Hospital Moinhos doa 600 mudas de hortaliças produzidas em estufa própria

Fotos: Eloisa Frota/Hospital Moinhos de Vento

Uma ação do Hospital Moinhos de Vento, de Porto Alegre (RS) vai levar mais qualidade de vida aos moradores da região das Ilhas, na Capital. Na quinta-feira (10), foram plantadas 600 mudas de alface roxa, radiche, tomate cereja, pepino e espinafre na horta do Centro Social Marista Aparecida das Águas, entidade com qual o hospital realiza uma série de ações. O objetivo é estimular a educação ambiental e, também, que as 185 famílias cadastradas na organização social recebam as verduras e hortaliças junto com a cesta básica e preparem receitas com os itens doados.

De acordo com a consultora de Responsabilidade Social do Hospital Moinhos de Vento, Eloisa Frota, a iniciativa permite a revitalização da estufa no Centro Social Marista – que estava sem uso há pelo menos um ano – e também integra o projeto da área de Responsabilidade Social do Hospital denominado Nutrição Melhor, que busca incentivar hábitos saudáveis nas comunidades. “É mais uma ação de responsabilidade socioambiental nas ilhas. Vamos agregar a educação ambiental e a alimentação, contribuindo para dar melhores condições de vida às pessoas que moram na região”, destacou.

As sementes foram doadas por colaboradores do Hospital Moinhos de Vento em uma ação realizada em junho, durante o mês do meio ambiente. Depois, elas foram plantadas na recém inaugurada estufa agrícola do Hospital. Segundo o gestor ambiental do Moinhos, Rogério Almeida da Silva, a ação é contínua e a ideia é fazer uma composteira no Centro Social Marista, além da reposição de mudas que estarão sendo cultivadas no Hospital. “Queremos aplicar a educação ambiental para essa comunidade através de ações de plantio e cultivo de vegetais”, lembra.

Além do contato com a natureza e de estimular hábitos saudáveis, o coordenador do Centro Social Marista Aparecida das Águas, Irmão Diego Lunkes, destaca que a iniciativa vai permitir a realização de ações de educação ambiental assim que forem retomadas as atividades com crianças e jovens na organização social. “Queremos estimular o cuidado com o meio ambiente, o consumo de alimentos saudáveis e também promover o interesse no plantio de verduras”, destacou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.