Rede Ebserh convoca 840 profissionais para atuarem no combate à Covid-19

767

Os primeiros profissionais aprovados no processo seletivo emergencial da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) iniciarão suas atividades nesta quarta-feira, 15. Entre segunda, 13, e terça-feira, 14, foram convocados 840 aprovados nas áreas médica e assistencial para o enfrentamento à Covid-19, em 28 hospitais da Rede Ebserh. Os interessados podem acessar as convocações no PORTAL DA REDE EBSERH ou no DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO para saber quais especialidades, hospitais e aprovados constam nos editais.

Segundo o diretor de Gestão de Pessoas, Rodrigo Barbosa, as primeiras convocações ocorreram em regime de urgência, como configura o próprio processo seletivo. “Essa seleção foi instituída para agilizar as contratações de acordo com a necessidade imediata de cada unidade hospitalar para o atendimento direto à pandemia. As demais convocações dependerão do acompanhamento da evolução do quadro local”, afirmou Barbosa.

A seleção para cadastro reserva contou com 225.215 inscrições, das quais poderão ser convocados aproximadamente 6 mil profissionais para atuarem temporariamente no enfrentamento da Covid-19, Mesmo com a alta procura, alguns cargos registraram número insuficiente para alguns hospitais.

Foram autorizadas aproximadamente 900 vagas para médicos (nas especialidades de Medicina de Emergência, Anestesiologia, Clínica Médica e Medicina Intensiva), 1,4 mil enfermeiros (incluindo as especialidades de Terapia Intensiva e de Urgência e Emergência), 3 mil técnicos em enfermagem, 500 fisioterapeutas e 100 vagas para engenheiros (clínico e mecânico) e arquitetos, necessários para promover as mudanças estruturais exigidas para a acomodação de pacientes infectados pelo Covid-19.

Por serem cadastro reserva, as convocações ocorrerão de acordo com a necessidade de cada hospital universitário federal vinculado à estatal. O processo seletivo também não impactará os concursos públicos em andamento, que continuam seguindo seus trâmites normais.

Atuação da Rede Ebserh

Desde os primeiros anúncios sobre o Covid-19, a Rede Ebserh tem trabalhando em parceria direta com os ministérios da Saúde e da Educação, com participação nos Centros de Operações de Emergência (COE) desses órgãos, e tendo como diretrizes o monitoramento da situação no país e em suas 40 unidades hospitalares. Também tem atuado na realização de treinamento de funcionários da Rede, promoção de webaulas, definição de fluxos e instituição de câmaras técnicas de discussões com especialistas.

Em algumas regiões, as unidades da Rede Ebserh têm atuado como hospitais de referência ao enfrentamento do Covid-19, enquanto que em outras, atuam como retaguarda em atendimentos assistenciais para a população, por meio do Sistema Único de Saúde.

Deixe seu comentário