Residentes e profissionais de ILPIs devem ter prioridade no recebimento de vacinas contra Covid-19

Desde o início da pandemia, pessoas acima dos 60 anos tiveram a maior taxa de mortalidade devido ao surto da Covid-19. Em sua maioria, se contaminaram pelos cuidadores ou profissionais da saúde que trabalham nas Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs).

Devido à proximidade do profissional da saúde com os idosos, a Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG) alerta sobre a necessidade de residentes e profissionais que trabalham em Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs) serem considerados prioridades para receberem o primeiro fornecimento de vacinas contra Covid-19.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.