Hospital Moinhos de Vento realiza Simpósio Satélite no Congresso da Socergs

Foto: Cleber Bertoncello/Agência Critério

Em um auditório praticamente lotado, foi realizada na tarde desta quinta-feira (16) nova edição do Simpósio Satélite do Hospital Moinhos de Vento, de Porto Alegre (RS) no Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado do Rio Grande do Sul (Socergs). O evento, um dos mais importantes do Brasil na área, ocorre até sábado (18), no Hotel Wish Serrano, em Gramado, na Serra Gaúcha.

Com o tema “Cardiologia na prática: evidências e inovações no uso de anticoagulantes”, o simpósio apresentou palestras, debates e análise de casos clínicos. O principal objetivo foi atualizar a discussão e compartilhar conhecimento sobre as mudanças nos anticoagulantes nos últimos anos, e de que forma eles ainda poderão contribuir para o avanço da prática da medicina. Também foi abordada a ação direta, evidências e cuidados específicos em populações de risco – renais crônicos, diabéticos e idosos – em relação a esses medicamentos.

Na abertura dos trabalhos, o palestrante e superintendente médico do Hospital Moinhos de Vento, Dr. Luiz Antônio Nasi, destacou a importância do envolvimento e da presença da instituição no Congresso. Logo após, ele passou a palavra aos coordenadores da mesa de debates, Dra. Carisi Anne Polanczyk, chefe do Serviço de Cardiologia da instituição, e Dr. Leandro Zimerman, coordenador da Unidade de Arritmia e Eletrofisiologia do Serviço de Cardiologia do hospital.

Ao fazer uma avaliação das atividades desta quinta-feira no Simpósio, Dra. Carisi classificou o trabalho como muito produtivo. “A discussão de casos complexos, a troca de conhecimento e a interação entre os cardiologistas tiveram um resultado muito positivo. Além disso, o Simpósio tem sua importância ao mostrar e dar visibilidade ao trabalho que é realizado no Serviço de Cardiologia do Hospital Moinhos de Vento e a seus especialistas”, destacou.

Também palestraram no Simpósio o Dr. Dalmo Moreira, do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, ainda dentro do tema central do evento, e o próprio Dr. Leandro Zimermann, que abordou as perspectivas em anticoagulação. Como debatedores na discussão de casos clínicos interativos estiveram na mesa central os doutores Alexander Pieri, Dalmo Moreira, Douglas Dal Más Freitas, Luis Beck Silva Neto, Marco Wainstein, Maurício Pimentel e Roberto Mayer, especialistas do Serviço de Cardiologia do Hospital Moinhos de Vento.

Congresso tem programação intensa

A programação da edição 2018 do Congresso da Socergs foi dividida em cinco auditórios, com painéis, simpósios, palestras e debates ocorrendo de forma simultânea. Ao longo dos três dias de evento, serão mais de 70 atividades com a presença dos principais estudiosos e formadores de opinião da cardiologia gaúcha e nacional.

Para o Dr. Luis Rohde, que integra o corpo clínico do Hospital Moinhos de Vento e palestrou sobre o tema “Insuficiência cardíaca grave: quando indicar dispositivos de assistência circulatória e transplante cardíaco”, eventos como esse têm grande importância. “Trata-se de um evento tradicional, que congrega os cardiologistas de forma muito acolhedora e tem uma programação científica muito sólida, não deixando nada a desejar a qualquer congresso em nível nacional. Além disso, o que aqui é discutido e apresentado impacta a prática clínica da cardiologia do Rio Grande do Sul”, apontou.

Também membro do serviço de cardiologia do Hospital Moinhos de Vento, o Dr. Carlos Delmar do Amaral Ferreira apresentou, em outro fórum, um “Caso Clínico – Dor Torácica e Palpitações”. “É uma oportunidade ímpar para se discutir todo o cenário e o tratamento de pacientes em casos clínicos raros e para os quais ainda não há uma grande literatura médica disponível. Igualmente é válido para demonstrar que as dúvidas podem existir em todos os locais, desde hospitais e consultórios no mais distante interior até hospitais considerados de alta complexidade numa capital”, avaliou o médico.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.