Santa Casa de Porto Alegre reinaugura área de exames de imagem e laboratoriais

710

O Centro de Diagnósticos por Imagem e Laboratórios da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre (RS) foi reinaugurado em 17 de dezembro. Trata-se da modernização de uma área de 1.440 m², localizada no subsolo do Hospital Dom Vicente Scherer, exclusiva para a realização de exames de imagens e laboratoriais. O espaço, que realiza por mês mais de 18 mil atendimentos, passou por uma grande reforma nos últimos dois anos, tendo como um dos objetivos a unificação das recepções de laboratório de análises clínicas, ecografias e mamografia, ressonância e tomografia, agendamento e entrega de exames, a fim de gerar mais conforto e comodidade aos pacientes. Além disto, foram substituídos dois equipamentos de ressonância magnética e dois de tomografia, garantindo exames mais rápidos, maior precisão diagnóstica e menos desconforto fóbico aos pacientes.

Na área de exames laboratoriais, além do aumento do número de salas para coleta – passando de 9 para 11 posições, sendo três disponíveis para portadores de necessidades especiais – o destaque fica por conta dos serviços oferecidos ao público infantil. As crianças já tinham a sua disposição, desde 2017, espaços exclusivos de acordo com as suas necessidades. Agora, tablets serão fixados nas paredes da recepção infantil, a fim de criar um ambiente ainda mais lúdico para os pequenos, que também terão a oportunidade de usarem óculos de realidade virtual no momento da coleta dos exames. “Somos o primeiro hospital de Porto Alegre a contar com esta tecnologia, até então disponível somente em laboratórios ambulatoriais, que permite que as crianças fiquem mais tranquilas durante os atendimentos”, explica Cristiani Gomes de Marques, coordenadora do Laboratório de Análises Clínicas da Santa Casa.

A unificação e modernização de todo o ambiente, além da reestruturação dos processos de atendimento e sistemas da recepção foram desenvolvidos para tornar o fluxo de atendimento mais simplificado para o paciente. O diretor de operações da Santa Casa Oswaldo Balparda explica ainda que o ambiente mais confortável facilita a experiência do paciente na hora dos exames: “Além de proporcionar uma melhor experiência no que diz respeito ao acolhimento e humanização do espaço, nossos clientes têm à disposição novos equipamentos de ressonância e tomografia, em uma importante atualização tecnológica”.

O projeto, que teve um investimento aproximado de R$ 12 milhões de recursos próprios, irá contribuir para a sustentabilidade da instituição, conforme explica o diretor geral Julio Matos: “Os serviços oferecidos neste centro de diagnósticos, voltados para os nossos pacientes usuários de planos de saúde e particulares, contribuem para que possamos qualificar ainda mais os atendimentos aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), que somam mais de 60% do nosso volume assistencial. Devido à desatualização das tabelas do SUS, a cada R$ 100 de custo com pacientes do Sistema, a Santa Casa recebe apenas R$ 56. Portanto, os atendimentos a particulares e a planos de saúde garantem a nossa sustentabilidade e permitem que possamos cumprir a nossa missão de origem, que é atender aqueles que mais precisam”.

Deixe seu comentário