Startup otimiza pagamentos de tributos e contribui para distribuição de peças hospitalares com agilidade

59

O Brasil figura na lista dos países mais burocráticos do mundo. Segundo uma pesquisa divulgada em 2018 pelo Banco Mundial, por aqui são gastas mais de 1.500 horas por ano apenas para o pagamento de tributos de empresas. Para otimizar e facilitar esses processos, a Dootax, startup que oferece soluções para emissão e pagamentos, automatizando a emissão de guias de tributos como IRPJ, INSS, ICMS, FECP, ISS, entre outros, por meio de um software que atua com a utilização de Robotic Process Automation (RPA), operando em escala de 24 por 7 e agilizando os processos.

Em meio à pandemia do novo coronavírus, a startup vem se destacando por minimizar a burocracia e auxiliar com eficácia as empresas do ramo hospitalar, que precisam agir depressa.

Como no caso da multinacional GE Healthcare. A empresa produz e distribui respiradores, máquinas de ultrassom e tomografia para grandes hospitais e os processos que antes demoravam dias, agora são feitos em minutos, através do uso do software.

“Sempre que temos que enviar um produto para clínicas ou hospitais de fora do estado, precisávamos pagar diversas guias e esses pagamentos eram feitos manualmente, passando pela tesouraria, depois para o banco. Isso demorava quase duas horas ou até dias, dependendo do horário. Agora com a introdução da Dootax, a gente consegue fazer esse envios até fora do horário comercial (20h/21h), porque em 20 minutos pagamos todos os tributos e o produto já pode ser enviado, um ganho operacional muito grande, afinal são pacientes de hospitais que estão esperando o nosso produto”, informa Armênio Gomes, Treasury Senior Operations Strategy Manager da General Electric (GE).

A startup fundada em 2018 é uma das pioneiras a oferecer essa solução disruptiva para o cenário tributário brasileiro e conta com clientes como Magalu, Klabin, Azul, Yamaha, Gerdau e outros. Em comparação a abril de 2019, a empresa teve um crescimento de 119% e comparando ao primeiro trimestre de 2019, um aumento de 104%.

“Cada empresa, em média, precisa pagar 10 tributos por CNPJ e para isso, acessar cada guia em determinado site, acessar o internet banking e fazer o pagamento. Uma empresa de grande porte, com diversas filiais, possui outros CNPJs no grupo.

Essa conta pode ser muito pior, se falarmos de guias tributárias que devem ser pagas por operação, como é o caso da GE, quando vende para o consumidor final de outras UFs, deve ser recolhido a GNRE para cada NFe transportada. Usar a automação para emissão e pagamento de guias tributárias traz uma série de benefícios para os clientes como a redução de risco e erros humanos, evitar o pagamento de multas, juros e duplicidades e ainda otimizar tempo e ter mais agilidade”, explica Thiago Souza, co-founder e head de marketing da Dootax.

Além da emissão de guias para otimização dos pagamentos de tributos, a startup também oferece os serviços de Caixa Postal Fiscal, focando em ser um único ponto de contato para que as empresas tenham acessos a todas as mensagens recebidas pelo governo; Gestão de Certidões, simplificando e monitorando as certidões negativas de débitos e Informativo de ISS para a apuração de imposto municipais, evitando o acesso a cada site de prefeitura. Ao invés de fazer isso manualmente, os robôs da Dootax fazem esse trabalho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

16 − quatro =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.