Interoperabilidade na saúde mostra tecnologia na prática

A interoperabilidade no sistema de saúde está ligada à descentralização de informações clínicas entre diferentes sistemas e até diferentes instituições. Em tempos de Lei de Proteção de Dados, é importante trafegar e utilizar essas informações com segurança e governança. Com isso em mente, a possibilidade de haver um histórico descentralizado do paciente evita pedidos de exames em excesso ou diagnósticos menos precisos.

A Elsevier, uma das mais conceituadas provedoras de informação clínica e científica do mundo e referência na área de saúde, apresenta suas soluções de apoio à decisão clínica no Showcase de Interoperabilidade do XVI Congresso Brasileiro de Informática em Saúde, que acontece de 1 a 4 de outubro em Fortaleza.

Nesta atividade, que acontece nos dias 2, 3 e 4, diversas empresas demonstrarão como a informação clínica pode ser trocada entre os diferentes níveis de atenção, acompanhando o paciente na sua trajetória na rede, desde a atenção básica até os hospitais de maior complexidade.

Os fornecedores vão compartilhar a informação clínica, possibilitando uma melhor qualidade de serviços e eficiência no atendimento. A Elsevier será a fonte de informação para suporte à decisão clínica com as soluções ClinicalKey, Order Sets e Care Planning integradas ao ambiente da MV. Serão demonstrados casos clínicos, com processos e diagnósticos.

“É a primeira vez que a Elsevier participa do CBIS. Acredito que este evento proporciona muitas trocas dentro do setor de saúde, no qual a transformação digital representa uma grande chance de desenvolvimento das instituições públicas e privadas, tanto nas questões de qualidade do atendimento quanto na diminuição dos gastos”, explica Vitor gerente sênior de produtos da Elsevier.

Tecnologias de informação e comunicação em saúde

Além da participação do Show de Interoperabilidade, a Elsevier também leva ao CBIS a palestra “As TICs e as políticas de Saúde: a atenção certa, no tempo certo, com os recursos-chave certos”, ministrada por Tim Hawkins, Diretor Geral de Clinical Solutions da Elsevier (EMEA, Latin America e Asia).  Tim vai abordar a transformação digital no setor da saúde e explicar qual é o impacto das tecnologias de informação e comunicação em saúde (TICs) quando usadas:

·         De forma correta na primeira vez – redução da variabilidade e erros adversos, evitando impacto na qualidade e segurança do paciente

·         No tempo certo – apoio a capacitação do paciente ou educação do paciente, integrando-o ao longo de todos os estágios (autocuidado, assistência social, atenção primária e secundária)

·         Com os recursos chave certos – melhora na infraestrutura, treinamento e incentivos que apoiam os dois anteriores

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.