques ONCO
jun 24 dia inteiro

A Sanofi promoverá no dia 24 de junho o 20º Destaques ONCO. O evento traz as últimas novidades mundiais em diagnósticos e tratamentos na área de Oncologia. Com um compilado de informações médicas mais relevantes apresentadas em congressos mundiais, o Destaques ONCO é um importante fórum de atualização científica para oncologistas brasileiros. O evento é exclusivo para médicos e para participar basta confirmar presença até o dia 21 de junho.

Curso de Psico-Oncologia no Contexto Hospitalar: Aspectos práticos @Instituto Sírio-Libanês de Ensino e Pesquisa
jun 24 dia inteiro

A psico-oncologia encontra-se em franco desenvolvimento no Brasil, havendo procura contínua por parte de psicólogos e profissionais de saúde de atualizações na área.

Os temas serão desenvolvidos através de aulas expositivas, debates e discussão de casos e projetos assistenciais.

O curso desenvolverá em especial os seguintes temas:

• Psico-oncologia no Cenário atual: desafios e perspectivas
• Risco Psíquico em Oncologia: identificação e manejo
• Aconselhamento Genético e o papel do psicólogo
• Autonomia do paciente no processo de tomada de decisão durante os tratamentos
• Cuidado Paliativo integrado ao Tratamento Oncológico
• Saúde Mental do Profissional

Diferenciais:
Coordenação e convidados com ampla experiência clínica e hospitalar na implantação, gestão, ensino e assistência em psico-oncologia. Convidados com renome nacional a área. Articulação teórico-pratica trazida pela vivência dos profissionais que mantem-se atuantes no cenário hospitalar. Discussão de casos clínicos e implantação de projetos.

Objetivos:
• Apresentar aspectos teóricos e práticos que sustentem prática assistencial
• Compartilhar experiências de implantação de projetos assistenciais em psico-oncologia
• Discutir perspectivas e desafios para a psico-oncologia no Brasil e no mundo

VIII Encontro Nacional de Hipertensão Pulmonar @Hotel Tryp Nações Unidas
jun 24 dia inteiro

A ABRAF (Associação Brasileira de Amigos e Familiares de Portadores de Hipertensão Arterial Pulmonar) promove, no dia 24 de junho, o VIII Encontro Nacional de Hipertensão Pulmonar, que vai acontecer em São Paulo (SP). O evento tem como principal objetivo debater o panorama da doença no país, abordando as atuais terapias disponíveis e avanços em pesquisas.

A Hipertensão Pulmonar (HP) é um termo abrangente e inclusivo para um grupo de várias doenças crônicas que afetam os pulmões e o coração. Somente no Brasil, estima-se que cerca de 60 mil pessoas sofram da doença, e mais de 25 milhões de pessoas em todo o mundo. Algumas formas ou “subtipos” da HP são raras, bem como de desenvolvimento rápido, debilitantes e fatais. Inclusive, a taxa de mortalidade de pacientes com a doença é elevada, chegando a um percentual de 43% depois de cinco anos.

Na HP, as artérias que levam o sangue do coração aos pulmões estreitam por razões que ainda não são totalmente compreendidas. O coração luta para bombear sangue através das artérias reduzidas, resultando em pressão arterial alta nos pulmões e dilatação do coração. Com o tempo, o coração sobrecarregado de trabalho se desgasta, podendo causar insuficiência cardíaca e morte.

Embora seja mais comum em jovens adultos e em mulheres, a doença também afetas pessoas de diferentes idades. Os sintomas da Hipertensão Pulmonar, que podem incluir falta de ar, fadiga, tontura e episódios de desmaio, variam de paciente para paciente e, normalmente, não ocorrem até a doença ter progredido, o que atrasa o tratamento. Como esses sintomas também são comuns em outras enfermidades, como asma, bronquite ou insuficiência cardíaca, o diagnóstico da HP ainda é difícil de ser reconhecido.

