W3 Care e Faculdade Santa Marcelina discutem a telemedicina contra a Covid-19

Na segunda-feira (19), das 19h às 21h, a Startup W3 Care, responsável pelo desenvolvimento da plataforma TeleCOVID®, e a Liga Acadêmica Gestão e Empreendedorismo em Saúde (LAGES), da Faculdade Santa Marcelina, de São Paulo, realizarão uma roda de conversa virtual gratuita para falar sobre a experiência voltada especificamente para o atendimento de pessoas com sintomas do novo Coronavírus por meio da plataforma, em funcionamento desde abril deste ano.

O encontro é voltado para profissionais da área médica, empreendedores e também alunos interessados em melhor conhecer sobre a telemedicina, prática que foi amplamente utilizada durante a pandemia em razão do Conselho Federal de Medicina reconhecer o atendimento a distância de forma excepcional, com aval do governo federal, enquanto durar o combate à Covid-19.

De acordo com Gustavo Oliveira, Doutor em Políticas Públicas, coordenador e professor da Faculdade Santa Marcelina, a telemedicina ficará como um legado da Covid-19, como um caminho sem volta no contexto prático da medicina e um nicho de mercado promissor. “A descoberta de novos horizontes nas práticas da medicina e da saúde como um todo, a pesquisa e o uso de tecnologias de ponta, passarão a ser mais popularizadas e utilizadas em larga escala. O objetivo é propor a melhoria da experiência do usuário, o aprendizado do aluno, o aperfeiçoamento da pesquisa e o desenvolvimento das instituições de ensino, que devem estar cada vez mais atentas a estes sinais de progresso e às evoluções dos recursos em nosso tempo”, complementa.

Na ocasião, o médico, doutor e professor Jamil Cade, referência em medicina intervencionista no país, fundador da W3 Care e professor da Faculdade Santa Marcelina, irá falar sobre a plataforma TeleCOVID® sob diversos pontos de vista, ou seja, desde o modelo de negócio até o atendimento médico realizado por voluntários para atender pessoas com sintomas do vírus.

Transmissão via ZOOM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.