Demanda cresce e empresa de telemedicina busca médicos e especialistas em saúde

O serviço de telemedicina está se popularizando no Brasil. Se no início da pandemia o volume de atendimento era baixo, passados mais de 16 meses a realidade é bem diferente. Somente na DOC24, empresa especialista no segmento, o número de consultas on-line por mês passou de três mil para mais de 200 mil. Por conta disso, a healthtech está contratando médicos e especialistas de todas as áreas, inclusive aquelas relacionadas à saúde mental, como psiquiatras.

Entre as categorias mais procuradas pelos pacientes estão clínica médica, pediatria, dermatologia, ginecologia, endocrinologia e cardiologia. “Queremos captar a maior quantidade de profissionais, de todas as disciplinas médicas, que estejam dispostos a trabalhar pela ferramenta e disponibilizar horários para que possam atender os pacientes que buscam atendimento médico através dos nossos parceiros, em nosso nome”, disse Fernando Ferrari, diretor-geral da DOC24 no Brasil.

Segundo o executivo, com o desenvolvimento de parcerias em diversas áreas, a empresa foi mudando sua forma de oferecer serviços para atender à crescente demanda. “No começo das nossas operações no Brasil oferecíamos apenas especialidades de clínica geral e pediatria, no regime de Pronto Atendimento 24h, todos os dias da semana, depois, passamos a abrir novas especialidades com atendimento em horários agendados. Agora, temos demanda regular, inclusive para psicólogos e nutricionistas”.

Com um modelo de negócio voltado à prestação de serviço para outras empresas, a demanda tem crescido exponencialmente. Entre as empresas parceiras no mercado de seguros, destacamos seguradoras, corretoras e insurtechs. Já no segmento de saúde a DOC24 atua ao lado de hospitais de grande porte e operadoras de saúde.

O profissional da saúde que quiser prestar serviço para a DOC24 pode se candidatar acessando o website da companhia e clicando em ‘login médico’ e depois em ‘cadastre-se’; ou ainda acessando diretamente o link app.doc24.com.ar/medico/signin.

Vale frisar que depois de se registrar na plataforma, o perfil do profissional passará por uma avaliação técnica e posteriormente por uma capacitação para atender de forma virtual pela ferramenta. Os médicos contratados poderão utilizar a plataforma gratuitamente para atendimento também em seus consultórios próprios, cumprindo todos os requisitos de regulamentação da telemedicina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.