A maioria dos tratamentos disponíveis hoje no mercado brasileiro são fornecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e ajudam a retardar a progressão da Hipertensão Pulmonar. Entretanto, os pacientes com HP agora estão mais esperançosos, pois um novo tratamento foi recentemente aprovado pela ANVISA no Brasil. Segundo estudo de longo prazo, este medicamento, a Macitentana, é capaz de reduzir os riscos de hospitalização relacionados à doença em 50%, além de prolongar a expectativa de vida dos pacientes, uma vez que após três anos de tratamento com Macitentana, 64% dos pacientes estavam livres de qualquer evento de morbimortalidade (morte envolvendo todas as causas, septostomia atrial, transplante de pulmão, início da terapia com prostanóides IV/SC e outros eventos de piora em HP).

“A Hipertensão Pulmonar é uma doença bastante grave, mas ainda pouca conhecida pela população. Nosso objetivo é conscientizar as pessoas e ajudar os pacientes, colocando a doença em evidência, a fim, também, de pressionar o governo a proporcionar um cenário mais digno para quem luta contra a HP no Brasil”, explica Paula Menezes, presidente da ABRAF.

O VIII Encontro Nacional de Hipertensão Pulmonar vai reunir um seleto grupo de especialistas para debater temas como o panorama das doenças raras no País, a HP em crianças, a revisão do Protocolo Nacional e os últimos avanços em pesquisas sobre a doença. O evento também abrirá a oportunidade para que pacientes tirem suas dúvidas e mostrará o impacto positivo que grupos de apoio à doença têm realizado em suas comunidades.

Perco o Fôlego por Você

Buscando levar ainda mais força aos pacientes e informação à população, a ABRAF também promove no dia seguinte ao evento, 25 de junho, a quinta corrida deste ano do Team PHenomenal Hope, equipe de atletas voluntários ligados a Associação que percorre o Brasil participando de provas para conscientizar sobre a Hipertensão Pulmonar. Desta vez, eles participam da Track&Field Run Series Cidade Jardim, em São Paulo.

Na temporada de corridas de 2017, a ABRAF e o Team estão promovendo a ação Perco o Fôlego por Você, na qual os atletas representam diversos portadores da doença, vestindo um “número de peito” com a foto de um paciente em cada corrida. Na prova em São Paulo, além dos oito atletas do Team, outros voluntários também vão participar da corrida homenageando os pacientes. A iniciativa também contará com o apoio do Instituto Osmar de Oliveira, que vai promover atendimento fisioterapêutico para todos os envolvidos.

jun
27
ter
2017
A Política Nacional de Prevenção do Diabetes: Cenário do Cuidado do Diabetes e os Desafios do Tratamento – Políticas Públicas e Experiência Italiana @Câmara dos Deputados - Plenário 7, Anexo II
jun 27@9:30

Com o objetivo de inserir o diabetes na agenda dos parlamentares, assim como debater o Projeto de Lei nº 6.754, de 2013, que institui a Política Nacional de Prevenção do Diabetes e de Assistência Integral à Saúde da Pessoa com a Condição, a ADJ Diabetes Brasil participará da mesa de debate de Políticas Públicas no dia 27 de junho, no plenário 7, no Anexo II da Câmara dos Deputados, em Brasília (DF), a convite da Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados.

O evento contará com a abertura da deputada federal Carmen Zanotto e com duas mesas de debate: Cenário do Cuidado do Diabetes e os Desafios do Tratamento, com a participação dos representantes do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde e da Sociedade Brasileira de Diabetes; e Políticas Públicas e Experiência Italiana, com a presença de representantes do Ministério da Saúde, da Sociedade Brasileira de Diabetes e da ADJ Diabetes Brasil, além da Deputada Renata Bueno, que trará a experiência italiana da nº 115/ 1987, Lei de Proteção aos Diabéticos. Trata-se de uma lei dedicada especificamente às “medidas para a prevenção e tratamento da diabetes mellitus”, representando uma experiência original na Europa.

