Fanem apresenta versão de Câmaras Hematoimuno com sistema de baterias incorporado

862

Para responder a um dos principais desafios dos laboratórios, farmácias, clínicas e postos de vacinação, que é garantir a eficiência na conservação de vacinas, medicamentos e outros insumos da saúde, a Fanem está trazendo para a Hospitalar 2018 um novo conceito de manutenção de energia para produtos da cadeia do frio. A linha de câmaras de refrigeração Hematoimuno dispõe agora de um sistema EBS (Energy Backup System) de baterias, específico para esse tipo de aplicação. O sistema dispõe de inversor de alto rendimento, carregador de baterias e comutador de energia de alta velocidade incorporados ao equipamento em um chassi eletrônico monobloco. Com isso, garante o melhor aproveitamento do espaço físico e traz autonomia de funcionamento em diversos períodos de tempo, em casos de falta de energia elétrica.

Um dos diferenciais desse sistema de baterias é a possibilidade de manter a uniformidade de temperatura em todas as prateleiras do equipamento, assegurando que todos os insumos permaneçam em temperatura ideal e seguros para a utilização. Além disso, por estar tudo em um mesmo chassi modular, o conjunto eletroeletrônico com gerenciamento inteligente das baterias proporciona elevada confiabilidade e segurança nas transições entre a energia da rede e a energia das baterias.

As Câmaras Hematoimuno Fanem foram desenvolvidas para agilizar a operação de armazenamento. Estão disponíveis em volumes diversos que podem armazenar até mais de mil doses de vacinas e de outros insumos. Seu sistema coletor para degelo, localizado na parte externa do equipamento, evita o acúmulo de água e das sujidades dos líquidos indesejados, facilitando a limpeza e a manutenção. Além do sistema EBS, as câmaras dispõem de uma série de outros opcionais, entre eles, o serviço de conectividade da Sensorweb. Utilizando sensores e centrais conectadas por meio da tecnologia IoT, a gestão integrada e monitoramento de diversos parâmetros previne perdas e desperdícios.

“Com as inovações propostas pela linha de câmaras Hematoimuno da Fanem, podemos agilizar processos e aumentar a segurança para o negócio dos nossos clientes, oferecendo um equipamento com alto valor agregado e ótimo custo benefício”, complementa Rodrigo Moreni, chefe do departamento de projetos de laboratório da Fanem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

dezessete − cinco =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.