Crianças com câncer criam animações sobre o meio ambiente

Segundo o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (Inca), o câncer já é a principal causa de morte por doença de crianças e adolescentes no Brasil. O tratamento costuma ser feito com medicamentos fortes e, em muitos casos, as crianças precisam ficar afastadas de alguns familiares devido às internações, que podem ser longas e com frequência afetam a estabilidade emocional dos pacientes. Pensando em amenizar as dificuldades do tratamento dos pequenos e ao mesmo tempo abordar temas relevantes de forma lúdica, a Toyota do Brasil e a startup ‘De Criança para Criança (DCPC)’ levaram o projeto Criando Juntos para os pacientes internados no Centro Infantil Boldrini, hospital filantrópico que é referência na América Latina no tratamento do câncer da criança e do adolescente, localizado em Campinas (SP).

Mediante o acompanhamento da equipe pedagógica da instituição, o projeto promoveu a criação de cinco histórias com temas voltados à preservação do planeta. O resultado são animações digitais, que foram totalmente patrocinadas pela Toyota do Brasil. “Juntos, nós entendemos que a metodologia poderia ajudar as crianças a se sentirem melhor durante o tratamento e ainda debater a situação do meio ambiente com elas. No hospital, elas têm aulas regulares e essa foi uma maneira de fazer com que elas se sentissem parte de algo maior e ainda responsáveis pelo futuro do planeta. As histórias são muito bacanas e isso comprova que o impacto da nossa metodologia é positivo não apenas dentro das escolas”, conta Vitor Azambuja, um dos criadores do DCPC.

Os animais, a limpeza dos oceanos, os incêndios florestais, o lixo e a escassez hídrica foram os assuntos abordados nas animações. O destaque fica por conta das ações propostas para preservar a natureza e conscientizar as pessoas a respeito da importância de pensar no futuro do planeta. A temática foi proposta pelo DCPC e pela Toyota e prontamente aprovada pelo hospital. Azambuja acredita que essa é uma questão urgente: “A sustentabilidade é um assunto que precisa ser debatido pela sociedade e nada melhor que fazer isso por meio das crianças, porque elas se interessam muito pelo tema”.

Para a Dra. Silvia Brandalise, médica e presidente do Centro Infantil Boldrini, falar com as crianças e disseminar informações sobre os cuidados com o Meio Ambiente é de extrema importância. “Recentemente trabalhamos no lançamento nacional e internacional da Declaração dos Direitos Ambientais das Crianças”, cujo foco é justamente ressaltar que as crianças têm direito à vida em um planeta saudável, seguro e com recursos essenciais à vida. Esse deve ser um compromisso de todo nós, e a conscientização passa por iniciativas como esta, a criação de livros infantis sobre o assunto pelo projeto De Criança para Criança”.

A proposta, ainda de acordo com Azambuja, procurou aliar o que fazem as instituições Toyota e Centro Boldrini, as medidas sanitárias adotadas durante a pandemia da Covid-19 e a necessidade de estimular a criatividade dos pacientes. As histórias foram desenvolvidas com a participação ativa das crianças ao longo do desenvolvimento do projeto. “Todo o processo foi feito remotamente e as crianças são as principais responsáveis pela criação, embora tudo tenha sido acompanhado pelo DCPC e pelos pedagogos do Centro Boldrini. Mais que ensinar de forma lúdica, procuramos ouvir o que as crianças pensam a respeito do meio ambiente e dar voz a elas”. As histórias criadas pelos pacientes estão disponíveis no canal do DCPC no YouTube.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.