Hospital Moinhos de Vento oferece Programa de Reabilitação Cardiopulmonar

Complicações cardiológicas e respiratórias de longo prazo são algumas das sequelas da Covid-19 tratadas no Programa de Reabilitação. Foto: Karine Viana

O Hospital Moinhos de Vento, de Porto Alegre (RS), oferece o Programa de Reabilitação Cardiopulmonar, que conta com tratamentos para pacientes com comprometimentos pulmonares e cardiológicos e, também, planejamento para preparação de cirurgias de médio ou grande porte e para a recuperação pós-operatória. O serviço disponibiliza ainda cuidados especializados para pessoas com sequelas da Covid-19. Em funcionamento desde o início de julho, o novo ambulatório especializado possui uma equipe multidisciplinar formada por profissionais como cardiologistas, pneumologistas, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, nutricionistas e psicólogos.

O espaço é aberto a todos os pacientes, desde os que estiveram internados na instituição até os que não precisaram ser hospitalizados. Os programas são individualizados e priorizam as necessidades de cada pessoa. Antes do início das atividades, o paciente faz uma ampla avaliação a fim de estabelecer o melhor plano terapêutico. Além do atendimento, é proporcionado um programa educativo sobre os aspectos relacionados à reabilitação, as doenças e estratégias para melhorar a qualidade de vida.

Segundo o coordenador do Serviço de Fisioterapia do Hospital Moinhos de Vento, Leonardo Correa Garcia, a pandemia provocou uma alta na demanda por este tipo de atendimento, pois 89% dos pacientes internados com Covid-19 e que precisam de mais de sete dias de atendimento na Unidade de Terapia Intensiva apresentam perda de funcionalidade e demora na retomada das atividades normais. “Mesmo após superarem a doença, muitos apresentam sintomas persistentes e sequelas, necessitando acompanhamento depois da alta. São comprometimentos como dificuldade ao respirar, caminhar ou subir uma escada, cansaço ao ir ao supermercado, diminuição da força e perda de equilíbrio”, enumera o fisioterapeuta.

Reabilitação e reeducação

De acordo com o chefe do Serviço de Pneumologia e Cirurgia Torácica e coordenador médico do Programa de Reabilitação Cardiopulmonar, Marcelo Basso Gazzana, os acometimentos pós-Covid são bem amplos, atingem vários sistemas do organismo e dependem do histórico de saúde do paciente, da gravidade da doença e do atendimento que recebeu. Na avaliação do especialista, o acompanhamento dos profissionais é fundamental para o restabelecimento da capacidade funcional e da qualidade de vida. Além disso, ele acrescenta que muitos indivíduos eram saudáveis e, depois da infecção, precisam aprender a conviver com as sequelas.

“A reabilitação é um programa integrado que envolve exercício físico orientado, a parte cardiorrespiratória aeróbica e a muscular periférica, além de suporte nutricional, pois muitos saem debilitados. Além disso, o serviço conta com suporte psicológico, pois o impacto emocional e na saúde mental é muito grande. Às vezes, a pessoa apresenta cansaço e não se dá conta que pode ser estresse pós-traumático, depressão ou ansiedade”, pontua.

Pacientes crônicos e críticos

A chefe do Serviço de Cardiologia, Cirurgia Vascular e Cardíaca do Hospital Moinhos de Vento, Carisi Anne Polanczyk, relata complicações cardiológicas de longo prazo, como infarto do miocárdio, miocardite e insuficiência cardíaca. Ela explica que a chamada Síndrome Pós-Covid ou Long Covid, é uma preocupação no mundo inteiro e exige o enfrentamento imediato. “Parte da reabilitação tem que iniciar ainda durante a internação hospitalar. Quanto mais cedo for feito e mais intenso o tratamento, mais rápido o processo de recuperação”, salienta.

De acordo com a cardiologista, sequelas são comuns em pacientes críticos que necessitam internação em unidades de terapia intensiva, não apenas em decorrência da COVID-19. Por isso, o ambulatório de reabilitação é um serviço que já estava sendo programado pelo Hospital Moinhos de Vento antes da pandemia. O espaço atende pacientes com doenças crônicas graves e também no pré e pós-operatório de cirurgias cardíacas e pulmonares.

O ambulatório funciona na Sala de Reabilitação E3 (Rua Ramiro Barcelos, 910 – Bloco C) de segunda a sexta, das 8h às 18h. Agendamentos pelo telefone (51) 3314-3434.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.