Unidades do Instituto de Gestão e Humanização, em Goiás, participam de curso promovido pelo HCor

Representantes dos hospitais estaduais geridos pelo Instituto de Gestão e Humanização (IGH) em Goiás – Hospital Estadual de Urgências de Aparecida de Goiânia Cairo Louzada (Huapa), Hospital Estadual Materno-Infantil Dr. Jurandir do Nascimento (HMI) e Hospital Estadual e Maternidade Nossa Senhora de Lourdes (HEMNSL) -, participaram nos dias 16 e 17 de outubro do curso de qualificação do Projeto “Desenvolvimento Gerencial Integrado da Linha de Atenção às Urgências no Ambiente Intra-Hospitalar”, que ocorreu no Centro Estadual de Reabilitação e Readaptação Dr. Henrique Santillo (Crer).

Desenvolvido pelo Hospital do Coração (HCor) e com dimensão nacional, o projeto está no âmbito do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI- US), do Ministério da Saúde, e tem como objetivo apoiar e acompanhar a implementação de intervenções voltadas para a gestão da assistência, contribuindo para a qualificação da linha de atenção aos pacientes agudos.

Para a diretora operacional do Huapa, Jaqueline Dourado, que participou do evento, a troca de conhecimento vai melhorar os processos de gestão dos hospitais envolvidos. “O Projeto é importante para o desenvolvimento e aprimoramento profissional para que seja prestada uma assistência eficiente e eficaz aos usuários da rede”, concluiu. Já para a diretora técnica do HMI e do HEMSNL, Sara Gardênia, o curso ajudou a elaborar um projeto para tentar resolver questões relacionadas com o intenso fluxo de paciente no Materno Infantil. “É necessário um diagnóstico do hospital e a partir disso, a equipe que participou do curso vai traçar metas para tentar amenizar a superlotação no HMI. Estamos empenhados em melhorar o fluxo do hospital e resolver os problemas”, afirmou.

Ainda prestigiaram o evento a diretora regional do IGH, Rita de Cássia Leal; a diretora geral do Huapa, Mara Rúbia de Souza; e o diretor geral do HMI e do HEMNSL, Márcio Gramosa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.