Faculdade IBCMED adquire simuladores interativos

741

Ele respira, tosse, tem pressão arterial e pulsação. Também apresenta, de forma incrivelmente realista, sintomas variados. Assim é o SimJunior, que a Faculdade IBCMED acaba de adquirir. Trata-se de um simulador pediátrico interativo, que vai contribuir com as práticas, especialmente nas aulas de Pós-Graduação em Pediatria, UTI Pediátrica e Neonatal e Emergências em Pediatria e Neonatologia.

De acordo com o coordenador, José Roberto Fioretto, o simulador já deve ser usado neste primeiro semestre, especialmente nos treinamentos do Curso Avançado de Emergências Pediátricas (CAEP) e no de Suporte ao Paciente Pediátrico Grave (SPPG). “O SimJunior simula um paciente vítima de lesões múltiplas dos órgãos, pós-acidente, politraumatismo, choque e insuficiência respiratória”, exemplifica. “Ele é extremamente realístico e interage com o aluno. De acordo com a conduta, ele responde, alterando os seus sinais vitais”, avalia Fioretto.

“Futuramente, penso que poderemos usá-lo em aulas de reanimação cardiorrespiratória e choque”, adianta. Segundo ele, apenas alguns centros dispõem deste tipo de simulador, sendo usados em hospitais, especialmente na área de residência médica.

SimJunior é um simulador pediátrico interativo, desenvolvido pela Laerdal com a Academia Norte-Americana de pediatria para atender às necessidades de instruções e treinamento dos profissionais da saúde. O SimJunior representa um menino de 6 anos que simula uma grande variedade de condições, desde uma criança saudável, falando, a um paciente em estado crítico sem sinais vitais. O software LLEAP é usado na maioria dos simuladores Laerdal, que permite manuseio flexível de todos os parâmetros do paciente.

Newborn Anne

Para ampliar a qualificação dos profissionais que optam pela Pós-Graduação em Neonatologia da Faculdade IBCMED, a instituição de ensino também adquiriu três manequins de simulação, chamados de Newborn Anne. Eles foram desenhados pela Laerdal para treinamento em Ressuscitação Neonatal.

De acordo com o fabricante, a Newborn Anne possui características realísticas de um recém-nascido nos primeiros dez minutos de vida e avaliação clínica natural, sendo ideal para treinar as necessidades específicas de neonatos e para satisfazer os requisitos do curso em treinamento no Programa de Ressuscitação Neonatal (NRP). Segundo o coordenador do curso de Neonatologia da Faculdade IBCMED, Dr. João Cesar Lyra, os simuladores representam recém-nascidos que necessitam receber os principais procedimentos, ainda na sala de parto. “Podemos fazer várias simulações, desde os que nascem bem e ficam direto com a mãe, até os que nascem em situações bastante graves e precisam ser entubados ou encaminhados para a UTI”, adianta Dr. Lyra.

Ao investir nesta qualificação, a Faculdade IBCMED se equipara a grandes centros de treinamento. O coordenador ressalta que ter simuladores assim é um diferencial muito interessante para a instituição, pois capacita os alunos. “Estes módulos práticos contribuem bastante para que o profissional adquira mais segurança nos procedimentos”, avalia Dr. Lyra. O professor observa que os manequins de simulação podem representar situações de estresse, nas quais o tempo para a resolução dos casos é imprescindível.

“O treinamento com simulador oferece uma importante oportunidade aos participantes para que eles possam simular situações onde o médico deve tomar decisões rápidas e decidir pelas melhores condutas em pouco tempo”, acrescenta. Entre as atribuições possíveis, a Newborn Anne permite que se treine os procedimentos mais importantes de reanimação, como a ventilação pulmonar e o acesso venoso umbilical.

Faculdade IBCMED

Hoje, a Faculdade IBCMED soma 30 turmas concluídas e mais de mil alunos formados. Também recebeu a nota 4 (em uma escala que vai até 5) no conceito de avaliação de curso do Ministério da Educação (MEC). Futuramente, uma série de novos serviços serão oferecidos aos alunos, como programas preparatórios para Residência Médica, preparatórios para Prova de Título e novas atualizações voltadas à prática médica.

Informações: ibcmed.com

Deixe seu comentário