Taxatividade do Rol da ANS é destaque no 13º Seminário UNIDAS

Os procedimentos definidos pelo Rol da Agência Nacional de Saúde (ANS) são taxativos na cobertura dos planos de saúde? A discussão que hoje está em análise no Superior tribunal de Justiça e cuja decisão pode afetar de maneira significativa a sustentabilidade do segmento no Brasil será tema de um dos painéis que vão ocorrer no 13º Seminário UNIDAS — Integralidade no Cuidado e Saúde Digital. O evento é promovido pela União Nacional das Instituições de Autogestão em Saúde e acontece pela primeira vez em Belo Horizonte (MG), nos dias 26 e 27 de abril. A mesa “Rol da ANS: Uma Abordagem Multidisciplinar” será realizada no dia 26 e reunirá Ana Cristina Marques (Gerente Geral de Regulação Assistencial da ANS), Augusto Guerra (coordenador de Avaliação de Tecnologias & Excelência em Saúde da Universidade Federal de Minas Gerais) e Renato Luis Dresch (Desembargador do TJ-MG). A mediação do debate será de Raquel Marimon, consultora em saúde e gestão de riscos. Entre os participantes do evento também estará o presidente da ANS, Paulo Rebello.

“Sabemos que esse é um tema que afeta quase 50 milhões de brasileiros que hoje possuem um plano de saúde e a própria existência do sistema de saúde suplementar como ele é hoje. A taxatividade do Rol impacta na viabilidade econômica de diversas operadoras, com ênfase naquelas com menor quantidade de vidas. Por isso, o debate sobre todas as consequências jurídicas e econômicas da decisão do STJ é fundamental para o segmento, especialmente para as autogestões, que são planos sem fins lucrativos”, destaca Anderson Silva, presidente da UNIDAS.

O rol de procedimentos da ANS determina quais procedimentos devem obrigatoriamente serem cobertos pelos planos de saúde, já que no Brasil, não há limite para valores de cobertura. “Sem a taxatividade do Rol, a conta ficará impagável e a saúde suplementar mais inacessível, sobrecarregando o SUS. Vamos debater todos os aspectos de maneira multidisciplinar, trazendo para o debate todos os interessados”, complementa.

Digitalização da Saúde

Os impactos da tecnologia na saúde e cuidado integral com o paciente é o principal tema do evento, que é referência no segmento. “O modelo de saúde atual, praticado no Brasil, segmenta o cuidado de promove prejuízos assistenciais e financeiros. Um modelo integrado permite não apenas tomar decisões clínicas baseadas num histórico de dados do paciente, mas também um olhar populacional e tomada de decisões estratégicas que proporcionarão melhores desfechos clínicos e grandes economias financeiras”, destaca Luciano Fochesatto Filho, CEO da Justmiine. Ele é um dos participantes da mesa “A Integralidade na Saúde e nos Dados”. Confira a programação completa do evento clicando aqui.

13º Seminário UNIDAS – Integralidade do Cuidado e Saúde Digital 

Data: 26 e 27 de abril

Local: On-line pela plataforma e presencial no Teatro do Ouro Minas Palace Hotel, em Belo Horizonte.

*As inscrições presenciais já estão esgotadas. 

Realização: UNIDAS – União Nacional das Instituições de Autogestão em Saúde

Informações: 13seminario.unidas.org.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.