Hospital de Curitiba implanta carrinho de assistência que permite mais segurança ao paciente

Novo carrinho permite que equipe de Enfermagem fique mais tempo próximo ao paciente, proporcionando um cuidado de forma mais integral e individualizada

Aumentar a segurança ao paciente, evitar erros nos procedimentos de saúde e ainda otimizar o trabalho da equipe de enfermagem. Esses são alguns dos benefícios do novo carrinho de assistência à beira leito implementado pelo Grupo Hospitalar São Vicente, em Curitiba (PR). O equipamento, ainda pouco utilizado por hospitais no Paraná, permite oferecer o melhor em segurança assistencial aos pacientes e afastar os chamados eventos adversos.

A segurança do paciente é um tema tão preocupante que a Organização Mundial da Saúde (OMS) lançou em 2004 a Aliança Mundial para a Segurança do Paciente, como uma questão estratégica no mundo, e, neste sentido, o Brasil lançou em 2014 o ‘Documento de referência para o Programa Nacional de Segurança do Paciente’. O Programa tem o objetivo geral de contribuir para a qualificação do cuidado em todos os estabelecimentos de saúde do território nacional.

De acordo com informações do Boletim de Farmacovigilância da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, publicado em 2019, um estudo realizado em hospitais públicos brasileiros identificou 1.500 erros de medicação relacionados à administração de medicamentos, demonstrando que 30% das doses tinham alguma falha. Ainda de acordo com o Boletim, outras pesquisas apontaram que os erros de medicação acontecem, principalmente, durante a prescrição, a administração e a preparação de medicamentos.

Para Márcia Schneider, diretora executiva do Grupo Hospitalar São Vicente, o novo equipamento contribui para a estratégia de oferecer assistência segura, reduzindo riscos, pois aumenta a barreira para a possibilidade de ocorrência de erros. “Essa funcionalidade, aliada aos processos e educação continuada da equipe assistencial e à tecnologia, diminui os fatores que podem gerar erro na administração dos medicamentos, fortalecendo a confiança da medicação certa, no tempo certo e para o paciente certo. Tudo de acordo com a prescrição médica, com conferência por leitor óptico de código de barras acoplado e um notebook para anotação de enfermagem no Prontuário Eletrônico”, afirma.

Franciele Bisinelli Santana, gerente assistencial do Hospital São Vicente Curitiba, reitera os benefícios do novo projeto. “O registro do prontuário médico também é feito imediatamente após a assistência, o que minimiza a possibilidade de eventos adversos relacionados a identificação do paciente”, salienta.

Para Mariangela Furtado, membro da Comissão de Farmácia Terapêutica e Padronização de Materiais e Medicamentos e coordenadora da farmácia do Hospital São Vicente Curitiba, a possibilidade de identificação das causas dos erros é monitorada pelo sistema interno de notificações. “Na comissão de Farmácia são discutidas ações para a prevenção de erros e o novo processo contribui para diminuir o risco de dano ao paciente”, afirma.

Humanização com otimização do atendimento

Segundo Franciele Bisinelli Santana, os novos carrinhos ainda otimizam o trabalho da equipe de Enfermagem. Por conseguir fazer procedimentos ao lado dos pacientes, os profissionais de Enfermagem se deslocam menos até o posto central. Se antes era necessário se dirigir até o posto, em média, oito vezes, durante cada atendimento, agora esse deslocamento é feito em torno de duas vezes somente por turno.

Uma otimização do trabalho também fortalece a humanização no atendimento. “Como a equipe de Enfermagem fica mais tempo próximo ao paciente, proporciona um cuidado de forma mais integral e individualizada”, afirma a gerente assistencial do Grupo Hospitalar São Vicente.

Márcia Schneider explica que a implantação do projeto piloto ocorreu em uma unidade de internação com 26 leitos e o objetivo é atender mais de 100 pacientes. “O projeto foi tão bem-sucedido que já iniciamos as ações para implantação no atendimento em mais uma unidade de internação. Ao todo, serão introduzidos 20 carrinhos para medicação beira leito”, anuncia a diretora executiva.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.