Hospitais blumenauenses realizam pesquisa clínica inédita para obter novos tratamentos contra a Covid-19

95

A busca por novos medicamentos e tratamentos contra o Coronavírus está avançando em Blumenau (SC). Um estudo conduzido pelo Centro de Pesquisa Clínica, do Hospital Dia do Pulmão, em parceria com o Hospital Santa Isabel, já está na fase 3 de testes e mira o tratamento de pacientes hospitalizados nas duas unidades com quadros moderados a graves da Covid-19.

A pneumologista e investigadora principal do Centro de Pesquisa Clínica, Dra. Marina Andrade Lima, é a responsável junto ao Hospital do Pulmão pela iniciativa em Blumenau. Ela destaca que os pacientes são convidados a participar pela equipe médica e precisam preencher todos os critérios de inclusão e nenhum de exclusão. “O estudo tem a finalidade de testar uma nova droga a ser utilizada no futuro, que, caso seja eficaz, contribuirá para o tratamento da doença”, diz.

A investigadora relata que existem inúmeros projetos em curso para a Covid-19, já nas fases 2 e 3. “O projeto atual do Hospital Dia do Pulmão e o Hospital Santa Isabel é um estudo fase 3, com o medicamento ruxolitinibe, patrocinado pelo grupo farmacêutico Novartis. A fase é destinada à avaliação da eficácia e da segurança do medicamento experimental. A pesquisa foi aprovada pela agência federal do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos (FDA), Agência Europeia de Medicamentos (EMA), Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), Comitê Nacional de Ética em Pesquisa (CONEP) e Comitê de Ética em Pesquisa (CEP) da Universidade Regional de Blumenau (FURB)”, revela.

Como são as diferentes fases dos testes de uma pesquisa clínica?

A médica destaca que um estudo começa na fase pré clínica, avaliando a segurança da substância em animais. “Posteriormente, seguem as fases clínicas. A fase 1 é destinada a avaliar a segurança, geralmente em adultos saudáveis. A fase 2 é realizada nos pacientes que apresentam a doença a ser tratada, para avaliação de segurança, determinação da dose e eficácia inicial. A fase 3 é destinada à avaliação da eficácia e da segurança do medicamento experimental aplicado a um número maior de pacientes e a fase 4 é quando o medicamento já foi aprovado pela agência reguladora, pós comercialização, para continuação de segurança”, conclui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

um + doze =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.