Educação médica: IRCAD irá manter ensino híbrido após a pandemia

22

O mundo mudou com a pandemia e o método de aprendizagem oferecido pelo Centro de Treinamento em Cirurgias Minimamente Invasivas (IRCAD) também mudou. A incorporação de novas tecnologias no ensino presencial e aulas online complementam o conteúdo de grande parte dos cursos do Centro, que já estabeleceu a aprendizagem híbrida como nova metodologia que permanecerá após a pandemia.

A inovação faz parte do DNA do IRCAD. Entre as ações visionárias implementadas antes da pandemia, por exemplo, está a universidade virtual para cirurgiões, o WebSurg, criado em 2010, exclusivamente para promover as habilidades de treinamento médico e cirúrgico, gratuitamente, para médicos de todo o mundo. Hoje o canal tem 470 mil médicos registrados, que acompanham conteúdos gerados, semanalmente, por especialistas de renome mundial da medicina. As cirurgias ao vivo, transmitidas do Hospital de Amor e Centro de Treinamento por links enviados pelas secretarias de cursos também integram o cronograma, já com a implantação das novas salas de aula on-line, os médicos de todo mundo podem assistir às aulas teóricas em tempo real ou ainda rever a transmissão por até 30 dias após os cursos, com mais mobilidade e conforto.

De acordo com o coordenador científico do IRCAD, Luis Romagnolo, o método híbrido é muito importante independente da etapa de formação do cirurgião. “Temos que considerar os diferentes formatos e oferecer ferramentas cada vez mais acessíveis, porém se for apenas virtual o método não funciona. Sempre precisaremos do treinamento presencial. O que o tempo não nos permite é parar”, disse.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.