Lançamento do Observatório de Políticas de Saúde do Estado do Rio de Janeiro

Em webinário que será realizado na quarta-feira (17), o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Estado do Rio de Janeiro (Cosems RJ) fará o lançamento do “Observatório de Políticas de Saúde no Estado do Rio de Janeiro”. A iniciativa irá disponibilizar boletins periódicos temáticos, que poderão ser consultados no site do projeto (www.cosemsrj.org.br/observatorio), e apresentarão indicadores de gestão e de desempenho da rede SUS fluminense.

O material será produzido a partir de resultados analisados das pesquisas desenvolvidas por pesquisadores e assessores técnicos do Cosems RJ, do Instituto de Medicina Social (IMS) da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), por meio do Centro de Estudos e Pesquisa em Saúde Coletiva (CEPESC) e do o Instituto de Saúde Coletiva (IESC), da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Também serão publicados o documento-base de cada um dos boletins, com a íntegra da investigação realizada.

Idealizado a partir dos desafios colocados à saúde pública no contexto da pandemia do Covid-19, o projeto integra a linha de pesquisa “Apoio à Gestão do SUS”, do Grupo Saúde, Sociedade, Estado e Mercado do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (SEM/CNPQ). “O objetivo é elaborar e difundir estudos e informações que permitam compreender as características epidemiológicas da população do Rio de Janeiro, a realidade dos seus municípios, os limites e potencialidades das redes de saúde, em nível local, regional e estadual, e contribuir para a formulação de políticas de saúde que atendam as necessidades da população fluminense, qualificando o debate sobre as políticas e diretrizes do SUS no Estado do Rio de Janeiro e contribuindo para o avanço do SUS”, explica o presidente do Cosems RJ e secretário municipal de saúde de Niterói, Rodrigo Oliveira.

O evento de lançamento discutirá a “Mortalidade no estado do Rio de Janeiro: principais indicadores de saúde” e terá como convidado o pesquisador da Fiocruz, José Noronha, apresentação de Rodrigo Oliveira, e mediação do pesquisador da UFRJ, Paulo Eduardo Xavier de Mendonça.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.