Nestlé lança no Brasil programa para capacitar residentes de pediatria em temas de nutrição

73

A alimentação e nutrição das crianças são umas das principais preocupações e fonte de dúvidas de muitas mães, pais e responsáveis. Na maioria das vezes, eles só têm acesso a profissionais de pediatria, e não a um nutricionista especializado, para lidar com essa questão. Por outro lado, mesmo que a especialização em pediatria seja a segunda mais procurada no curso de medicina no Brasil (12,3% dos médicos brasileiros), em sua formação acadêmica os profissionais da área têm muito pouco acesso à conteúdos de nutrição. Pesquisas revelam que, em média, um estudante de medicina tem apenas 15 horas/aula sobre o tema, dentre as cerca de 10 mil horas/aula totais. Pensando nessa necessidade de contribuir para ampliar a qualificação dos profissionais da área médica, a Nestlé criou o Programa Jovens Pediatras (J. Pedia), iniciativa global que já está presente em outros países da América e chega ao Brasil em parceria com a Sociedade Brasileira de Pediatria.

Por meio de uma plataforma científica especializada, o Programa J. Pedia inclui um curso digital de capacitação em nutrição, com professores internacionais e nacionais dos departamentos de Gastroenterologia e Nutrologia da Sociedade Brasileira de Pediatria. O programa oferecerá 1.700 vagas para residentes de Pediatria dos níveis R1, R2, R3 e R4. No total, serão 8 módulos de curso com temas diferentes, sendo que cada um contará com vídeo-aula, caso clínico e teste de compreensão, além de certificado por módulo e de conclusão final.

A primeira edição da iniciativa no Brasil será lançada em 16 de junho, em um evento virtual com renomados especialistas da área e participação dos 200 preceptores dos 1.700 residentes que realizarão o curso nessa primeira fase. Os participantes foram selecionados por indicação dos preceptores, considerando aspectos como a formação acadêmica e área de atuação.

“Nosso objetivo é contribuir para a formação de profissionais cada vez mais completos, trazendo a ciência da nutrição infantil como base para a prática clínica, ampliando assim seu raio de atuação. Vale destacar que o Programa Jovem Pediatra conta também com várias outras iniciativas de educação, que apoiarão os residentes durantes nos próximos dois anos. Com nossa expertise, apoio de profissionais muito competentes e a parceria com a Sociedade Brasileira de Pediatria, queremos disseminar cada vez mais conteúdos científicos de alto nível que contribuirão para a capacitação destes jovens profissionais”, afirma Tamara Lazarini, diretora de Medical Scientific, Compliance & Regulatory Affairs e coordenadora do Programa Jovens Pediatras no Brasil.

Módulos por ano de residência

R1 e R2

  • Aspectos básicos de nutrição nos primeiros 1000 dias de vida.
  • Fundamentos da amamentação.

R2 R3 e R4

  • Conduta nutricional da cólica infantil.
  • Conduta nutricional do refluxo gastroesofágico.
  • Conduta nutricional da constipação.
  • Conduta nutricional da intolerância à lactose.
  • Conduta nutricional de alergias alimentares.
  • Alimentação complementar.