Fundamentos de Enfermagem Pediátrica

310

A história da assistência à criança acompanhou os avanços culturais, econômicos e políticos dos tempos. Para os antigos, o cuidado com as gestantes e com os pequenos era uma tarefa primordial, a higiene era algo sagrado. Com a oscilação da moralidade e do valor da família na Grécia antiga, a cautela foi degradada. O Império Romano marcou dois momentos históricos: em um primeiro os bebês eram sacrificados para a satisfação dos governantes; já na era de Augusto esse cenário mudou com a implementação de leis de proteção à criança.

Durante a Idade Média havia um alto índice de mortalidade infantil. Apenas em 1874 o Senador e Médico Roussell, aprovou a “Lei Roussell”, que tratava da proteção da criança na primeira infância, e outras medidas de assistência ao menor. Na Revolução Industrial, o custo da mão de obra infantil era mais barato, o que fez da exploração de crianças uma situação comum.

O olhar e a preocupação pelo bem estar do menor começou a mudar em 1930, quando os governos perceberam que as crianças eram o futuro das nações. Programas de assistência infantil, tendo como base crenças, estado social, econômico e saneamento básico, surgem como forma de diminuir a mortalidade e para garantir um desenvolvimento saudável.

Esses avanços podem ser notados com a ascensão da literatura do ramo. Há quase 40 anos foi publicado a 1ª edição do livro “Wong Fundamentos de Enfermagem Pediátrica”, que hoje chega à sua 10ª edição por intermédio da Elsevier. Uma obra completa, adaptada a realidade brasileira e que teve o auxílio de diversos profissionais do ramo.

A nova edição traz conteúdos diferentes nos capítulos de enfermagem comunitária, desenvolvimento, imunizações, genética, internação/cuidado domiciliar, avaliação e manejo da dor, cuidados com o recém-nascido de alto risco, problemas de saúde dos adolescentes, cuidados em fim de vida e inúmeras doenças pediátricas. Por incluir conteúdos atuais, o livro é um bom manual para enfermeiros em formação e já graduados.

Deixe seu comentário