Será uma oportunidade única para debater o panorama do diabetes no Brasil, que hoje já conta com mais de 16 milhões de pessoas com a condição, segundo dados da Organização Mundial da Saúde, sendo que cerca de 7 a 8 milhões de pessoas ainda não sabem que têm a doença. O Brasil já está posicionado em quarto lugar no ranking do número de pessoas com o diagnóstico no mundo. Além disso, haverá um espaço para debater políticas públicas para o melhoramento do acesso e do tratamento do diabetes no país.

O evento é aberto a todos.

Medicação sem danos: Terceiro Desafio Global de Segurança do Paciente da Organização Mundial de Saúde @On-line
jun 27@14:00

No dia 27 de junho, o Proqualis realizará o webinar “Medicação sem danos: Terceiro Desafio Global de Segurança do Paciente da Organização Mundial de Saúde”, com a presença do Farmacêutico Mario Borges Rosa. Mario é presidente do Instituto para Práticas Seguras no Uso de Medicamentos (ISMP-Brasil) e Farmacêutico da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais – Fhemig. É Doutor em Ciências da Saúde pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e Representante do Brasil na International Medication Safety Network.

O desafio global tem a finalidade de reduzir em 50% os danos graves evitáveis associados a medicamentos em todos os países no prazo de cinco anos. Segundo dados da OMS, erros de medicação causam pelo menos uma morte todos os dias e provocam danos a saúde em aproximadamente 1,3 milhões de pessoas anualmente apenas nos Estados Unidos. Mundialmente, o custo associado aos erros de medicação foi estimado em US$ 42 bilhões por ano ou quase 1% do total das despesas de saúde globais.

Mario Borges irá apresentar os objetivos específicos para que as instituições de saúde alcancem a meta. Importante ressaltar que em sua apresentação, serão abordadas as fragilidades nos sistemas de saúde que levam a erros de medicação e os graves danos que isso pode causar. Além disso, serão mostradas e discutidas as principais medidas para prevenir os erros de medicação.

Para ter acesso ao webinar, acesse o Portal Proqualis (proqualis.net), onde será disponibilizado o link para participação, na data e horário do evento, ou assista pela transmissão ao vivo do no Facebook. Participe!

jun
28
qua
2017
XI Curso de Revisão em Hematologia e Hemoterapia; III Simpósio em Hematologia, Hemoterapia e Transplante de Medula Óssea e II Simpósio de Atualização em Oncologia Pediátrica @Hospital Israelita Albert Einstein - Auditório Moise Safra
jun 28 – jun 30 dia inteiro

Nos dias 28, 29 e 30 de junho, o Hospital Israelita Albert Einstein, de São Paulo (SP), realizará o XI Curso de Revisão em Hematologia e Hemoterapia. Durante o XI Curso, ocorrerá o III Simpósio em Hematologia, Hemoterapia e Transplante de Medula Óssea – realizado em conjunto com o MD Anderson Cancer Center. As inscrições estão abertas e vão até o dia 23 de junho.

Entre os destaques da programação, o médico Ricardo Helman falará da experiência em dez transplantes de medula óssea em anemia falciforme realizados no Einstein. Os especialistas Fábio Pires, Paulo Campregher e Nelson Hamerschlak apresentarão trabalhos em leucemia mieloide aguda, doenças mieloproliferativas e mielodisplasias, com estudos publicados em diversas revistas científicas renomadas, com resultados de projetos realizados no Einstein.

Já o médico João Guerra falará sobre a abordagem do paciente que sangra em um hospital. Guerra é líder do ”código H”, protocolo que preconiza o acionamento do código sempre que houver um paciente com hemorragia ou suspeita no Einstein deflagrando ações da assistência e corpo clínico que evitam complicações graves.

A médica Carmem Bonfim mostrará os cuidados com insuficiência de produção de sangue pela medula óssea de forma congênita enquanto Phillip Scheinberg falará sobre anemia aplástica.

Também integra a programação do XI Curso de Revisão e Atualização em Hematologia, o II Simpósio de Atualização em Oncologia Pediátrica.