Jornada do paciente é tema de painel no 26º Congresso Abramge

A fim de compreender o percurso do paciente dentro da rede assistencial de saúde, os profissionais do setor tendem a realoca-los no centro das decisões, tanto pelo compartilhamento de dados quanto pelos protocolos clínicos, de modo que sejam ofertados serviços que se encaixem na particularidade de cada beneficiário.

Compreendendo isto, a Abramge promove entre os dias 15 e 16 de setembro o 26º Congresso Abramge “Ecossistemas, acesso e sustentabilidade na saúde suplementar”, na qual um dos painéis expostos nestes dias será: “Do acesso ao desfecho da jornada do paciente”.

Essa relação de proximidade do paciente com a rede de informações, denominada como “coordenação do cuidado”, evita a descontinuidade no tratamento e repetições desnecessárias de exames, na qual se prioriza a sustentabilidade no sistema de saúde. Consequentemente, a integração das redes e os benefícios dados ao paciente tornam a jornada do beneficiário ainda mais saudável e benéfica.

Por outro lado, a jornada do paciente também deve envolver o hábito dos beneficiários  de procurar o serviço apenas quando há algum problema de saúde. Tendo isso, o setor de saúde deve preparar-se para antecipar possíveis problemas dos beneficiários de planos de saúde para que futuramente não haja complicações.

O painel contará com a presença do Diretor de Desenvolvimento Setorial – DIDES, da ANS, Maurício Nunes da Silva e da Superintendente de Economia do Hospital Israelita Albert Einstein, Vanessa Teich, para debater as questões acerca da relação do paciente com a coordenação do cuidado  e também como tais conexões tornam o setor ainda mais sustentável.

Para se inscrever no 26º Congresso Abramge, clique aqui.

26º Congresso Abramge – Com o tema “Ecossistemas, Acesso e Sustentabilidade na Saúde Suplementar”, o 26º Congresso Abramge será realizado nos dias 15 e 16 de setembro. O evento terá formato híbrido, com apresentação presencial no Hotel Rosewood São Paulo (R. Itapeva, 435 – Bela Vista, São Paulo/SP) e transmissão online gratuita. A Associação Brasileira de Planos de Saúde (Abramge) sempre aborda as principais discussões do setor, para que novas perspectivas e direções melhorem a qualidade dos serviços para os beneficiários e garantam a sustentabilidade das operadoras.

Pesquisa realizada pela consultoria McKinsey, com mais de cem líderes globais do setor da saúde, mostrou que praticamente todos concordam com a necessidade de criação de ecossistemas de saúde e jornadas integradas de cuidado. Isso significa que os atores desse mercado precisam se aproximar, formar redes assistenciais e modelos de negócio que coloquem os pacientes no centro das decisões, compartilhar dados e seguir protocolos clínicos para oferecer serviços complementares entre si, promovendo o que se chama de “coordenação do cuidado”.

É preciso acompanhar mais de perto o caminho que o paciente percorre dentro da rede, evitando descontinuidade no tratamento e repetições desnecessárias de exames, e, assim, trazer sustentabilidade ao sistema de saúde. O grande beneficiado é o assistido, que percebe na integração entre as redes um acesso mais fácil a consultas, exames e tratamentos. Aliado à qualidade do serviço prestado, isso garante ao beneficiário de plano de saúde uma experiência final muito mais benéfica e satisfatória.

O evento contará com nomes como Paulo Rebello, presidente da Agência Nacional de Saúde Suplementar; Andreson Mendes, presidente da Unidas; Marcela Ungaretti, líder de Pesquisa ESG e sócia da XP; e Leandro Ejnisman; médico do Grupo de Quadril do IOT (Instituto de Ortopedia e Traumatologia da HCFMUSP). A condução ficará a cargo de Natuza Nery, jornalista e comentarista de Política na GloboNews. As vagas presenciais para o evento são limitadas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.