Abeso lamenta cartilha de obesidade distribuída na rede municipal de ensino de São José dos Campos

813

“As cartilhas para estímulo da alimentação saudável distribuídas pela prefeitura de São José dos Campos explicita o preconceito common sense contra pessoas com obesidade e a superficialidade como o assunto é tratado”, explica a endocrinologista Maria Edna de Melo, presidente da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da Síndrome Metabólica (Abeso).

A Abeso alerta que pessoas com excesso de peso ou obesidade, regularmente são vítimas de preconceito na família, na escola, no trabalho, nos serviços de saúde, enfim, na sociedade. O preconceito tende a gerar estresse, ansiedade, isolamento social e, consequentemente, agrava a doença.

O preconceito ocorre com pessoas em todas as idades, mas é na infância e adolescência que o dano é maior, o que é ilustrado pelo fato de que crianças com obesidade possuem qualidade de vida pior que aquelas com câncer. Assim, é lamentável o fato extremamente agressivo ocorrido com as crianças das escolas municipais de São José dos Campos (SP) que receberam a cartilha mal elaborada.

A obesidade é uma doença extremamente complexa, de difícil prevenção e tratamento, que desencadeia muitas outras doenças, reduz a expectativa e a qualidade de vida das pessoas. Diante disso, é recomendável que ações individuais e públicas sejam baseadas estritamente em evidências científicas. Se isso não for possível, é recomendável evitar o achismo, devendo-se simplesmente RESPEITAR.

#ObesidadeEuTratoComRespeito

Deixe seu comentário