Cuiabá conta com novo serviço de Hemodinâmica

643
Foto: George Dias

Cuiabá (MT) passa a contar com um novo serviço de Hemodinâmica. Trata-se do Santa Rosa Hemodinâmica, que é resultado da ampliação da estrutura tecnológica do Grupo Santa Rosa. O serviço proporcionará ainda mais precisão e segurança para pacientes com doenças cardíacas, vasculares e neurológicas em Mato Grosso.

De acordo com o gerente médico do Hospital Santa Rosa, Cervantes Caporossi, o serviço de Hemodinâmica contará com uma equipe estruturada, qualificada e multiprofissional preparada para o atendimento humanizado e diferenciado. “A Hemodinâmica é a parte da fisiologia que trata dos fenômenos mecânicos da circulação sanguínea. Para tal, o serviço apresentará profissionais capacitados para atender demandas 24 horas por dia no hospital”, alerta.

Entre os exames e intervenções terapêuticas que estarão disponíveis na unidade constam cateterismo cardíaco; instalação de balão intra-aórtico; instalação de marca-passo; angioplastia coronária; intervenção coronária percutânea; neuro intervencionista; angiografia cerebral; embolizações; angioplastia de carótidas; vascular periférico; e arteriografia de membros inferiores e superiores.

Cervantes complementa que por meio da Hemodinâmica é possível detectar, por exemplo, obstruções das artérias coronárias. “Isto, com o objetivo de diagnosticar um possível infarto agudo do miocárdio ou indicar a exata localização da obstrução que está causando esse infarto. Em um ambiente de alta complexidade, o serviço auxilia no diagnóstico e tratamento de diversas patologias”, destaca.

O médico ressalta que a Hemodinâmica chega para agregar qualidade aos serviços já prestados na instituição. “Além de contar com um hospital com acreditações e certificações nacionais e internacionais, a Hemodinâmica será aliada da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Coronariana e do serviço de cardiologia disponível no Pronto Atendimento (P.A.). Vale ressaltar que a instituição já segue protocolos rigorosos como o Protocolo de Dor Torácica”, reforça Cervantes.

Deixe seu comentário