Grupo Perinatal celebra 10 anos da unidade da Barra da Tijuca

1140

Coração de mãe sempre cabe mais um. E para que coubessem não apenas uma, mas muitas  mulheres e recém-nascidos, o Grupo Perinatal inaugurou, em 2009, a unidade Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro (RJ), ampliando seu trabalho e reforçando a sua principal missão: oferecer um atendimento de excelência à mulheres, mães ou não, e bebês com um ambiente acolhedor associado a tecnologia de ponta. Com a inauguração, a instituição cresceu não só em tamanho, mas também em qualidade, segurança e conforto, consolidando a reputação já conhecida de Laranjeiras.

Mas para manter esse padrão o projeto não podia decepcionar. E não decepcionou. Erguida a partir de um terreno vazio no coração da Barra da Tijuca, o projeto da unidade recebeu o Grande Prêmio de Arquitetura Corporativa – Seção Hospitalar de 2007, antes mesmo de sair do papel, pela sua excelência arquitetônica. A instituição também foi a primeira maternidade do Rio a obter o selo ONA 3, concedido pela Organização Nacional de Acreditação. Com oito anos de existência , em 2017, veio a maior vitória até então: a certificação canadense QMentum Diamante. Considerada pelos avaliadores um dos hospitais mais seguros do mundo, é a primeira maternidade brasileira a receber o selo internacional de excelência hospitalar. A certificação aconteceu após um rigoroso processo de avaliação envolvendo pacientes, familiares, médicos, colaboradores, lideranças, alta administração e operadoras.

UTI Cardíaca

No Brasil, as cardiopatias atingem um em cada 100 recém-nascidos. A cirurgia para correção é extremamente delicada. A Perinatal conta com taxa de sobrevida de 94%, muito acima da média internacional que é de 75, colocando o hospital como uma referência em medicina cardíaca neonatal e pediátrica. Em maio de 2017, o grupo atingiu à marca de três mil cirurgias.

Casos de sucesso

Ana Paula Ximenes descobriu aos sete meses de gestação que seu bebê apresentava hipoplasia da cavidade esquerda após fazer o ultrassom morfológico, seguido do ecocardiograma fetal. Sem conhecimento sobre a grave patologia, ela recorreu à Associação de Assistência à Criança Cardiopata Pequenos Corações, uma entidade sem fins lucrativos que auxilia famílias de crianças com cardiopatia congênita. Lá, foi orientada a procurar a Perinatal, pois é um dos raros hospitais no Brasil que realizam a Cirurgia de Norwood. “Eles me disseram que a Perinatal seria o lugar onde minha fi lha teria mais chances de sobreviver. No dia seguinte ao nascimento, Valentina foi transferida para a Perinatal Barra, onde foi operada com seis dias de vida. Foram mais de dois meses de internação”, relembra Ana Paula. “A segunda intervenção foi no sexto mês e a terceira aos dois anos. Houve complicações, mas todas já haviam sido previstas pelos médicos, eu já sabia o que esperar”. Dra. Sandra Pereira, coordenadora de cirurgia cardíaca da Perinatal, conta que foi decisivo o diagnóstico intrauterino. “Quando Ana Paula chegou ao hospital, já havíamos analisado o caso anteriormente ao nascimento. Reconstruímos a parte mais forte do coração, fazendo desvios através da artérias. É um procedimento extremamente complexo e a taxa de mortalidade é de 100% “caso a cirurgia não seja realizada por uma equipe especializada logo nos primeiros dias de vida”.

Hoje, com quase quatro anos, Valentina leva uma vida normal: dança, brinca, come de tudo. “Ela é uma espoleta. É até mais agitada que as outras crianças”, brinca a mãe. “Na última cirurgia, ela passou 60 dias internada. Quando voltamos para a revisão, ela reconheceu o local. Ana Julia ama as meninas do hospital, conhece o cirurgião de longe. A equipe toda a trata com muito carinho, são muito humanos com a gente. É uma benção!”.

UTI Neonatal

A UTI Neonatal é referência no tratamento de recém-nascidos de alto risco. O objetivo é assegurar não só a sobrevivência como também sua qualidade de vida. Já são mais de sete mil bebês atendidos. A taxa de sobrevida é de 98%. Além dos recursos tecnológicos de ponta, contribuem para o sucesso dos resultados as equipes médica e de enfermagem, que atuam em parceria com o obstetra da paciente, e o atendimento humanizado.

Cuidados estendidos às mulheres

Não se limitando ao atendimento pleno aos bebês  a Perinatal realiza diversos procedimentos focados na saúde da mulher, sejam elas mães ou não. O Grupo implantou o Centro de Cirurgia Ginecológica, composto por uma equipe própria, capacitada e experiente no diagnóstico e tratamento cirúrgico minimamente invasivo, 24 horas por dia. Mulheres com mioma uterino, endometriose, infertilidade, adenomiose, câncer ginecológico etc, podem ser assistidas no Centro.

O tratamento da mama também pode ser realizado na Barra. A unidade conta com os recursos cirúrgicos de ponta do Centro de Cirurgia da Mama, um espaço destinado a oferecer um atendimento especializado nesses casos.

Além desses atendimentos, a Barra disponibiliza toda estrutura adequada para realização de cirurgias plásticas. Com taxa zero de infecção hospitalar, a instituição recebe os mais renomados cirurgiões plásticos e suas pacientes para realizarem procedimentos estéticos faciais e corporais.

Centro de Imagem

Em parceria com a Pro-Echo, o Grupo Perinatal irá inaugurar o Centro de Imagem, que ficará localizado na Barra. No espaço, será possível realizar diversos diagnósticos, destinados à saúde da mulher, como: tomografia, ressonância nuclear magnética e mamografia. A previsão é que o Centro comece a funcionar em abril.

Centro de Medicina Reprodutiva

Atuando em parceria com a Clínica Origen, para oferecer um ciclo completo de assistência desde a concepção até o nascimento, a Perinatal oferece dentre os tratamentos disponíveis: inseminação intrauterina, fertilização in vitro, congelamento de óvulos, doação de óvulos e infertilidade masculina.

Deixe seu comentário