A relação das políticas públicas e a humanização da saúde será tema de live

No dia 25 de março, uma quinta-feira, às 19h, a Associação Viva e Deixe Viver (Viva), organização da sociedade civil (OSC) que congrega 1,3 mil voluntários responsáveis por contar histórias em 86 hospitais do País, vai promover o encontro de duas grandes referências no tema saúde humanizada: Wellington Nogueira, fundador da ONG Doutores da Alegria, e Valdir Cimino, fundador da Viva e Deixe Viver.

Os dois estarão juntos na quinta live do Fórum de Humanização para conversar sobre Políticas Públicas que favoreçam quem cuida e quem é cuidado – Indicadores que transformam vidas. Wellington Nogueira é ator, palhaço, empreendedor social e conector de experiências, e fundou em 1991 a organização da Sociedade Civil Doutores da Alegria, que se dedica a levar a arte do palhaço ao universo da saúde, intervindo junto a crianças, adolescentes e outros públicos em situação de vulnerabilidade e risco social em hospitais públicos.

Juntos, Valdir e Wellington somam mais de 50 anos de voluntariado e trabalho pela humanização do sistema de saúde, acolhendo e levando afeto às pessoas. “Humanização é ‘tecnologia humana’ : olhar, presença, encontro e conexão com outro ser humano, indispensável para nossa saúde geral em tempos turbulentos!”, comenta o palhaço.

Este papo imperdível será transmitido no canal do YouTube da Associação Viva e Deixe Viver.

Promovidos desde 2001 pela Associação Viva e Deixe Viver, os Fóruns de Humanização da Saúde visam contribuir para a humanização da sociedade, fortalecendo valores e princípios éticos essenciais entre os sujeitos que produzem saúde. Em 10 abril deste ano acontecerá a 20ª edição do evento, com uma programação que inclui debates entre especialistas e rodas de conversa, sempre no ambiente online. As inscrições já estão disponíveis pelo site www.vivahumanizacao.org.br.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.