Academia Nacional de Medicina discute fronteiras em medicina

Quais são as fronteiras da medicina? Medicina de precisão. Novas perspectivas terapêuticas para doenças. Estes serão alguns dos temas de evento organizado pela Academia Nacional de Medicina (ANM) e que dará destaque para médicos brasileiros atuando no exterior. A live ocorre nesta quinta-feira (19), a partir das 14h30.

Formado em Medicina pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita, de Botucatu, o médico Renato Monteiro, atualmente da Université de Paris, é um dos convidados e abordará a microbiota intestinal em patologias renais.

Da Universidade de Chicago, o brasileiro Antonio Carlos Bianco contará quais são os atuais paradigmas no tratamento do hipotireoidismo. Com doutorado em Fisiologia Humana, pela Universidade de São Paulo, Bianco atualmente se dedica aos estudos de sinalização dos hormônios tireoidianos e os papéis que exercem na saúde e nas doenças humanas.

O professor de medicina molecular na Cleveland Clinic Lerner College of Medicine, Carlos Fiocchi, será outro convidado da live. Fiocchi trará aspectos da medicina de precisão para doenças imunomediadas.

“Vulnerabilidade andrógina ao Covid-19: uma fronteira terapêutica” será o tema do médico brasileiro Carlos Wambier, atualmente na Brown University. Membro da Academia Americana de Dermatologia, o médico concluiu a graduação e o doutorado na USP, antes de partir para o exterior.

Leonardo e Cristian Riella, ambos da Escola Médica de Harvard, falarão respectivamente sobre “perspectiva futura dos transplantes: imunomodulação e não supressão” e “integração de testes genéticos na prática médica”.

Além desses convidados, participarão ainda Júlio Casoy, da Pensilvânia, com o tema tecnologia médica e inovação em terapêutica; Renato Lopes, da Duke University, que fará reflexões sobre evidências científicas para melhoria da prática clínica; Raul Nogueira com apresentação sobre avanços no tratamento do AVC agudo; Cynthia Levy com o tema da colangite biliar primária – uma doença hepática autoimune; e André D’Ávila e os avanços no tratamento das arritmias.

O simpósio é gratuito e está marcado para esta quinta-feira (19/8), a partir das 14:30. Acesse a live pelos canais Facebook/acadnacmed e pelo Zoom/anmbr.

Informações: www.anm.org.br/informativo/2021/08-19

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.